RSS contos eroticos

Conto Erotico Exibição do meu rabão

Sou um moreno liso,tenho 1,70 e 80 kg,corpo parrudo e forte,pernas grossas e rabo grande empinado e apetitoso.Tenho uns 17 cm de pau e 22 anos de idade.Adoro exibir meu belo rabo desde novo uso cueca boxer deixando minha bunda bem marcada e quando fica de noite de madrugada vou pro meu quintal de cueca e quando estou bem debaixo da janela do meu vizinho tiro a cueca ficando completamente nu de costas. Ja fui observado várias vezes por ele e depois finjo que nada aconteceu pois sei que o safado gosta do que vê imagino o quanto ele deve se punhetar pensando no meu lindo rabo.As vezes o tesão é tanto pra me exibir que ando na rua de madrugada só de short,sem cueca e sem camisa quando já estou distante da minha rua abaixo o short deixando minha bunda delicosa amostra sentindo o vento bater nas minhas nádegas suculentas.Certa vez um cara de carro viu,diminuiu a velocidade confesso que senti um pouco de medo ele era um cara másculo aparentando uns 37 anos e sem falar nada parou o carro alisou a minha bunda e me olhou com cara de safado,mandou eu entrar no carro,entrei mesmo receoso,meu coração batia forte não sabia o que me esperava mais o tesão me consumia. Ele me levou pra um motel de beira de estrada,pagou e colocou o carro na garagem. Assim que saimos do carro ele acabou de tirar o meu short e dando tapas na minha bunda mandou eu ir pra cama,sem muitas palavras e com cara de mau ele botou seu pau branco,de cabeça rosada pra fora,grosso,parecia ter uns 20 cm pra fora e me fez mamar,depois vestiu a camisinha me colocou de quatro e enterrou sem pena no meu cú. Gemi muito e gritava,enquanto ele tampava a minha boca e dizia aguenta calado seu puto vocẽ não queria isso rola ficou exibindo esse rabão na rua de madrugada é isso que vc merece.A sua sorte é que tu encontrou um macho doido pra se aliviar no meio da madruga,isso era umas 3 hrs da manhã quando foi as 5hrs da manhã depois dele gozar se deliciando no meu corpo e bunda umas 3 vezes ele disse que ia pra casa pois era casado.Entramos no carro ele me deixou em um ponto de ônibus próximo,me deu o dinheiro da passagem me chamou de puta gostosa e disse valeu cara e me mandou descer do carro.Aquela sensação era foda,cú ardido de tanto ser fodido,minha nuca com marcas de mordida devido o tesão do macho,de short,sem camisa na rua quase prestes a amanhecer e os olhares curiosos das pessoas que iam trabalhar sem nada entender e outros modéstia a parte pro meu belo corpo.Cheguei em casa,corri pro meu quarto e peladão toquei uma punheta gostosa pensando naquele puto bruto e safado,depois dormi igual um bebê nesse dia nem fui trabalhar mais valeu a pena. Para o exibicionista nem sempre o sexo rola e é o maior apice do prazer mas quando acontece é tudo de bom.
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.