RSS contos eroticos

Conto Erotico Minha esposa virou piranha na festa da amiga e eu deixei

Olá meu nome é junior e adoro ler contos eróticos, e os que mas me ecita são os que o marido deixa a mulher da para outro, eu também era louco para ver minha mulher dando para outro, mas ela nunca gostou da ideia mesmo eu falando que era uma fantasia minha, ver ela dando para outro seria de mas, ela parece uma bonequinha branquinha meio magrinha mas uma bundinha muito impinadinha. Ela tinha uma colega no trabalho que frequentava casa de swing e mesmo assim ela não se deixava ser influenciada pela amiga que ela me dizia fazer vários convites a ela. Eu já tinha perdido as esperanças de realizar minha fantasia ate que muito tempo depois ela recebeu um telefonema dessa amiga que nem trabalhava mas com ela, chamando a gente para sua festa, minha mulher logo se animou por ela adora uma festa, mas era a fantasia, minha esposa falou que nos íamos. No dia da festa que era no sábado, nos arrumamos minha esposa vestiu um vestido de noiva tipo de quadrilha mas era muito curto e uma meia causa branca ate a metade da coxa, e eu de lanterna verde. Como o vestido era muito curto ela botou um chortinho por baixo, mas eu falei para ela que não precisava, ela falou tem serteza, vc sabe que se eu subir um degrau a poupa da minha bunda aparece. eu falei para ela, não vai não, ela acabou de se arrumar e eu olhando para ela sabendo que só tinha uma calcinha minúscula ali de baixo, não aguentei e beijei ela e fiquei passando o dedo na buceta dela que logo ficou molhadinha, ela falou deixa para quando nos voltarmos, e fomos para festa, chegando lá por volta de 11:30 fomos recebido pela amiga dela, a festa era dentro da casa dela e ficou maneiro com clima de boate e estava cheia, lá dentro ela nos apresentou o marido dela e o irmão dela, os dois bem cinpaticos, o irmão dela estava de tor e o marido de o poderoso chefão, logo o imão dela nos chamou para beber ele era bem descontraído, ai a aniversariante falou, para nos, se vcs virem algo meio suspeito não liguem porque quase todo mundo aqui frenquenta casa de swing, minha mulher falou serio, ela respondeu, serio, e saiu rindo, começamos a dançar e beber, minha mulher não e de beber muito mas estava bebendo para nos acompanhar, e começou a tocar funk de putaria, que parecia ter estimulado algumas pessoas a fazer sexo, logo vimos um casal em um canto escurinho fazendo ums movimentos, mas não dava para ver muita coisa porque estava bem escuro só com luzes brilhando. Reparei que minha mulher já estava alterada por causa da serveja, ela dançava ate o chão e o irmão da colega dela ficava dançando junto com a gente, percebi que ele já estava de maldade com minha mulher, ele ficava dançando pertinho dela, ai eu falei, dança ai com ela que eu vou no banheiro, e deixei os dois dançando, quando eu vou tei eu vi de longe ele dançando atrás dela e dando umas sarrada nela, ali eu tive certeza que minha mulher não estava normal, por que ela não deixaria ele fica sarrando nela, eu cheguei e ele se afastou, comessei a dançar com ela e logo fingido uma brincadeira chamei ele para dançar fazendo tipo um sanduiche, eu fiquei na frente e ele atrás ele pegou na cintura dela e começou a sarra na bunda dela, ela olhou para mim e eu fiquei rindo, ai ela ficou rindo também, foi a deixa, a intimidade já tinha tomado conta dos dois, não demorou muito e parecia que eles eram na morados, ele ficava sarrando na bunda dela e ela a bunda nela, vi que já estava rolando clima, e ela dançava mas colado nele, ai eu puxei ela para um cantinho na parede mas escurinho, e comecei a beijar ela, quando eu passei o dedo na