RSS contos eroticos

Conto Erotico No banheiro na praia


Olá, tudo bem com vocês? Bem, meu nome é Ton, sou noivo de uma mulher, bisexual, hj moro em Natal/RN, mas morei em SP durante 28 anos. Comecei a curtir brincadeiras com homens na adolescência no começo acha q era apenas curiosidade, mas não... a coisa foi ficando séria e até hj, ainda estou nessa deliciosa vida. Bem, vamos ao conto... Estava em Pipa com a minha noiva, estava tomando sol na praia ao lado da minha noiva, eu disfarçadamente ficava olhando a mulherada desfilar aqueles corpos deliciosos, mas um Homem me chamou a atenção, aparentava ter a minha idade e era muito bonito. Fiquei observando-o por um bom tempo, não conseguia tirar os olhos dele, então ele percebeu , soltou um sorriu e Colocou a mão no pau, por cima da sunga, como se estivesse me oferecendo, olhei para outro lado para disfarçar, mas comecei a pensar como seria chupar um pau, sentir um pau todinho dentro de mim.
Resolvi dar um mergulho para tentar esquecer aqueles pensamentos. Entrei no mar e fui até aonde a agua batia no meu peito e fiquei boiando por um tempo. Sinto que alguém se aproximava , mas continuei boiando ,achando que poderia ser minha noiva, mas não era, era ele, que se aproximou e começou a puxar conversa.
Conversamos durante um tempo onde fiquei sabendo que se chamava Marcelo, morava no interior de são Paulo e estava de férias com a noiva.
Após um tempo ele disse que perceberá que eu o olhava ,eu fiquei sem graça, então ele sorriu maliciosamente e perguntou: -O que você achou? gostou do que viu?
Eu olhei fixamente para ele e sorrindo disse que tinha o achado muito bonito, então ele abaixou a sunga e segurando o pau ,que parecia estar bem duro em baixo d'agua ,me perguntou se eu queria pegar.
Olhei para os lados para ver se tinha alguém por perto e fui falando que alguém poderia ver o que ele fazia e assim me comprometer, ele me acalmou, dizendo que não era essa a sua intenção, mas que ali aonde estávamos ninguém perceberia o que esta acontecendo, pois estávamos com agua até a altura do peito.
Mais tranquilo , olhei na direção do Pau dele e mergulhei, ficando embaixo da agua ,então me aproximei e segurei o pau dele.
Quando voltei ,vi em seu rosto a vontade de que eu continuasse e eu também queria continuar, esperei que ele pudesse pensar em alguma coisa, então ele perguntou se eu não queria bater uma punhetinha pra ele no banheiro do restaurante da praia, fiquei feliz com a proposta e balancei a cabeça afirmativamente.
Quando saímos do mar , ele foi para o restaurante e eu fui até minha noiva e disse que iria ao banheiro e que pegaria uma Cerveja, caminhei na direção do restaurante, entrei e pedi para ir ao banheiro e lá estava ele, fingindo que lavava as mãos.
Quando tivermos certeza que não tinha ninguém além de nós , entramos em uma cabine, Primeiro eu entrei e me sentei no vaso sanitário alguns segundos depois ele entrou e se posicionou na minha frente ,e olhei em seus olhos e comecei a acariciar aquela rola por cima da sunga ,quando ficou duro eu abaixei a sunga dele até o joelho e ouvi ele dizer -Pega meu pau, meu viadinho, veja como vc o deixou.
Comecei a apalpa-lo ,envolvi minha mão naquele pau e senti como era quente, então comecei a punheta-lo, movimentava lentamente para frente e para trás, punhetando ele durante um tempo , as vezes acelerava os movimentos ,ele se contorcia de tesão, procurava fazer direitinho ,como seu fosse pra mim.
Olhei para ele e via que estava gostando muito, então ele me olhou com uma cara de safado e pediu para que a sua putinha fizesse uma chupetinha, sorri e sem parar de punheta-lo ,aproximei minha boca daquele cacete grosso e passei minha língua na cabeça rosada daquele Pau, senti pela primeira vez o gosto de um Pau na boca, ele botou as mão na minha cabeça e me fez engolir inteiro aquele Mastro, engasguei ,mas gostei e deixei ele foder a minha boca, estava gostando ,então tirei as mãos dele da minha cabeça e comecei a chupar feito uma Putinha sedenta por Rola, queria satisfazer o meu macho e Tinha que ser rápido, comecei a dar um trato bem gostoso naquele Pau, Chupava -o freneticamente ,então ele anunciou que ia gozar.
Tirei o Pau da boca e sem tirar os olhos dele, como uma putinha safada , masturbei rapidamente ,até que vi e senti o primeiro Jato de porra na minha cara, na direção do meu nariz, apertei o pau dele ,acumulando assim mais porra e soltei, foi lindo, outro jato voou na minha cara, melecando ainda mais minha cara ja cheia de porra. Coloquei o pau dele na boca novamente para sentir o gosto do restinho da porra que saia, o gosto era estranho ,então deixei escorrer entre meus lábios, ele me olhava e agradecia ,segurava o pau e batia na minha cara espalhando a porra, foi sensacional(eu parecia uma Putinha cheia de porra na cara) ,então ele colocou a sunga e saiu rapidamente, eu peguei alguns papeis higiênicos e limpei o meu rosto e em seguida sai ,lavei o rosto para limpar e tirar o cheiro da porra que aquele macho gostoso me deu, sai do banheiro e vi que ele havia desaparecido, fui ao balcão e pedi minha cerveja e voltei para o lado da minha noiva, que perguntou por que eu demorei, sorrindo, eu disse que estava no banheiro, matando a minha vontade, ela sorriu e perguntou se eu tinha matado a vontade...eu disse que sim que agora estava melhor..
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.