RSS contos eroticos

Conto Erotico O marido da minha tia me comeu

Olá,meu nome é Júnior,hoje tenho 20 anos,1.84 de altura,meio definio,sou de São Felipe(BA)e contarei o que aconteceu comigo há uns cinco anos,quando me mudei pra casa da minha tia. Naquela época eu estava pra entrar no ensino médio,e minha mãe achou por bem que era melhor sair de São Felipe e estudar em Vitória da Conquista,onde morava minha tia Márcia e o marido,Hélio.Quando cheguei,fui muito bem recebido por eles,e não pude deixar de notar o quanto que ele era bonito e charmoso,muito conservado aos 39 anos(já tinha atração por homens naquele periodo).Com o passar dos dias,o desejo foi ficando cada vez maior e decidi:quero sentir esse homem Pra minha sorte,nós tínhamos um tempo a sós.Minha tia trabalhava numa padaria e passava o dia fora,Hélio era segurança noturno,e ficava a manhã toda dormindo,nesse horario eu estava na escola.Então ficávamos a tarde toda sós,apenas eu,ele e o meu desejo. Um dia resolvi matar aula pra chegar em casa e ver se ele dormia mesmo.Olhando pela janela do quarto,que dava pra fora da casa,pude ver Hélio inteiramente nu,alisando seu cacete(e que cacete!)olhando para uma revista.Então entrei em casa e fui ao seu quarto -Hélio,você ja acordou?-entrei,fingindo espanto- nossa,me desculpa,não sabia que você tava desse jeito,com licença.... -Eu que peço desculpas,Junior.Mas você sabe né,tem que dar uma aliviada... -É,eu sei,mas eu conheço um jeito bem melhor de aliviar esse tesão-disse,com sorriso malicioso -E qual é?-ele pergunta.Me ajoelhei diante dele e comecei a chupar,de forma desengonçada, seu enorme cacete(que depois eu soube que tinha 27 cm,era bem grosso). -Isso,chupa gostoso chupa!Ain.. sempre soube que tu era viado,desde que tu botou o pé aqui em casa!Agora vai levar vara todo dia nesse rabo! E eu chupava ele todo,até o talo.Caprichei nas lambidas no saco(até eu me espantei,nunca havia dado na vida,mas agia como se nunca tivesse feito outra coisa).Hélio arrancou minhas roupas e me pôs de quatro na cama.Lambeu meu rabinho e, sem aviso prévio,começou meter pica -Humm,cuzinho virgem né,puta safada?Vou te arregaçar todinho! E ele ia metendo sem dó.Doia muito,pedi pra ele parar,mas não me deu ouvidos.Com o tempo a dor foi passando e eu so sentia prazer -Toma,toma rola nesse cu,viado!Toma! Ele me colocou no colo e eu comecei a cavalgar aquele mastro.Ele anunciou que ia gozar,eu sentava cada vez mais forte,até que meu cuzinho ficou cheio de porra,gozei também. Depois de nos limparmos ele disse que dali em diante,eu ia dar pra ele todos os dias.E que já tinha muitas surpresas pra mim.Que surpresas são essas?No próximo conto eu digo.Até mais!



Gostou? Então Compartilhe!