buceta, estava babadinha, ai eu fiquei de costas na parede e ela de frente para mim, o irmão da colega dela ficou olhando, eu beijando ela olhei para ele e levantei o vestido amostrando a bunda dela para ele, ele sem perder tempo veio se encostando a trás dela, ela olhou para trás e viu que era ele e nem ligou, ai ela falou no meu ouvido vai deixar, eu respondi, deixa rolar, ai ficou eu e ele ecitando ela, comecei a passar a mão na buceta dela que já estava toda molhadinha , senti a mão dele esbarrar na minha querendo senti a buceta dela, tirei minha mão e deixei ele fazer o serviço, logo ela já suspirava de tezão e começou rebolar de vaga rinho, botei o pau para fora e quando eu meti a mão de novo na buceta dela esbarrei no pau dele que estava se esfregando na buceta dela, ai caiu a minha ficha, pensei, vou realiza minha fantasia, tem outro cara esfregando o pau na bucetinha da minha mulher e eu estou deixando e sentindo tezão, ai minha mulher pegou meu pau e botou na buceta dela, eu levantei um pouco uma das pernas dela e entrou fácil, ela com a mão no pau dele posicionava ele na entrada do cuzinho dela, e logo ela deu um gemido dando o intender que o pau dele tinha entrado, logo ela começou a gemer e a rebolar devagarinho facilitando a penetração dos 2 paus um entrava e o outro saia, ai ele começou a socar mas forte no cu dela fazendo entra o pau todo dentro dela e ela gemia muito no meu ouvido, eu já nem metia mas, ficava só com o pau dentro sentindo ele socar nela, a calcinha dela me machucava ai eu rasguei e tirei, ela nem ligou, ela me apertava forte e não parava de gemer, ai sem esperar ele não aguentou e gozou gemendo no ouvido dela, ele foi tirando o pau da bunda dela e eu vi o porque que ela gemia tanto me apertando, se o meu pau tem ums 15 cm o dele devia ter ums 19 cm, e tava escuro, eu perguntei para ela se ela ia goza, ela falou que não queria gozar agora se não ela ia perder o tezão, ai eu tirei o pau dela, e o irmão da colega dela falou que ia buscar cerveja, eu perguntei para ela, gostou ? ela falou com um sorriso de safada, eu quase gozei com ela comendo o meu cú vc ainda me pergunta se eu gostei, ai a amiga dela chegou e chamou a gente para ficar junto com ela e com o marido dela, ela a inda rindo falou que não chamou antes porque parecia que a gente estava ocupado. Ai fomos lá para ficar com eles, perto da parede da cozinha, ficou eu e minha esposa e ela e o marido dela, e logo chegou o irmão dela, ficamos dançando e minha esposa parecia que tinha visto o passarinho verde toda feliz, dançando e rebolando ate o chão, ums funk que sofalava de pau na buceta, ai o marido da colega dela falou no ouvido da mulher dele e ela falou no ouvido da minha mulher que no ato falou de volta no ouvido dela e ela repaçou para o marido, ai como se fosse a coisa mas normal do mundo ele falou no meu ouvido, deixa eu comer sua mulher ela falou que tinha que falar com vc, deixa. Ai eu pensei se fosse em outra ocasião eu matava ele mas na quela me deixou com mas tezão, ai eu sai de trás dela e ele tomou meu lugar, ele começou a sarra minha esposa e ela olhou para ele e olhou para mim sorrindo como quem diz, vai deixar ele me comer né safado, eu falei para ele, bota só na buceta porque ela já deu o cú para o seu cunhado e deve esta doendo, ai ele falou deve esta mesmo meu cunhado tem maior pirocão, ai logo ele foi puxando ela para trás encostando na parede e ela me puxou para fica na frente dela para disfarçar, ele encostado na parede ela rebolando a bunda no pau dele e eu também de costa para ela fingindo esta dançando, a amiga dela falou que ia ali rapidinho, olhei para trás e vi ele já tentando se