RSS contos eroticos

Conto Erotico Mudanças de um casal,agora liberal-3

Depois des segunda brincadeira fomos para churrasqueira enquanto as mulheres voltaram para picina, comentamos sobre o tinha acontecido , Capitão sempre muito espirituoso, falou, comigo, acho que vc ja esta acostumando! Eu com um sorriso meio sem graça , respondi, acostumando a que? Ele na mesma hora a ser corno manso como Claudio, eu disse se isso que estamos fazendo aqui significa isso, então sou , corno manso. Vanderley logo retrucou, é verdade mesmo que não tem nem 3 meses da sua primeira esperiencia? Eu respondi: Esta aqui o autor do feito e apontei para Fernando sentado em um banco bebendo uma cerveja. Vanderley pergunta: como conseguiu essa proesa? (Não vou contar tudo que Fernando falou porque ja escrevi nos primeiro conto.) Vanderley disse , amigo vc tirou a sorte grande, dificil isso acontecer assim ,è que era para acontecer mesmo. Claudio , logo em tom de gozação disse esse merito e meu e de Marlene que ficamos conversando com Vera quase uma hora sobre o assunto e percebemos a carensia que ela vinha tendo, logo retruquei Carensia? que carensia!?Sempre tivemos uma vida sexual bem intensa nunca deixei a peteca cair. Claudio logo se descupou e disse me esprecei mau , não é carensia de sexo e sim de algo novo no sexo, eu e Marlene sentimos nela um interece muito grande no assunto, Marlene em uma das vezes que foi ao banheiro com ela ouviu ela gemer quando estava urinando, isso é tipico de mulher que esta exitada! Nisso fernando disse eu prestei atençaõ no papo mas não imaginava que pudesse vir acontecer. Capitão então falou para felicidade de todos aconteceu e agora temos mais um casal de amigos para divertimos , cada um do seu jeito, quando algum de nós não quiser mais , tudo bem contimuaremos amigos, aqui não se faz nada sem querer. Falando nisso , Capitão vira para Vera e fala temos que inicia-la no DP,minha esposa espantada fala , DP? Que é isso? Capitão disse deixa a gente se recuperar que vamos ensina-la, ele pergunta , e aí maridão pode? Eu sabendo do que se tratava, apenas disse , conversem com ela se ele topar, façam o que quiserem só permita que assista, Marlene empolgada fala, Capitão ja vou dando as dicas para ela tá! Vai preparando! Capitão logo recruta Vanderley e diz , vamos iniciar essa putinha? Vanderley sentado do meu lado fala demorô!!! Nesse momento olho para picina e vejo Marlene gesticulando com Vera entre risadas e apreençaõ por parte de Vera. Continuamos batendo papo a sol começava a enfraquecer já eram quase 17:00 horas, ela vieram sentar com gente minha esposa sentou entre eu e vanderly e Marlene entre Fernando e Capitão, Já Claudio estava em pé tinha acabado de dar um mergulho na picina estava se secando. Marlene vira e fala algo no ouvido de Capitão ele da um leve sorriso e olha para Vera, que percebendo ficou um pouco encabulada, se pode-se dizer de mulheres semi nuas entre 5 homens, se caberia isso. Marlene da um beijo melado em Capitão e diz estamos indo pro quarto tá , e chama Vera para ir junto. Vera logo se levanta da as maõs a Marlene e saem juntas conversando baixinho. tomamos mais algumas cervejas e percebo que Capitão sai de fininho dizendo que iria no banheiro. Passados alguns minuto Vanderley, fala pra gente é melhor Vêr o que esta acontecendo, ta muito quieto la dentro. quando entramos no quarto vemos um sena sul real , Marlene deitada na cama com minha esposa sentada na sua boca e capitão bulinando seu anus com dedos e ela se contorcendo na boca de Marlene. Nisso Capitão olha pra traz e fala pensei que tinha que parar aqui para chama-los, , ela ta quase no jeito disse ele para vanderley, vanderley se junta aos três se abaixa e começa lamber junto com marlene a xana de Vera que já pedia para alguém escora-la já que estava tendo multiplos orgasmos, fui segura-la ela suplicava para eles não pararem, que ela estava gosando, aos poucos Marlene foi saindo de baixo dela e no seu lugar Vanderley, e logo que saiu foi ate fernando pedindo que beijasse ainda dizendo toma suco da putinha que vc iniciou ao lado de Claudio que olhava e insentivava para que Capitão não deixasse Vera respirar aos poucos vanderley ia se afastando e entrando com seu abdomem por baixo de Vera enquanto Capitão ja com um dedo na anus e