RSS contos eroticos

Conto Erotico APOSTA ENTRE MACHOS

...Somos seis caras machos,casados e amigos há mais de dez anos.Vou descrever todos.Eu(Rogério)também casado,2 filhos e hétero convicto;Carlos,28 anos,casado, 80kg,1.78m,másculo,com jeito de jogador de futebol;Marcos,30 anos,negro,casado há 6 meses,forte, e com um bigode sempre bem feito;João,24 anos,casado,baixinho e forte e muito machão com fama de comedor de bucetinhas novas;Wilson,25 anos,também casado e com um corpo perfeito de mecânico de peças pesadas e todo peludo e com jeito de macho rústico; e por fim Williams ,31 anos,o mais velho e o mais safado,e estava sempre com brincadeiras sobre sexo e sempre falando sacanagens e sempre falando que comia todo mundo. Estávamos todos bem empregados,mas queríamos um emprego seguro e resolvemos nos inscrever em um concurso federal,nos matriculamos num cursinho todos juntos e alugamos um apartamento só para virarmos a noite estudando.Estudávamos todos os dias.Até que num sábado,resolvemos tirar um dia de folga e bebemos umas cervejas e no meio do pileque,Williams saiu com uma das suas e disse:---Quem acha que vai ser aprovado no concurso?Como ninguém respondeu,ele continuou:---Que tal,fazermos uma aposta ,tipo um pacto firmado?Quem não for aprovado no concurso vai pagar uma prenda forte ,tipo coisa que nunca fez.Quem topar,sem saber o que será bata em cima na mesa coma mão direita.Todos bateram e toparam a aposta.Então,eu questionei:--O que vamos apostar e que prenda seria essa?Aí ,Marcos,o negro,vamos apostar os rabinhos,falou isso rindo num tom de brincadeira.Foi quando o Williams falou:Porque não?É algo que ninguém aqui nunca fez.E o silêncio foi total na sala...Mas ele continuou: Quem topa bate de novo em cima da mesa.Cinco bateram,menos Wilson que foi contra e falou que aquilo era coisa de viados e que ele nunca ia fazer uma coisa dessas.Foi quando Marcos falou que se ele não topasse teria que sair do grupo.Ele saiu pra varanda e depois voltou que toparia mas não sabia se teria coragem na hora.E perguntei como seria a aposta. E Carlos foi direto,calando todos:---Quem não for aprovado no concurso dar o rabinho pra quem for aprovado.Mas seria algo que morreria conosco!Todos concordaram! O dia do concurso chegou.Todos acharam que foram bem nas provas.Mas o resultado saiu na semana seguinte e Williams,Wilson e Marcos foram classificados;Eu,João e Carlos não conseguimos a classificação desejada.Nos reunimos para comemorar a vitória dos três e Williams como sempre safado,lembro da aposta e do pacto:---Quanto a aposta,como fica?Respondi que eu poderia providenciar o sítio do meu pai e poderíamos ir no próximo final de semana.Depois da minha sugestão,João nos lembrou que não era pra levarmos nossas esposas;só iria homens.João também sugeriu que cada um levasse seu pai.Concordância total. Na sexta –feira combinada,partimos para o sitio do meu pai.Todos fomos com nosso pais,homens.Todos os pais eram maduros de 45 a 55 anos e todos fortes e bem conservados e parecidos com seus filhos.Fomos em 2 carros e dentro dos carros,o papo só rolava em torno de sexo,sacanagem,em buceta,cú, gozadas;todos machos e bem resolvidos.Chegamos no sítio,arrumamos as bagagens e fomos arrumar os quartos para descansarmos. Depois todos fomos pra piscina.