RSS contos eroticos

Conto Erotico Strep Tease da sedução

Caros leitores estou aqui novamente para dividir com vocês mais uma de minhas fantasias realizadas com meu noivo Bob, um moço de porte atlético, cabelos pretos, lisos, tem 1,75 aproximadamente, uma expressão máscula, heranças dos antepassados indígenas...Como havia comentado moramos em cidades distintas e tornamos a distância não é impedimento pra que eu o provoque... Diariamente nos conectamos pra matar ou aumentar ainda mais a saudades e tem dias que não consigo me controlar, principalmente quando ele está todo carente... Daí minha imaginação flui peço para ficar com a cam ligada. Coloco a calcinha mais provocativa (aquelas bem pequenas fio dental) um vestidinho, ou um short curtinho e uma blusinha q revele bem o decote e insinue meus seios e coloco os óculos pra dar a entender q estava estudando...

Começo a brincar com os óculos colocando em minha boca, abaixando os de forma sensual, mordendo meus lábios, de vez em quando me levanto para mostrar como estou vestida andando rebolando para que ele veja a marca da calcinha na roupa... Em um dia desses resolvi começar a conversar sem a cam estar ligada quando percebi que ele estava carente resolvi ousar ainda mais... E, diga-se de passagem, que adoro provocar. Em uma de nossas conversas virtuais percebi que ele estava muito carente e nesses dias adoro causar um frison, fazendo que ele ficou ainda mais com vontade de me possuir.Comecei a conversar com a web cam desligada e tudo que ele eu fazia dar um ar de malicia fazendo nossa conversa fluir para o campo da sexualidade, tornando-se a conversa mais picante e ousada. Enquanto isso, coloquei uma meia arrastão preta e um salto alto, fio dental minúsculo também preto, fiz aquela maquiagem, prendi os cabelos (rabo de cavalo) e passei um batom vermelho.

Posicionei a cam de um modo que ele só pudesse ver meu rosto. Durante a conversa fui abrindo a imagem para que ele fosse vendo cada detalhe do meu figurino e coloquei uma música sensual no PC e fui me insinuando para ele dançando, percorrendo todo meu corpo com minhas mãos, rebolando na frente da web cam, sentei na cadeira com as pernas abertas e ficava rebolando como se o cacete duro e gostoso dele estivesse ali, fazendo caras e bocas já quase gemendo de tanto tesão só de ver a expressão facial dele, comecei a tirar o sutiem de forma bem insinuante ficando de costas desprendendo o fecho do sutiem, girando lentamente meu corpo e segurando o sutiem com as mãos, fui tirando cada alça lentamente com uma cara de puta derrepende deixo deslizar no chão a peça, nisso comecei a acariciar meus seios e exibi-los na cam. Nisso ele me dizia que eu estava muito gostosa e que era uma safada em ficar provocando-o, sabendo que ele estava tão longe. Respondi que era para ele saber o quanto a mulher dele continua gostosa e o quanto meu corpo ansiava pelo dele...Doida para fazer amor... Ficava ainda mais doida e safada ao vê-lo se masturbando para mim...

Continue com a dança, só que dessa vez comecei a retirar a calcinha lentamente sem pressa, virando de costas mostrando minha bunda e como a calcinha estava pequena e bem atoladinha na minha bunda... virando a frente e fazendo de conta q iria tirar a calcinha, rebolando a cada expressão de Tesão intensificavam as provocações... Até que vi que ele não agüentaria mais daí fui tirando a calcinha sem pressa...Depois comecei a acariciar minha bucetinha (ou minha grutinha como ele adora dizer), com tesão, esfregando-a com minhas mãos, enfiando meus dedos deixando-os molhadinhos, ia acariciando meus seios e minha grutinha já estava toda molhadinha, colocava um dedinho e ia rebolando bem gostoso, depois fui colocando outro dedo, massageando minha grutinha que já estava quente e úmida e consequentemente eu estava gemendo de tanto tesão, mordendo meus lábios, mostrava pra meu noivo meus dedos todos molhadinhos de tanto tesão e colocava na boca e chupava todinho o mel não deixando desperdiçar nada... Até que não agüentei e gozei ali na frente da web cam para o meu macho me ver toda gostosa. Gozei olhando para aquele cacete todo duro e gostoso.