RSS contos eroticos

Conto Erotico O roludo da internet e o segurança do shopping

Bom... estava eu vagueando por esses dias num desses sites de chat gay quando dei a sorte de encontrar um cara da mesma cidade que eu. Logo começamos a conversar e ele perguntou se eu queria ligar a webcam pra gente se ver. Eu concordei. Mas antes da gente entrar ele pediu pra eu me descrever e eu comecei a dizer que era branquinho, tinha 18 anos, sem muitos pelos no abdomen 1;81m e tinha um corpinho saradinho. Então ele disse: -Beleza! entra ai na webcam que eu quero ver sua rola. Então eu perguntei: -mas você não vai se descrever também? Ele disse: -Não! Quero te fazer uma surpresa! Mas vou adiantando que tenho 19 anos e 1;84m... A gente entrou Quando aquele cara ligou a cam meu queixo caiu e meu pau subiu. Ele era branquinho. Abdomen definido. todo saradinho e tinha uma rola de uns 20cm. Eu disse: -NOSSA! Você é a melhor surpresa que eu já tive. Ele sorriu e disse que eu era uma delicía também. Então ele começou a bater uma punheta deliciosa pra mim que me fez gemer de tesão e gozar sem nem encostar no meu pau... Ele gozou uns 10 minutos depois e esporrou tudo na frente do pc me deixando maluco de tesão... Ele disse: -Vamos marcar de nos ver amanhã no shopping daqui? Eu topei na hora, é claro... Eu mal consegui dormir pensando naquela enorme rola e no estrago que ela faria comigo no dia seguinte; Quando eu ja nao aguentava mais esperar a hora do encontro ele me ligou e disse que je estava me esperando no shopping. Quando eu cheguei la ele me recebeu dizendo: -Nossa! voce é mesmo uma delicia... vamo pro banheiro? eu respondi: -Só se for agora!!! A gente foi pro banheiro do ultimo piso do shoppping que era o menos movimentado e entramos no ultimo box. O roludo me agarrou pela cintura e e beijou deliciosamente e com aquela força de macho... que delicia!!! Ele começou a tirar a roupa e pediu pra eu tirar a dele. Ficamos completamente nus no box apertadinho. Ele sentou no vaso e pediu pra eu ficar de joelhos de frente pra ele. Eu obedeci. Nesse momento e pegou minha cabeça e levou em direção a rola dele que estava durinha e disse: -Chupa toda que eu sei que tu quer!!! Eu não pensei duas vezes e agarrei aquela rola com força e comecei a chupar e bater uma punheta ao mesmo tempo porque aquela rola era grande o suficiente pra isso. Ele rebolava e gemia enquanto eu chupava aquela rola branquinha e maravilhosa que ficava cada vez mais molhadinha e mais quentinha nas minhas mãos e na minha boca. Ele gozou sem avisar e aquela rola esporrou e tremeu na minha boca. O leitinho dele escorreu pelo meu corpo e se misturou com o meu suor. Minhas mãos tremiam e meu corpo ansiava por ver aquele pauzão dentro do meu cuzinho apertadinho... Ele desceu do vaso e pediu pra eu ficar de quatro com os pés no chão e as mãos no vaso então ele cuspiu na minha portinha e empurrou um dedo. Eu tremi. Empurrou mais um dedo. Eu gemi. Tirou os dedos e começou a socar aquele pau no meu cú. Eu rebolei. Rebolava com muita força pra fazer aquela rola entrar todinha no meu cuzinho e depois de uns dois minutos o pau do roludo estava todinho dentro de mim. Ele deitou a barriga nas minhas costas, segurou meu pau e começou o vai-e-vem. Ele me comia, me punhetava e me alisava. Nós dois gemiamos feito loucos. Éramos dois viadinhos num box de banheiro de shopping se comendo feito animais. De repente: -toc.toc.toc- alguem estava batendo na porta. o roludo disse com a voz meio rouca: - Tá ocupado! vai procurar outro mané! -Não senhor. Eu sou segurança do shopping e fui informado de um barulho estranho nesse box. Eu poderia dar uma olhada por favor? O roludo parou o vai-e-vem, vestiu a cueca e abriu um pequeno espaço na porta onde so daria pra ver uma cabeça. Mas o segurança não quis saber e já foi logo empurrando a porta. -HMMM uma festinha???!!!- disse o segurança -É mas nós ja estamos saindo- respondeu o roludo. -não poderão sair enquanto não me 'pagarem"...-se atreveu o segurança Eu entendi tudo na mesma hora. Aquele segurança que tinha no minimo um metro e oitenta, moreno claro e um corpo de quem trabalha com defesa e que devia ter uma rola nada pequena estava querendo participar da festinha também. O roludo olhou pra mim e perguntou: -Beleza? Eu respondi: -Agora! O segurança tirou a calça e baixou a cueca. o roludo ficou nu de novo e começou a me comer noovamente. O segurança ficou do lado do vaso e apontou a rola de 18cm que ele tinha pra mim. Minha boca agarrou a rola do segurança e meu cu abocanhou a pica do roludo. Eu estava sendo esfolado num banheiro de shopping por um segurança que recheava minha boca e um roludo que me comia, me alisava, e me punhetava. eu gozei e tremi de tesão. depois foi a vez do segurança e a pica dele tremeu na minha boca e o leitinho foi se juntar aos outros do começo. Depois de uns 10 minutos de vai-e-vem delicioso o roludo gozou dentro do meu cuzinho e aquele leitinho escorreu pelo meu cu ate meu saco e o roludo passou a mão na minha bunda me lambuzando todo. O segurança perguntou: -Aguenta duas na boquinha? Eu nem consegui falar so abri a boca feito um cãozinho obediente que deseja repetir a refeição. Quando aquelas duas rolas enormes entraram na minha boca eu segurei elas com as mãos e empurrava e tirava elas da minha boca e ele se acariciavam e se beijavam e empurravam aqueles paus grossos cada vez mais em mim. Os dois gozaram juntos e as rolas deles tremeram e esporraram na minha cara. Eu fiquei ainda mais lambuzado. Mas eu tinha adorado tudo. O segurança limpou a pica, vestiu as calças e saiu. O roludo se limpou tambem, me deu um beijo, se vestiu e foi embora me deixando sozinho naquele box todo lambuzado, esfolado e todo gozado mas completamente apaixonado por aquela pica que eu achei na internet. O roludo decidiu que era melhor não nos vermos mais. Mas eu nunca vou esquecer daquele pauzudo gostoso. Espero que tenham curtido!!!



Gostou? Então Compartilhe!