RSS contos eroticos

Conto Erotico Um dia de perversões

Olá, depois de ler muitos contos eróticos aqui decidi contar algumas experiências minhas, demorei de passar de leitora a escritora pelo fato de não ter muita intimidade com os recursos de privacidade do pc e sempre tive medo de que alguém descobrisse que eu gosto desse tipo de leitura. Eu sei que muitos contos publicados são fantasiosos, mas eu só vou relatar aqui experiências reais. Tenho 22 anos, cabelos longos, lisos e negros, olhos castanhos, sou magrinha de seios grandes e bumbum não é o meu forte, meus principais atributos são os seios, que são grandes e ficam mais evidentes pela meu corpo magro e cintura fina. Outra coisa que impressiona os "mais íntimos" é minha super lubrificação, que chega a escorrer pelas minhas pernas dependendo do meu nível de excitação, digo a vocês que estou minando só de escrever essas palavras. No feriado eu e meu namorado fomos pra uma casa de praia com diversos outros casais e os pais de uma amiga, lá ainda estavam alguns primos dela com suas namorados e outros solteiros, era uma casa grande, só que os casais estavam separados, pq não tinha quarto pra alojar as intimidades de todos. Eu fiquei com minha amiga, dona da casa, no quarto dela e as outras pessoas espalhadas pelos quartos divididas por gênero. Durante o dia estava aquele clima de pegação, depois de uma tarde na piscina eu fui tomar banho na suite da minha amiga, até ai tudo bem, o fato é q quando os meninos voltaram do futebol, faltou banheiro pra todo mundo ao mesmo tempo e os primos da minha amiga usaram o banheiro da suite, eu nem me lembrava que tinha deixado meu biquine pendurado no banheiro, tomei um susto quando entrei no banheiro e encontrei meu biquine no mesmo lugar, só que banhado em esperma, todo gozado... eu fiquei parada, estava só, trancada no banheiro, estava raivosa, mas minha buceta já escorria eu estava imaginando quem teria feito aquilo e se teria sido apenas um deles, eu achei q era muito esperma que uma ejaculação só. Deixei o biquine na bancada e sentada no vaso comecei a me masturbar, estava até com nojo, o biquine estava gozado bem no lugar da minha buceta, ficava maginando o tarado se esfregando no biquine e imaginando perversões com meu corpo, depois de alguns minutos de masturbação eu já estava alucinada de tesão, o nojo desapareceu e eu já estava esfregando aquele esperma nos meus seios... suada e lambuzada de esperma de um desconhecido. Imaginava lamber tudo, mas me limitei a esfregar aquilo nos meios seios e barriga. Depois disso, recomposta, tomei banho, lavei o biquine e ainda estava excitada, queria sexo! Saí do banheiro, fiquei no quarto, minha amiga entrou, depois meu namorado... ela, como boa amiga percebeu o clima e disse q poderíamos passar algum tempo a sós ali trancados, que qualquer coisa ela ligaria no meu cel. Meu namorado estava meio bêbado e cheio de tesão também, não comentei nada sobre o ocorrido. Foi só trancar a porta e ele foi logo tirando o pau da bermuda, só que o safado pulou pra outra cama e disse: vou te fuder aqui, na cama da sua amiga, comecei a chupar o pau dele... e ele: cospe, lambuza bem! Ele mesmo cuspia no pau e me mandava chupar, ele adora quando eu lambuzo bastante o cacete e enfio o máximo que dar na garganta. Eu estava usando uma blusa preta de manga comprida, colada, que contornava o volume dos meus seios, eu tenho auréolas grandes e meus mamilos já apontavam pela superfície da blusa, ele sempre pede pra eu deixar os seios nus, balançando a cada solavanco, só que no meio do boquete ele encontrou o babydoll da minha amiga na cama dela e me pediu pra vestir... ele já estava cheirando e se esfregando no shortinho do babydoll... Ai eu entendi q de fato Todos os homens são iguais...kkkk... eu tirei minha blusa e vesti aquela camisolinha... tirei meu shortinho e fique com minha calcinha minuscula e um "vestidinho" emprestado q deixava minha bunda de fora e meus seios querendo pular pelo decote... ele perguntou: Pq sua amiga saiu? Ela podia assistir... Fantasias rolando a solta... ele me pôs de quatro na cama, baixou minha calcinha até o meio das coxas e caiu de língua na minha buceta e cu. Eu de quatro, tentava encobrir e bunda com a camisola que ficava escapando e expondo minha buceta e meu cuzinho. Já fazia algum tempo que não fazíamos anal e ele insistindo, mas aquele dia nao ia dar pra negar... bebida, tesão a mil, ambiente gostoso... afinal era a cama da minha amiga! A essa altura ele já estava com o dedo entrando e saindo do meu cu, cuspia e juntava mais um dedo, até começar a forçar seu pau no meu cu, era um cogumelo grande tentando invadir um botãozinho de rosa. Estava um clima de confiança e agressividade, ele empurrava forte enquanto eu tentava escapar e dosar a penetração... ele socava, socava, depois tirava o pau e ficava admirando, cuspia lá dentro e voltava e bombar. Daí ele fez questão de tirar uma foto no celular pra que eu visse o tamanho da dilatação do meu cu, realmente parecia que nunca mais ia voltar ao normal, como eu sou magrinha, aquele buracão no meio da minha bundinha parecia uma