RSS contos eroticos

Conto Erotico Pedreiro Safado

Olá Pessoal ! Depois do meu primeiro conto ( Iniciado pelo meu irmão ) eu tinha uns 10 anos e meu irmão 17 . Depois de uns 3 anos fudendo com meu irmão , ele completou 20 e saiu de casa . Agora quando meu pai viajava , ele já me deixava sozinho achava que eu já podia me cuidar sozinho . Depois que meu irmão foi embora , meu pai quis reformar a casa , criando um terraço . Os pedreiros geralmente chegavam as 8hrs e o último a ir embora saia lá de casa as 19hrs . Um dia eu estava assistindo Tv já tinha passado das 19hrs , e tava um barulho imenso de furadeira lá em cima , então eu subi as escadas , pra ver se já não tava na hora do pedreiro ir embora , era verão e tava muito calor , mesmo de noite , eu tava de bermuda , quando cheguei lá em cima , não tinha um coroa malhadão sem camisa , de calça Jeans suja de cimento , todo suado , quando eu vi aquilo já fiquei de pinto duro , depois desses tres anos meu pau tinha crescido mais 2 sentimetros , ( já tinha 17 cm ) . Depois de ficar adimirando aquela visão deliciosa , eu puxei assunto , e disse " oi , já não passou da hora de você ir pra casa ? " . Ele disse " bom sim , mas eu queria dar uma agilizada na obra , eu estou incomodando ? " . Eu disse " de jeito nenhum , se não quizer ir em bora pode ficar aqui " . Ele deu um sorriso e continuou trabalhando , eu desci e preparei alguma coisa pra ele comer , e subi de novo ( sem cueca , hehe ) . Cheguei lá e ofereci o lanche , ele aceitou , enquanto ele comia ficamos conversando . O Coroa já estava nos seus 40 anos , e todo malhado , cabelos grisalhos , peitoral lisinho . Que tesão , conversa vai conversa vem .... Ele perguntou se meu pai me deixava em casa sozinho , eu disse que sim , que não tinha problema , ele perguntou se eu não tinha medo , eu disse que não , por que com a construção a casa tava bastante movimentada , e assim diminuia a chance de ser assaltada . Ele então tirou a botina e disse que seus dedos estavão matando-lhe . Eu disse fica a vontade , ficamos conversando e acabamos ficando amigos . Ficamos tanto tempo conversando que , quando ele olhou as horas , já eram 23hrs , e ele disse que tinha que ir . Como ele tinha uma mochila com roupa , eu ofereci ele pra ficar , e disse que podia dormir no quarto do meu irmão , pois como a cidadezinha era de interior as luzes já estavão apagadas , ele disse que era melhor não , eu insiti , e ele acabou cedendo e iria dormir lá em casa . Ele desceu e trocou de roupa , voltou de bermudão e camiseta , descalço , continuamos conversando , eu desci peguei cervejas pra ele , e refri pra mim , conversa vai conversa vem ... Até que ele levou o assunto pra sexo , eu perguntei se ele era casado , ele disse que não , perguntei se era divorciado e disse que também não . Achei muio estranho um cara de 40 anos que nunca foi casado ( bom talvez ele podesse estar mentindo ...) Depois de muito falar ele começou a contar os casos de infância dele , que ele batia muita punheta com os amigos no meio do mato , me fiz de desentendido , e fingi que não sabia oque era punheta , e ele me explicou , pedi pra ele me mostrar como era , ele arregalou os olhos , e disse meio acanhado que " tá " . Ele tirou pra fora da bermuda o maior pau que eu já vi na vida , devia ter uns 23X6 , cabeçudo , e cheio de veias , eu fiquei ipnotizado com o tamanho da cobra . Ele não deixou de perceber , que eu não parava de olhar pro pau dele , e perguntou oque eu tinha , eu disse que o pau dele era lindo . Ele que não era idiota já tinha sacado a minha a muito tempo , perguntou " quer tocar uma pra mim ? " eu sem nem pensar nem responder fui logo agarrando aquela pica enorme , minha mão não conseguia fechar no pau dele , e começei a masturbá-lo . Ele deu uns gemidinhos , e perguntou se eu já tinha feito aquilo , obviamente eu respondi que sim , e que o caralho dele era o maior que eu já tinha visto ( ainda é até hoje ) Ele ficou mais excitado , sentia o pau dele pulsar em minhas mãos . Ele envolvido pelo prazer e pela sacanagem falou tremulamente de prazer , " chupa , chupa " eu disse " com prazer " e cai de boca no cassete . Depois de uns 20 minutos mamando , ele jorrou jatos quentes de porra na minha boca , eu tentei engolir tudo , mas parecia até mijo de tanta porra , minha boca encheu e começou a vazar , ele começou a falar barbaridades , me chamando de putinha e tudo mais . Depois disso , ele tirou a roupa toda , e tirou minha roupa , pela primeira vez , alguém tava batendo uma pra mim , ele começou a bater de vagar e foi aumentando o ritimo , eu gemia , ele perguntou se eu queria que ele chupasse , eu sem nem conseguir falar , balancei a cabeça positivamente , e ele caiu de boca no meu pau , caralho como mamava o coroa viu ?! Ele me mamou por uns 10 min , e eu cai em porra na boca dele , ele então perguntou se eu era virgem , eu disse que não , ele disse então belesa , cuspiu bastante na cobra dele , e lambusou meu cu de saliva , enfiou um dedo , depois 2 , aí perguntou se eu tava pronto , bom eu adorava dar , nem precisei responder só gemia , ele me pos de frango assado , e posicionou a cabeça do pau no meu rabinho , e começou a precionar , fazia algum tempo que eu não dava , depois que meu irmão se mudou eu nunca mais tinha dado ( +/- uns 6 meses ) Então quando ele enfiou aquele cabeção no meu rabo , eu gritei . Ele disse tá gostozo putinha ? eu tentei aguentar , pois era minha primeira chance sem meu irmão , ele foi colocando centimetro a centimetro , e eu segurando os gritos , de tanta dor , bom , meu cú já era meio arrombadinho , devido ao tempo que fiquei sem dar , e sem contar que o pau do pedreiro era 4X2 maior que o do meu irmão , a dor era insuportável , mas ainda tinha o prazer , e não queria desperdiçar aquela chance . Então faltando uns 5cm ele enfiou tudo de uma vez , eu dei um gemido forte de dor e tesão , ele ficou parado por um tempo pro meu cu acostumar , enquanto isso ficamos nos beijando , quando ele sentiu meu cu piscando loucamente na cobra dele , ele parou de me beixar segurou minhas pernas em cima de seus ombros , e começou a bombar , sem dó , ainda sentia um pouco de dor , depois de um tempinho , só sentia prazer , e gemia , rebolava , e ele bombava com uma velocidade e uma brutalidade incrivel , a meu sonho de consumo era esse pedreiro , musculoso , pauzudo , e mete que é uma maravilha . Depois de uns 30min me fudendo , ele gozou e encheu meu cu de porra , a porra escorreu pela minha perna à fora , ele tirou o pau de vagar , eu limpei o pau dele , bebendo toda a porra , depois ele lambeu meu cú , limpando ele também . Eu sentia um ardido no rabo , quando puz a mão no meu cu , vi o arrombo que tinha feito , que delícia , fui a putinha de um viado/macho gostoso e de um caralho enorme . Depois disso ficamos deitados conversando até que ele perguntou se eu queria fuder ele , seria a primeira vez , que eu fuderia alguém , é obvio que eu disse que sim , mas isso é pra outra história . ^^ Espero que tenham gostado .