RSS contos eroticos

Conto Erotico MINHA INICIAÇÃO NO FIO TERRA

Boas para as pessoas que gostam de ler Contos Eróticos gostam de ler esses contos, acredito que uns são verdadeiros e outros de pura imaginação, mas tem alguns mesmo sendo imaginário dá uma grande excitação, ou seja, é muito legal ler essas histórias. Mas vamos lá, tenho 56 anos, divorciado a algum tempo, tenho 1,70 de altura 79 kg, cabelos grisalhos, curtos, tenho uma profissão que meche muito com as pessoas, sempre tive a mente aberta para a sexualidade, sempre respeitando o gosto de cada pessoa, cada um dá o que gosta. Depois que me separei, comecei a usar a net para achar alguém para sair, namorar ou até mesmo para ter um relacionamento mais sério, tive algumas aventuras, só uma saidinha sem nada acontecer, mas também tive bastante que renderam altas fodas, de tirarem o folego, sair do motel com o pau esfolado. Mas vamos ao que interessa a namorada atual também conheci na net, num site de relacionamento, ela tem 56 anos também e temos a mesma profissão, ela tem 1,68 de altura, loira, seios muito bem feitos, um pouco gordinha, ou seja, tem sustância para pegar, e uma linda bucetinha que é muito boa de chupar, principalmente seu grelhinho, um tanto quanto avantajado, parece um pauzinho que estou chupando, muito gostoso. Na primeira vez que nos conhecemos foi em um Shop, cheio de pessoas, sabe como é, não conhecemos as pessoas ainda, ficamos conversando mais ou menos umas cinco horas, até o local fechar, ficando de nos falarmos outro dia, assim o fizemos saímos no final se semana, fomos a um barzinho para conversar, mas lá começou a pegação, vários beijos na boca passa a mão aqui ali, e de repente ela pega no pau e dá uma apertada gostosa, fazendo com que ele ficasse mais duro ainda, não tivemos duvida pedimos a conta e saímos correndo para um motel, mas como era final de semana, a fila de espera era muito grande e a excitação falava mais alto resolvemos ir para um driven, pelo menos para ter uma pegação mais gostosa, pois ficar nas ruas de sampa é muito perigoso, muitos assaltos e por ai afora. Quando estávamos entrando no driven voltamos a ser adolescentes, uma euforia muito gostosa, entramos do box e começamos a nos beijar muito, aqueles beijos que as amidalas vem a boca, um chupando a língua do outro, muito gostoso, beijo de tesão mesmo. Nesse momento falei, vamos para o banco de trás do carro, pois em muito mais espaço, podemos ficar mais a vontade, assim mudamos de lugar, no banco de trás ela já tirou a blusa e mostraram aqueles peitões gostosos, que enchem as duas mãos juntas, um biquinho maravilhoso de se chupar, mamaram como um bezerro desmamado, e por sua ela gemia muito de excitação, nisso comecei a tirar a sua calça, deixando-a de calcinha, bem pequena, atolada na bunda, passei a mão em sua xoxotinha, por cima da calcinha mesmo, e está estava toda molhada de tanta excitação, ela me pedia para colocar o dedo dentro dela, quase eu me implorando, mas me fiz de rogado, tirei a calcinha e cai de boca naquela xoxotinha gostosa, toda molhadinha, que chegava a escorrer pela perna, chupei muito até ela gosar na minha, me fazendo sentir seu gosto, sentir seu cheirinho de excitação. Depois foi a vez dela me dar prazer, começou beijando meu pescoço, tirou minha camisa chupou meus peitos, mordiscou meu mamilos, que dá uma excitação muito grande, meu a essa altura já queria furar a calça, de tão duro que estava, ela foi me despindo bem devagar, eu implorava para abocanhar meu pau e ela para me torturar ia bem devagar, desabotoou minha cinta, abriu o botão da calça, ai a tirou, só a calça, deixando a cueca por último, e por cima da cueca começou a mordiscar meu pau, pegava ele com gana, apertava, esfregava fazia de tudo, até que não aguentei, eu mesmo acabei me despindo todo, ficando de pau a amostra, ele é do tamanho normal da media brasileira, mas nunca ninguém reclamou que era pequeno ou grande demais, tamanha ideal para comer um cuzinho sem machucar e dar muito prazer, minha namorada que fala isso, mas voltando ao driven, quando viu meu pau todinho de fora não deu outra caiu de boca, chupava muito, lambia de cima para baixo, de baixo para cima, colocava ele todinho na boca, como ele é do tamanho normal entrava todinho em sua boca, chupava as bolas do saco, colocava todinha na boca, lambia, estava fazendo misérias no meu pau, eu não aguantava mais, queria gosar, mas quando ela percebia que estava quase gosando ela parava dava um tempo, em uma dessas lambidas para baixo chegou ao períneo, aquele pedaço de espaço que fica entre o saco e o anus, quando ela passou a língua lá subi as nuvens, nuca tinha sentido isso, ela vários minutos lambendo, babando, deixando sua saliva escorrer, mais para baixa, deixando meu cuzinho todo molhado, depois ela me falou porque fez isso, lambeu meu cuzinho deliciosamente colocando a ponta da língua dentro dele, obs: antes de sair de casa tinha feito uma chuca, foi ai que senti uma leve pressão no meu cuzinho, era o dedinho querendo entrar sem pedir licença, quando dei por mim, ela já tinha enfiado todo o dedo dentro de mim, senti uma leve pressão na próstata, o que fez eu delirar, sentir o que nunca tinha sentido antes, logo depois colocou outro dedo, ficando dois lá dentro, o fez eu sentir muito mais tesão. Ai ele começou a me comer com os dedos, num vai e vem muito bom, a essa altura estava quase gosando sem mesmo colocar a mão no pau, foi ai que ela começou a me chupar de novo, não deu outra gosei rapidinho em sua boca, onde ela engoliu todo me leitinho e querendo mais. O que fica para outros contos. PS. Foi ai que fui iniciado no fio terra, nunca tinha feito isso antes, e até hoje em nossas transas ela me come muito gostoso, em outros contos falarei como ela me come e a como.
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.