RSS contos eroticos

Conto Erotico Dei para o entregador de água.

Olá!! Sou casada há 20 anos,loira,baixinha e gordinha.Nunca tinha traido meu marido.O que vou contar aconteceu comigo e mudou totalmente minha vida. Eu estava sozinha em casa,como todos os dias,meus filhos estavam no colégio e meu marido trabalhando.Eu tinha terminado minhas obrigações de casa e estava me preparando para sair,precisava fazer supermercado e voltar rapidinho para preparar o jantar da minha familia.Já estava nervosa devido ao atraso do entregador de água,liguei novamente para a distribuidora e reclamei,pois eu tinha compromissos na rua e não poderia ficar a disposição deles. Depois de uns 10 minutos o porteiro toca o interfone e diz ser o entregador,mandei deixá-lo subir.Abri a porta e com cara de brava reclamei da demora,era um negro,forte que me pediu desculpas pelo atraso.Não dei confiança e sai dando as costas para ele,mandei que colocasse a água no lugar.Fiquei com minha bolsa na mão e esperando impaciente por ele na porta.Ele trocando a água ficava me olhando de cima em baixo.Eu estava com um vestido preto decotado,um scarpan preto,cabelos presos. Terminado de colocar ele veio em direção a porta e eu achava que estava indo embora,ele me puxou pelo braço e com o outro fechou a porta me puxando para dentro da casa.Levei um susto e perguntei o que era aquilo.Ele disse que eu estava muito nervosinha e isso era falta de homem,ele iria dar um jeito.Eu o mandei me soltar e sair da minha casa,que iria reclamar com seu chefe.ele disse que so sairia dali depois de me ensinar a ser mais paciênte e que se eu desse um grito seria pior.Me virou de costas encostando me na parede.Eu podia sentir seu cheiro de suor e suas mãos grandes por baixo de meu vestido. Ele beijava meu pescoço e suas mãos chegava em minha bunda. Você é muito gostosa Dona,sempre notei seus olhos em mim quando venho aqui. Na verdade eu sempre fui tarada com homens negros e ele notou que eu o olhava diferente. Pedi que me largasse e se quizesse dinheiro,poderia pegar na minha bolsa e ficar tranquilo que não falaria com ninguém,mas que me deixasse em paz. Ele me virou de frente com força,me deu uma tapa no rosto e disse: -Aqui não tem ladrão não sua puta,eu quero é te comer e você vai ficar caladinha,senão será pior. Eu gelei naquele momento,estava apavorada,mas ao mesmo tempo excitada,pois sempre gostei de ser tratada como uma puta na cama. Me mandou seguir ate meu quarto e disse que queria me comer na cama onde eu dava para o corno. Chegando no quarto ele me jogou em cima da cama e abriu minhas pernas,subiu meu vestido.Eu estava com uma calcinha preta pequenininha. -Olha so a calcinha que a madame usa,isso é calcinha de puta. Ele começou a me chupar de um jeito que eu não consegui segurar o gemido e segurei sua cabeça contra minha buceta e não demorou muito eu gozei dentro da boca dele,quanto mais eu gozava mais ele chupava. Ele se levantou e tirou sua calça,colocando para fora aquele cacete preto enorme,enfiou na minha boca e me mandou chupar.Eu chupei muito,enfiava ate minha garganta,seu cacete era muito mais gostoso que do meu marido,mais grosso e grande,que não cabia todo na minha boca,ele socava com força ate sai lágrimas em meus olhos.Ficou assim ate gozar dentro da minha boca,engoli toda aquela porra deliciosa,olhei para ele enquanto engolia e percebia o tesão estampado em seus olhos. Ele me mandou deitar de 4 e lambeu meu cuzinho e ia ate a buceta.Ajeitou seu pau na minha buceta gordinha,me segurou pela cintura e enfiou bem gostoso,eu fui ao delírio de tanto tesão.Bombava muito gostoso e me chamando de safada gostosa. Sentei em cima dele e cavalguei,suas mãos apertava minha cintura e sua boca mordia e chupava meus seios. Ele segurava o gozo.Deitamos de lado,seu pau me fodia e sua boca veio de encontro a minha,nos beijamos deliciosamente. Ele me colocou novamente de4 e ajeitou seu pau na portinha do meu cu.Fiquei com medo,mas não tive saida,quando menos esperei seu pau ja estava todo dentro do meu cu,ele enfiava com tanta força que podia sentir ele me rasgando.Eu sempre gostei de dar o cu e imaginar que um pau preto estava me comendo me fazia ter mais tesão.Não demorou muito ele gozou dentro de mim. Depois de gozar ele caiu ao meu lado cansado,me disse que realizou um sonho que tinha há muito tempo,que era me comer.Eu olhei para ele e dei um sorriso de safada e disse que no fundo eu queria também,ele disse que sabia por isso se arriscou. Ainda tinhamos tempo de uma ducha rapidinha e ele ainda me comeu debaixo do chuveiro. Eu jamais imaginei que trairia meu marido,mas depois da primeira vez vou dar muito ainda rsrsrsrs