RSS contos eroticos

Conto Erotico Dormi com o sogro usando a calcinha da namorada

Vou contar as minhas taras em vestir roupas femininas. primeiro falando de mim, tenho 34 anos, 1,75m, 82kg, olhos e cabelos castanhos, pele clara. namoro há seis anos com uma gata muito gostosa. quando era bem novinho iniciei minha vida sexual com um primo meu, ele dois anos mais velho. íamos brincar na casa dele e seus pais trabalhavam fora, ficávamos a tarde toda sozinhos. eu era muito ingênuo, e ele sempre que podia me encoxava ou passava a mão na minha bunda. eu não reagia, deixava. um dia ele me pegou por trás e ficou se esfregando na minha bunda, por cima do short, eu senti que algo foi ficando duro e me cutucava. foi me levando pro quarto dele, qdo entramos ele me jogou na cama e ficou em cima de mim, ficava esfregando e mexendo bem forte por cima do meu short. pediu pra tirarmos a roupa, como era muito bobinho, aceitei a brincadeira, não sabia nada de sexo ainda. depois de tirarmos a roupa me deitei e ele deitou em cima de mim, colocou seu pau dentro da minha bundinha, que sempre foi bem redondinha, empinada e gostosa por sinal (era o que diziam na escola). ele ficava mexendo, sentia seu pau me cutucando, como estávamos suados senti que começou a entrar a cabecinha. doía, mas não falava nada. o nosso suor lubrificava e foi facilitando a entrada. ele ficou um tempão assim, se esfregando e metendo a cabecinha no meu cuzinho. aí ele começou a meter mais rápido, seu pau já estava todinho dentro de mim, sentia uma dorzinha, mas estava gostando da situação, eu estava ficando com tesão daquilo. ele metia cada vez mais, e foi metendo bem forte, até que parou, ficou quietinho com o pau dentro de mim. não sabia o que tinha acontecido. aí, ele saiu e foi pro banheiro. eu fiquei sem entender porque ele tinha parado, passei a mão na minha bundinha e vi que tava escorrendo algo melado. bem depois é que fiquei sabendo que era a porra dele que saia do meu cuzinho todo ardido. ele me comia quase que todos os dias. algumas poucas vezes ele deixou eu comer ele também, mas como era muito novo, eu nunca tinha gozado ainda. ficava em cima dele metendo um pouco, depois lá vinha ele dizendo que era a vez dele pra me comer. comecei a gostar disso. ficamos assim acho que por dois anos, até que as famílias brigaram e não tive mais contato com ele. meu tesão ficava cada vez maior, tinha mesmo gostado de dar o cuzinho. então, em casa, sozinho, pra matar essa vontade louca, comecei a enfiar alguns objetos, como: cenoura, vidros de perfume bem fininhos e fui aumentando. o que mais gostava era o cabo de um rodinho, pois enfiava a parte da borracha do rodo na guarda da cama entre o colchão, o cabo ficava virado pra cama, aí eu passava um creme hidratante da minha mãe e metia bem gostoso no meu cuzinho. ficava metendo sem precisar ficar segurando o objeto com a mão. dava a impressão de que alguém me comia mesmo. ficava metendo, bem fundo, bem devagar, bem forte, tirava, metia, hummm... nossa... que delicia. nunca fui afeminado, mas sempre que ficava sozinho em casa tinha essa tara. gosto de mulheres, comecei a namorar, mas esse tesão era mais forte, queria sentir algo no cuzinho. não tenho atração por homens não, somente o tesão em sentir algo na bundinha. um dia eu fiquei na casa da minha namorada, pois todos foram viajar e eu fiquei pra olhar a casa. mexi nos armários dela, em suas roupas, vi lá suas calcinhas. estava dando um tesão muito gostoso e diferente, então peguei uma calcinha fio dental preta que ela ficava muito gostosa e experimentei vestir em mim. nunca tinha feito isso, o tesão foi tanto naquele dia que não dá pra contar. fui vestindo e enfiando todinha bem atoladinha na minha bundinha. depois ficava rebolando e desfilando pela casa em frente ao espelho. naquele dia bati uma punheta vestido com a calcinha e gozei como nunca. foi assim que comecei a gostar e sentir tesão em usar roupinhas femininas. já fiz loucuras por isso. fui cada vez mais adorando usar calcinhas, e outras roupinhas. quanto