cratera. Nós estávamos fazendo loucuras na casa, no quarto e na cama da minha amiga, sem falar que ouvíamos as vozes das pessoas pela janela e eu ali vestindo a roupa da minha amiga, de quatro, com um cacete entrando e saindo do meu cu, separados por uma parede de uma dezenas de pessoas estranhas, mas eu queria era gozar... depois de receber a pica dura dele no meu cu e seus dedos na minha buceta lambuzada eu já tinha gozados algumas vezes, ele queria gozar no meu rosto... mas eu mesma cuspia na minha mão e levava ate meu cu enquanto ele admirava o tamanho que meu cuzinho podia alcançar, lubrificava e pedia mais, ele não aguentou e gozou dentro do meu cu mesmo... e como nos filmes que a gente assistia as vezes... era a hora de eu expulsar aquele leite grosso do meu cu... ainda de quatro eu ia expelindo em meio a sons um tanto desagradáveis...kkkk e o leite ia escorrendo pelas minhas coxas.. ele admirando a cena, espalhava nas minhas coxas, enfiava dedos no meu cu, ele ja estava desfalecido e eu temporariamente satisfeita. Tomamos banho, abri a janela pra dissipar aquele cheiro de sexo que estava no ar... mais tarde descemos, ficamos conversando até tarde e eu pensando no dia erótico que tinha tido... depois de muita conversa fiada, fomos dormir, me separei do meu namorado, e voltei ao quarto, minha amiga já queria saber tudo que tinha rolado... eu fui logo dizendo q a cama dela era a outra e que eu tinha ficado super sexy com o babydoll dela... ríamos muito, somos muito amigas, sem segredos, contei tudo, ela queria ouvir com detalhes, contei do lance do biquine no banheiro, ela ficou pasma, elegeu alguns suspeitos... estávamos num papo solto, mas não vão pensando que rolou nada entre nós... o que houve foi que depois de desligado o som... alguns garotos ainda ficaram bebendo e conversando num area que tem do outro lado da casa, bem embaixo da nossa janela, eu estava excitada por conversar com minha amiga sobre tudo aquilo, ela perguntava como estava meu cu, como era o pau do meu namorado, se ele tinha imaginado estar fudendo ela, detalhe... ela nao se importou em vestir o baydoll que eu havia usado a pouco sendo fodida... ela dizia q ia sonhar sendo fodida tbm e ficamos nessa conversa excitante, mas sem segundas intenções... mostrei a foto que estava no meu cel...ela custou a entender... depois foi gargalhada... continuamos conversando e ela olhava minha bunda, olhava a foto e ria... só que ai começamos a ouvir a conversa dos rapazes, eles falavam baixo algumas vezes, mas a acústica do local levava claramente os sons direto pra nossa janela... e o papo era mulher... diziam: Porra, ta cheio de gostosa aqui. Um tirando sarro do outro, dizendo que não pegavam ninguém, aquela conversa boba de homem... falavam de uma ruiva gordinha que dois deles já tinham pagado... que era gostosa e engolia esperma... e o papo ia ficando mais pesado... e eu e minha amiga ouvindo atentas. Falavam de um cara q era corno, que a namorada dele era puta, tinha fodido com dois no banheiro de uma festa... que uma das primas da minha amiga que namorou um deles por um tempo tinha um bucetão, com os lábios gigantes, que aguentava uma mao na buceta... até que falaram da minha amiga, ai ficamos mais atentas.. estávamos nos duas na cama dela... tentando ouvir tudo e comentando... um deles falou: amanhã vou chegar nela, é gostosa demais, tava com um biquine rosa (ela é loira) , deve ser toda rosinha, cuzinho rosa, os peitinhos rosa, a bucetinha rosada engolindo meu cacete... e riam... Eu olhava pra ela, arregalava os olhos... certamente qualquer um deles tinhas perdido qualquer mínima chance de realizar aqueles ideias, mas ouvir aquilo tava excitando ainda mais a gente... o próximo lance da conversa foi sobre mim: E aquela magrinha gostosa? carinha de puta... é magrinha mas aguenta rola... só de meter no meio daqueles peitões eu já to feliz. Nenhum comentário sobre o ocorrido no banheiro, ai eu percebi q minha amiga estava com uma mao na calcinha, se acariciando...eu perguntei: Ai, ai, ai.. ta fazendo o q ai? ela falou: to me fazendo cócegas...kkk e vc não vá molhar minha cama... (estava se referindo a minha lubrificação excessiva). Eu virei de lado, também estava me acariciando, só a pele dos nossos braços se tocavam, cada uma se acariciando individualmente, só com um leve e casual contato corporal, perdemos a atenção a conversa e descansamos as cabeças sobre o travesseiro, agora nossas testas também se tocavam e uma podia perceber a respiração da outra, ficamos assim, sem qualquer outro contato, eu só percebendo a respiração forte e ofegante dela a alguns centímetros da minha boca, somos hétero, gostamos de uma pica bem dura entre nossas pernas, mas estávamos mais íntimas do que se estivéssemos nos beijado, quando ela gozou expirou forte e gemeu, imediatamente eu gozei também, expirando forte, ela sabia que eu tinha gozado... ficamos em silêncio... até q eu falei: vou precisar trocar a calcinha. ela disse: e o cu também... gargalhadas!!! dormimos juntas...como amigas... email: mgrapalida@gmail.com
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.