outro na xana não dava tregua para minha mulher respirar eu a segurava e sentia ja sem força, derrepente sinto um cutucão nas pernas era Vanderley me pedindo licença eu largo ela ela cai em cima do peito de Vanderely que abraça e começam em longo e apaixonado beijo que parecia que ela ia engolir a boca dele , eu ao lado da cama ja de pau na mão assistindo tudo aquilo, percebo a maõ de vanderley pegando no seu pau e direcionando para xana de Vera que mau sentindo ja soltou seu corpo de uma vez só no pau de Vanderley , enterrando tudo, ela ja bem curvada Capitão aponta seu pau na direção do rego dela e começa pincelar, olho para outro lado da cama esta Claudio aos beijos com Marlene enquanto mastuba o pau, revesando entre a boca do marido e a pica de fernando que por sua vez afaga um dos seios. Capitão ordena que eu ponha camizinha nele, eu ja levei a mão na cabeceira da cama, rasguei o saco com os dentes e foi rapido para que não atrapalhasse, emcapei a cabeça e o resto foi colocando com boca conforme o macho da Vera, mandava. Por fim ele ainda pediu que desse uma cusparada no anus dela , coisa que fiz, ja que minha boca estava cheia d'agua. aos poucos ele foi intruduzindo se pau grosso dentro do rego enfiava e colocava mas ja estava tão relaxado que acho que ele fazia só para estiga-la enquanto ela implorava que colocasse logo que ja não aguentava mais, que queria ele dentro dela , dizendo palavrões e implorando que ele enterrasse tudo, como seus gritas ja estavam além do que poderaimos aguentar coloquei meu pau na sua boca , que acho que ela nem percebeu que era meu , foi logo abocanhando com estrema gulodisse, nessa altura Marlene no chão oferecia sua bunda para fernando que de joelhos penetrava com vigor enquanto ela chupava o pau de Claudio. enquanto isso os dois que estavam na minha mulher não gozavam e em movimentos cordenados deixava minha esposa louca de enfiar as maõs nos cabelas e ficar como uma louca, entre uma mistura de choro risos,e gemidos. depois de uma 10 mnutos Vanderley avisa que vai gozar, ela fala gosa.. gosa .. gostoso na minha buceta! Capitão começa urrar como um leão ja avizando que também iria, minha mulher ja mamava meu pau que ja tinha gozado a tempos ja semi mucho, capitão segura ela pelo ombros empurrando para traz, e solta um grito, aiiiiiiiiiiiiii que cu gostosoooooooooo! Da umas estocadas fortes e gosa, de chegar dobrar as pernas, ela ainda deixa mais um pouco o pau enfiando mas minha mulher ja estenoada, se joga em cima de Vanderley , quase desmaida,Capitão corra para banheiro, pois a camizinha parecia suja por fora. aos poucos fomos nos desagarrando eu ajudei-a minha esposa a se levantar ja que estava pingando suor por todo corpo,Marlene ainda aos beijos com Fernando depois da tranza entre eles. Claudio , estava na sala bebendo, minha mulher me pediu a toalha pois ia tomar banho no banheiro da picina, deixando o banheiro da casa para os outros tomarem banho, aprovetei peguei a minha também e fomos nós dois tomar banho juntos. abri a ducha ela reecostada no box, me pediu um abraço ,nos abraçamos nos beijamos, meu pau deu sinal de vida, ja que a ao me abraçar segurou nele ela virou de costas para mim e falou come minha bunda amor, não é justo que todos tenham comido menos vc! Se apoiou na parede enquanto eu entrava por traz, senti muita facilidade na penetração ,mas não liguei estava quentinho segurei pela sintura e comi ela que gemia, dizendo que era tudo muito gostoso que parecia um sonho! Ainda namoramos mais um pouco no chuveiro, saimos de la alguns ainda se banhavam enquanto outros ja se arrumavam ,a festa estava no fim anoitecia rapido, cemeçamos ajuntar as tralhas depois de tudo deixamos o isopor por ultimo para tomar saideira. Capitão se vira e fala é ai putinha gostou? minha mulher com sorriso dessa vez sem nenhuma vergonha segura no seu queixo e diz, o que vc acha,e da um suculoso beijo na boca os dois se abraçam e ficam de labios colados por quase um minuto, ela acaba de beija-lo se vira e fala vc também me agarra e me beija da mesma forma, todos em volta vibram, demonstrado felicidade que contagiava a todos, inclusive a mim Acabamos de nos despedir , prometendo novo encontro a ser confirmado,mas que pela vontade de todos não deve demorar muito.



Gostou? Então Compartilhe!