encaixa nela, olhei para frente e ela ficava com as mãos apoiada nas minhas costas, e a cabeça próximo ao meu pescoço, não demorou muito comessei a sentir ela me balançando, dei uma olhadinha e vi ele com as duas mãos na cintura dela socando, ela ficava só gemendo perto do meu ouvido e meu pau ficava latejando de tezão, ai eles derão uma mei parada e ela me deu uma mordidinha nas costas e deu um gemido bem gostoso, e gemendo pegou minha mão e levou ate a buceta dela para eu ecita ela, quando eu botei a mão e comessei a alisar percebi que o pau dele não estava na buceta dela, pensei, não acredito que ela deixou ele botar no cú dela, ai passando a mão na buceta dela sentia o pau dele entrando e saindo do cu dela, ai ela tirou minha mão falado que era pra parar se não ela ia goza, der repente ele puchou ela colando ela no corpo dele, eu olhei para trás e ele meteu a mão na buceta dela levantado o vestido dela deixando ela praticamente pelada, ai deu para ler os lábios dele dizendo, caralho vou goza, por alguns segundos eles esqueceram que estavão na festa, ela com o corpo colado no dele rebolando fazendo ele gozar dentro dela, e ele metendo o dedo dentro da buceta dela e com o vestido na altura da cintura mostrando a buceta dela para quem quisesse ver, eu e o irmão da colega dela ficamos olhando aquela sena, os dois com os olhos fechados, delirando de tezão, ai eles pararão e ela foi se afastando de vaga, vindo em minha direção rindo, ai eu falei para ela, vcs esqueserão que estão em uma festa, ela falou estava muito gostoso, quase que eu gozei, ai eu falei, não gozou e botei a mão na buceta dela que estava quase pingando de tezão, ai eu fale com o marido da colega dela, ela deixou vc comer o cu dela, e ele disse, ela que tirou da buceta e botou no cu, eu falei serio e ele falou serio, ai eu perguntei a ela e ela confirmou alegando que não queria goza a gora e dexou ele comer o cu dela, ai chegou a amiga dela chamou ela para dançar lá no meio, ai eu falei pra não demorar porque eu já ia embora já estava tarde, fiquei bebendo com os dois ali e era só elogios para minha mulher, logo o irmão da colega dela vei e falou pra mim, deixa eu comer a bucetinha da sua mulher, meu cunhado comeu a buceta e o cu e eu só comi o cu, ai eu falei que nos já estávamos indo em bora, ele ficou incistindo e falou, olha lá tem um cara sarando ela ele vai acabar comendo e eu não, ai eu olhei e tinha um cara tipo gogo boy , sarando ela, ela olhava pra mim e ficava rindo, o cara cigorou na cintura dela e começou a passar a mão por baixo do vestido dela, ele deve ter percebido que ela estava sem calcinha, e ela ficava rindo, ai eu fui lá chamar ela, cheguei perto dela e falei para nos irmos, e o gogo boy não desgrudava da cintura dela, ai ela falou agora que ia ficar bom, ai o gogo boy falou vai levar ela ? eu falei vou, ele falou deixa só mas um pouquinho, eu falei que tinha que ir, ele falou em tão deixa ela da só uma reboladinha aqui, quando eu olhei o cara já estava com o pau para fora tentando comer ela, ai sem espera eu responder ela pegou o pau dele e encaixou dentro da buceta e começou a rebolar, e falou mete ai um pouquinho, e logo tirou de novo e saiu rindo, eu falei pra ela que o irmão da colega dela queri comer ela de novo mas a gente estava indo em bora, ai ela falou uma coisa que eu nunca pencei de ouvi dela, ela falou, chama ele pra ir com a gente pra casa quero fechar a noite com chave de ouro e a manhecer com dois homens na cama, eu falei para ela, vc esta muito piranha hoje amor, ai ela falou, amo eu não goze ainda com o tezao que eu to eu deixo todo mundo dessa festa me comer, caralho meu pau endureceu na