RSS contos eroticos

Conto Erotico Minha colega de trabalho

Sou um cara comum, gosto muito de me exercitar, por isso tenho um corpo em cima, e gosto muito de mulher. especialmente das safadas... eu trabalho numa empresa que me privilegia alguns benefícios. e tenho uma colega que é uma delícia... assim que a conheci, tenho certeza que ela não simpatizou comigo. uma pessoa me disse que ela me achava “um belo de um folgado”. é casada, mas imagino que não seja feliz com o marido... não sei o que a fez mudar de idéia em relação a mim, pois não a cantei, mas ela mudou comigo. ela passou a prestar mais atenção em mim, a me dar mais oportunidades de estar perto dela e passamos a ficar amigos. trabalhamos numa sala bem grande, com muitas pessoas no mesmo ambiente. um dia, durante um intervalo, um amigo e uma amiga em comum estavam conversando conosco e ela se abaixou na mesa para pegar algo na bolsa, nos dando uma visão completa de seu sutiã e seios. claro que eu olhei, mas dei de cara com nossa amiga me encarando. fiquei um pouco sem graça e não disse nada. mas gostei do que vi: um sutiã comum, mas recheado com seios pequenos a médios, apetitosos. a amiga deve ter contado a ela depois, e desse dia em diante, frequentemente, minha colega tem vindo trabalhar com blusas mais decotadas e sem sutiã. e o melhor, assim que ela entra na sala é fácil perceber que ela fica com os mamilos durinhos, pronto para serem chupados. no início, achei que fosse por causa do ar-condicionado, mas tenho mudado de opinião... recentemente, após um feriado prolongado, ela apareceu com um belo bronzeado, bonito demais. e eu tenho um fetiche com marcas de biquíni, e a dela estava bem visível na região do pescoço. não perdi a chance de elogia-la, dizendo que ela estava com uma cor ótima, que a marca de biquíni a deixava muito sexy e que a sua blusinha decotada também a valorizava. pronto, ela se liberou. agora ela sempre me pergunta se eu gosto de sua roupa, o que eu achei do bronzeado dela, e claro eu sempre a elogio. disse a ela que tenho tesão na marca de biquíni dela, ela na hora ruborizou e os biquinhos dos seios dela ficaram bem evidentes, me deixando com mais tesão ainda. alguns dias depois, ela me perguntou novamente sobre seu bronzeado e perguntou se eu gostaria de vê-lo... entendi na hora o que ela queria, mas me fiz de bobo e perguntei a ela: “o que você vai me mostrar?” ela respondeu: “tudo!” com uma carinha bem safada. na mesma hora fomos para uma sala de reuniões que, eu sabia, não seria usada. assim que ficamos sozinhos, fui chegando perto dela olhando fixamente para seus seios, ela usava uma blusinha de algodão cor-de-rosa, com um decote bem legal. sem falar nada, passei a mão pelo seu pescoço e fui descendo o dedo pela sua marquinha lentamente até chegar no seu colo e encostar na blusa. furtivamente, coloquei o dedo dentro do decote, descobrindo uma parte de seu seio direito, deixando a marquinha de biquíni mais exposta e visível. claro que ela estava gostando, mas também não falava nada. passei a fazer carinhos em seu seio, antes de chegar no mamilo. ela apenas fechou os olhos. descobri seu mamilo e o acariciei, ele estava bem durinho. abaixei a alça de sua blusa, primeiro de um lado e depois do outro, fixando bastante aquela visão que tanto me agrada e depois passei a suga-los. maravilhosa! ela é uma delícia. chupei bastante os seios de minha amiga até ela dizer que queria sentir meu pau. ela me apertava por cima da calça, me abraçava e me dizia que há muito tempo me desejava. tirei sua blusa, ela abriu um zíper lateral da saia, que caiu ao chão, e ficou de calcinha preta fio-dental, uma delícia. pedi pra ela dar uma rodadinha, pra que eu pudesse apreciar seu bronzeado. essa mulher é uma delícia! ela se virou de frente para mim e apenas abaixou um pouquinho sua calcinha preta. pude ver uma xaninha depiladinha, completamente molhada de tesão. seu caldo estava escorrendo! fiquei maluco com a cena e na hora levei minha mão em sua buceta melada e minha boca em seus seios. enquanto explorava sua buceta com meus dedos e seus seios com minha boca, ela abria minha calça, abaixando-a, junto com minha cueca, liberando meu pau para fora. ela deve ter gostado do que viu, pois foi se abaixando, beijando meu tronco até começar um boquete espetacular. ela chupou muito bem e eu aproveitava bastante, me segurando para não gozar... ela se levantou e pude penetrá-la enfim. penetrei-a facilmente, de pé mesmo, naquela sala, e rapidamente gozei dentro dela. ela não havia gozado e se deitou em cima de uma mesa e abriu suas pernas, se oferecendo para mim. a xaninha dela aquele dia estava uma delícia, inchada, melada. enquanto transávamos, ficava olhando meu pau entrando e saindo de sua buceta gostosa. seus grandes lábios abraçavam meu pau, tínhamos um encaixe perfeito e, enfim, ela gozou também. temos uma química muito boa, aquela coisa de pele com pele, deu muito certo. desde esse dia, temos transado sempre que temos chance, na mesma sala, em pé atrás da porta, eu sentado numa cadeira, ela no meu colo de frente para mim chupando seus peitos, que são o meu tesão; ela gosta de fazer boquete e faz maravilhosamente bem, é expert. ela gosta de me chupar com chocolate, leite condensado... e o que é melhor pra mim: ela não liga quando eu gozo na sua boca, ela gosta de sentir o gosto da porra. eu adoro isso nela, esse jeito de quase puta mesmo, de mulher que realmente gosta de sexo, que faz bem feito! gozo em seu rosto, nos seus seios, barriga... transamos também dentro do banheiro, com ela sentada na pia de costas para o espelho... outro dia ela me disse que vai viajar para praia e me perguntou se eu gostaria de ver o biquíni que ela comprou. respondi que sim e ela tirou uma calcinha pequena de dentro da bolsa. disse a ela que era muito bonita, mas que eu só poderia dizer com certeza se a visse usando. na hora ela tirou a calcinha de renda que usava por baixo da saia e colocou a do biquíni, me oferecendo um striptease bem sensual. nossa, essa mulher sabe das coisas, me mata de tesão. a cada dia que passa ela me provoca mais, com blusas super decotadas e lingeries maravilhosas, de muito bom gosto. eu sei que ela capricha bastante na lingerie para me agradar. e ela consegue seu objetivo.