menores, apertadinhas e mais enfiadas melhor. agora, sempre que fico sozinho, na casa de minha namorada, visto suas calcinhas e fico desfilando pela casa. já vesti também maiô, bikini, que ficou divino, shortinho, etc. um dia estava com minha namorada em um hipermercado e vimos uns bikinis em promoção, ficamos escolhendo mas no fim não compramos nenhum. fiquei com muito tesão e com o bikini na cabeça. no outro dia eu fui sozinho pra esse hipermercado, pequei um bikininho pink, de lacinho e cortininha. peguei mais outras roupas pra disfarçar, coloquei na cestinha e fui no provador. não ficava guarda na porta, era pouco o movimento naquele horário. aí já viu, né. ali mesmo no mercado, tirei minha roupa e vesti o bikini, bem enfiadinho na bundinha, a parte de cima também bem pequena. noossssaaaaa que tesão. a vontade que tinha era de sair do provador assim, para que todo mundo me visse assim, estava muito gostosa mesmo, a bundinha redondinha com o bikini enfiadinho, humm. queria que o guarda me pegasse assim e me desse um corretivo... me recompus, vesti minha roupa, e comprei o bikini, que depois dei de presente pra minha namorada, com segundas intenções é claro, que nem desconfia dessa minha tara secreta. já vesti esse mesmo bikini em outra vez na casa dela. outra loucura foi quando também fiquei sozinho na casa de minha cunhada, que por sinal é muito gostosa, magrinha. mexi no armário procurando suas calcinhas, achei, inclusive uns conjuntinhos de calcinha fio dental e babydoll, hummm. experimentei várias, ficava com a calcinha toda enfiada desfilando pela casa dela. fica imaginando como seria se meu cunhado me pegasse assim e me comesse, assim com a calcinha da sua mulher. a última loucura que fiz, faz um mês, minha namorada foi viajar com a mãe dela e eu fiquei sozinho com meu sogro. fiquei para ir dormir na casa dela com ele. durante o dia, peguei várias calcinhas, uma camisolinha, bikini, coloquei em uma bolsa, junto com um vidro de esmalte e acetona e batom. fui sozinho pra um motel perto de casa, entrei como viajante. ai fiz a festa, passei esmalte vermelho nas unhas da mão, e passei batom. vesti as calcinhas e ficava rebolando. levei a câmera e tirei fotos assim. coloquei a camisolinha com uma calcinha fio dental que ficou um tesão. meu tesão era grande. ah, levei o rodinho também, deixei ele escondido no carro, e depois de vestir todas as roupinhas, meti o cabo do rodinho no meu cuzinho bem gostoso. ficava assistindo aos filmes pornôs e vendo aquelas mulheres gostosas metendo e agüentando cada pauzão no cu, e eu ali com o cabo do rodinho enfiado e mexendo gostoso. passei a tarde toda assim. antes de ir embora tirei o esmalte e tomei um banho. mais uma vez, não sou afeminado e ninguém desconfia dessas minhas fantasias. voltei pra casa de meu sogro. depois do banho, estava com tesão denovo, então pensei em dormir com uma calcinha da minha namorada. foi o que fiz, vesti uma calcinha fio dental preta de rendinha e uma calça larga de moleton por cima, fui dormir assim. dormi junto com meu sogro na cama de casal, porque a cama da minha namorada tinha sido desmontada, e não havia nada de mais dois homens dormirem na mesma cama não é mesmo. nossa eu não dormi direito, fiquei imaginando meu sogro descobrindo que estava de calcinha. fiquei virado de costas pra ele, já imaginou se dormindo a calça de moletom que era larga desse uma descidinha e mostrasse pra ele aquela minúscula calcinha que tava usando. que tesão....... certa hora da noite eu fui tomar água e estava na cozinha quando meu sogro também levantou, fiquei tremendo, com medo dele perceber a calcinha. mas ele não viu, voltei dormir. no dia seguinte acordei e fui tomar café da manhã à mesa com meu sogro, ainda com a calcinha enfiada na minha bundinha. depois ele saiu pra fazer uma caminhada e eu fui me trocar e tirar a calcinha. foi o dia de maior tesão que já passei. se alguém tiver experiências assim pra me contar ou trocar, ou fotos, me escrevam, adorarei falar com você... fr222@bol.com.br