RSS contos eroticos

Conto Erotico Estrupada por um mendigo

Tenho o apelido carinhoso de gigi, sou morena, tenho 1,71 de altura, 30 anos, 102 de quadril e uma cinturinha de "pilão", gosto de me descrever para agussar mais a imaginação. O que vou descrever abaixo por um tempo foi um desejo imaginário e acho que de tanto eu pensar em uma transa forçada acabou acontecendo de verdade. Sou casada há oito anos e tenho uma vida sexual bem ativa com o meu marido, mas chega um tempo em que nada muda muito, então comecei a me imaginar tendo algumas transas loucas... sendo forçada, pois bem... um belo dia estava retornando do meu trabalho quando um rapaz me abordou em minha rua me pedindo dinheiro para sua passagem eu tomei um susto danado pois ele era muito alto e mau encarado, disse logo que não tinha e segui em frente, apertei o passo e senti que ele estava vindo atrás de mim pensei logo: "vou ser assaltada quase na porta de casa", mas isso não aconteceu, eu entrei em casa e ele passou direto. Durante a noite o homem não saia da minha cabeça, pois ele era mau encarado mais tinha um belo porte atlético. No outro dia quando ia entrar na minha rua lá estava ele parado, parecia me esperar então apertei o passo novamente mas dessa vez ele me abordou segurando no meu braço e dizendo para que eu ficasse calada e agisse como se fóssemos colegas e me levou para uma rua deserta e começou a sussurrar no meu ouvido que queria me arrombar toda e que me observava a muitos dias e que eu era a mulher mais deliciosa do bairro, eu estava apovorada mais também estava ficando toda molhada de tesão. Foi então que ele enfiou a sua mão por dentro da minha calcinha e percebeu que eu estava tão excitada quanto ele, então ele me xingou de vadia prá baixo... Eu estava com muito medo de que ele me machucasse então pedia para ele me soltar o tempo todo e quanto mais eu pediau mais ele me apertava, começou a morder os meus seios que parecia que iria rancar pedaços então me abaixou e enfiou aquele enorme pênis na minha boca e urrava de prazer, nesta hora eu já estava sem forças para gritar por socorro e foi então que ele me virou de costas e me penetrou e enfiava os dedos no meu cuzinho! Eu nunca havia feito um sexo ~com tanta força e tesão, eu gozei de uma forma que chegou a escorrer... Depois que ele gozou ele me deu um tapa na cara e disse que tinha feito isso porque eu não ajudei ele no dia anterior. Foi demais!!!!!!!!!! Depois desse dia eu nuna mais o vi, só em sonhos rsrsrr