Éramos 12 homens muito a vontade.Muita cerveja e tira gostos pra todos.Quando estávamos todos meio bêbados e alegres, Williams deu a idéia pra ficarmos todos pelados,pois éramos todos homens.Todos aceitaram e tiraram as sungas e foi uma festival de cacetes de todos os tamanhos e grossuras.No meio da noite,ninguém se importava com mais nada,as vezes um esbarrava com o pau no outro,outro ensinava o outro a nadar e sem querer tocava o membro do outro.Foi quando o Williams,já bêbado e bem alto falou:---Será que ninguém lembra da aposta? E olhamos uma pra o outro.E ,Wálter,pai de Carlos,sem entender,perguntou que aposta era essa?Que os pais queria saber...E Williams,falou que era algo entre nós filhos,mas ele insistiu e os outros pais nos pressionaram,então o Williams falou tudo.Houve um silêncio total.Foi quando ,Jarbas,pai de João um dos que não foi aprovado, falou que se tinha se firmado um pacto íamos ter que cumprir e que a coisa teria que ser entre nós 6 e que eles não se importariam.Eles se retiraram de perto de nós e sentaram pelados nas cadeiras da piscina em frente a nós esperando a nossa reação.E Williams entrou e voltou com uma bisnaga de creme e nos mostrou.E falou alto,quem tinha sido reprovado no concurso: Eu(Rogério),Carlos e João.Quando olhei pro Marcos,ele já estava pegando no pau e se masturbando pra o pau endurecer e isso me deu um certo tesão e fiquei meio excitado e foi notado pelo Williams que falou que eu tava gostando da putaria.E nos mandou subir nas mesas que ficavam a beira da piscina.Carlos subiu na mesa primeiro e ficou de lado, depois fui eu e depois João.Marcos ,Willams e Wilson,pegaram o creme foram passando em nossos ânus e notei nas expressões dos meus amigos que não estava nada confortável pra eles. Mas nossos comedores começaram a preparar nossos rabinhos.Eles passavam cremes e enfiavam os dedos dentro de nosso rabos.Quem estava passando o creme na minha bunda era o Marcos,o negro,o mais bem dotado,ele devia ter uns 20 cm de cacete.E u me irritei com aquela tortura e falei:---Vai logo cara,vamos logo com esa aposta.Então ele foi bem mandado,untou o pau com o creme e foi colocando a cabeça no meu cú até aquele momento virgem,e enfiou e foi fazendo um movimento de vai e vem devegar.Comecei a gemer e olhei pra meu 2 amigos eles estavam sendo errabados também e a gente gemia,gritava e de repente comecei a sentir um prazer enorme naquele movimento dentro do meu reto,e quando olhei pra nossos pais, eles estavam todos se masturbando e pela primeira vez vi o pau do meu pai e o quanto ele era dotado.Mas fomos surpreendidos com os pais dos nossos comedores.Seu Nilton,pai de Marcos,meu comedor,veio e pediu ao filho pra tirar da minha bunda e enfiou o pau dele de uma vez e gritei,mas comecei a pedir mais.Carlos e João estavam sendo fodidos pelos pais de Williams(Seu Ferreira) epelo pai de Wilson(Seu César).Mas senti um tesão muito forte quando vi meu pai pedindo ao pai de Williams pra foder o Carlos.E meu pai enfiou no cú do Carlos e vi que o filho da puta tava gostando da rola do eu pai.Não suportei e pedi ao meu pai:--Pai,mete em mim também.Ele não teve dúvida e enfiou firme em mim e gritei num gozo delicioso.Senti que meu pai também tava gozando dentro de mim.Paramos pra um descanso e ficamos de longe vendo a foda daqueles machos num troca-troca de suor e esperma e ficamos ouvindo de longe os gemidos de prazer daqueles machos em delírio.Nossos pais nos foderam a todos....no final eles gozaram em nossas bocas e ordenaram que nos beijássemos pra selarmos nosso pacto e que uma vez no mês aquilo iria se repetir e que nós seríamos também machos de foda entre machos. Partimos no outro dia pela manhã com a certeza de que fizemos a coisa certa mas tudo entre machos.Palavra de Homem!
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.