hora, chamei o irmão da colega dela para nos irmos, mas eu estava de moto, ai ele falou só se eu for atrás dela e riu, eu falei pra ele, vc já comeu o cu da minha mulher vc acha que eu vou me importa e ri, ai eu sentei , ela sentou e ele sentou atrás, ai ele falou pra ela senta no meu colo pra vc ir com meu pau dentro de vc, quando eu olhei pra trás, ela não estava mesmo sentando no pau dele, ai ela falou esta me machucando é muito grando, e tirou o pau dele, chegando em casa, eles já sairão entrando e eu fui guardar a moto e fechar o portao e as portas, quando eu entrei no quarto eles já estavam pelados e ela de boca no pau dele, e ela me falando, olha amo o tamanho, ela parecia uma criancinha que tinha ganhado um pirulito gigante, ai ele ficou deitado na cama e ela de 4 chupando ele, ai eu cai de boca na bucetinha dela, ela gemia e chupava com uma vontade imença, aquilo fazia eu quase explodi de tezão, comesei a chupar a buceta dela e a centir um gostinho meio salgadinho, quando eu olhei estava escorrendo porra do cu dela para a buceta, botei o dedo dentro do cu dela para sai mas e começou a sair aquela porra branquinha ai eu abri a buceta dela e a porra saia do cu e caia direto dentro da buceta dela, escorria muito, ate que acabou, eu cheio de tezão não perdi tempo e terminei de limpar o cu dela lambendo, continuei a chupar a buceta dela quando ela deu uma inclinada pra trás eaquela porra de dentro dela caiu lambuzando minha boca e uma parte grande dentro da minha boca, vc acha que eu cuspi, engoli feito leite condensado e ainda fiquei lanbendo a buceta dela, ai ele botou ela de 4 e começou a socar e eu dei meu pau para ela chupar, foi a cena mais bonita que eu já vi, de ves em guando ele se empolgava e botava o pau todo e ela gritava, ela começou a gemer mas alto e chupar meu pau mas forte, anuciando que ia gozar eu não aguentei e gozei na boca e nacara dela, ai ela gritou gemendo to gozando caralho, ai ele se empolgou também e começou a socar aquele pau enorme dentro dela, e ela começou a gritar ai caralho, ai caralho, vi que estava machucando ela e falei, devagar esta machucando ela, ai ela falou uma coisa que ate me assustou, ela falou gemendo e gritando, deixa ele rasga essa porraaa, logo em seguida ele gemeu e falou to gozando, e ela rebateu falando goza dentro dessa buceta arrombada, e ele gozou desfalecendo em cima dela, ai ela olhou pra mim e falou, gostou amor da sua piranha dando para outro, olha isso aqui tem um homem deitado em cima da sua mulher com o pau dentro dela e a bucetinha dela cheia de porra, não era isso que vc queria, ai ela falou para ele, me beija pra meu marido ver que eu não só mas só dele, ai ela ficou beijando ele e me olhando, mostrando que estava gostando de ter outro homem, ai ela viu meu pau ficando duro, falou rindo, esta gostando né safado, ai ela tirou o pau dele duro ainda da buceta e falou come meu cuzinho pra meu marido ver outro botando a mulher dele para chorar, ela mesmo pegou o pau dele e botou dentro do cuzinho dela, e começou a gemer falando, ai amor ele esta comendo meu cuzinho, ai ele começou a socar mas forte e ela ficava olhando para mim gemendo e falando, ai amor ele esta comendo meu cuzinho, ai amor o pau dele é muito grande eu vou chora, ai meu cuzinho amor, ai meu cuzinho amor, e ele socava com raiva, ai eu não aguentei dei duas punhetada e gozei, fiquei olhando ele socando nela ate que ele gozou, e logo fomos dormir, ela falando que ia dormir com ele porque hoje ela era a piranha dele. Não da para contar nesse conto o que a conteceu no outro dia, depois eu conto. Teve muito mas depois.
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.