RSS contos eroticos

Conto Erotico Sentindo um pau grosso pela primeira vez

Sempre gostei muito de contos eróticos e filmes pornô gays e agora resolvi postar minha primeira relação com outro homem. primeiro vou me descrever, sou alto 1,80m 65k, cabelo castanho escuro e olhos castanhos tenho um corpo normal mas bem distribuído e um pau de 16 cm mas isso não importa pois sou exclusivamente passivo. bom sempre gostei de ficar na net procurando por vídeos fotos e contos eróticos para poder me imaginar em um momento excitante pois nunca tinha tido um momento assim com outro homem. procurava principalmente vídeos que tivessem homens com o pau bem grande e grosso metendo com força até arrebentar o passivo que ficava só gemendo de dor e prazer até sentir aquela porra grossa na cara. Em um dia resolvi fazer uma conta em um site de relacionamentos gays e em alguns dias um cara entrou em contato comigo e quando eu respondi um dia depois ele me ligou e queria me encontrar no mesmo dia. como eu morava um pouco longe eu tive que pegar um táxi quando eu cheguei esperei um tempo e ele me ligou pois estava estacionado perto então fui ao encontro cheguei no carro e abri a porta e quando o vi não gostei muito pois ele era um pouco gordinho (não muito) e eu até então não me excitava muito com gordinhos. entrei no carro e ele começou a dirigir. parou em uma rua deserta e começamos a nos beijar até q ele disse que ia me levar para um lugar mais reservado. dirigiu mais um pouco e enquanto dirigia eu disse a ele que não queria ir a um motel pois estava com vergonha pois nunca tinha entrado em um e ele logo pois minha mão em sua rola me mostrando como estava excitado o que logo me fez mudar de ideia e foi para um motel entramos e fomos direto para a cama depois de nos agarrar bastante ele começou a tirar minha roupa e me deixou só de cueca na cama e começou a tirar a sua também quando eu olhei para ele estava em pé com um pau de tamanho médio mas super grosso mas super sem exageiros era bem grosso mesmo nisso ele deitou sobre mim e começou a rossar logo depois ele tirou minha cueca e ficamos os dois nus ele levantou minhas pernas e começou a esfregar sua pica entre minhas nádegas bem na portinha do meu cu e disse : nossa que cuzinho apertadinho e eu respondi é que seu pauzao vai ser o primeiro a me penetrar e ele disse essa foi a melhor notícia do dia para mim, vou fazer você nunca se esquecer da sua primeira vez nisso ele saiu se deitou de barriga para cima e eu logo entendi o recado. fui direto em sua pica e fui colocando ela dentro dá boca. no início tive uma certa resistência ao sabor mas logo me acostumei e comecei a gostar. chupei com gosto. tinha uma cabeça enorme e vermelha e bem gostosa chupei também seu saco grande e lisinho então ele me deitou na cama com a cabeça na berada dá cama e começou a fazer a garganta profunda nossa que delícia!! depois ele subiu em cima dá cama e me colocou em frango assado colocou a camisinha e mirou. deu uma forçada bem forte e... nuss que dor orrorosa nunca tinha sentido tanta dor daquele jeito. ele foi enfiando devagarinho e o pau que tinha tamanho médio já tava parecendo ter uns 3 metros. já tava imaginando como uma égua aguenta o pau de um cavalo. pensei até em desistir mas o prazer começou a se manifestar e eu já nem me lembrava dá dor. aquele pau descomunal de grosso me folia tão rápido e tão gostoso que arrebentou todas as minhas pregas deliciosamente ele começou a enfiar até o talo e depois tirar tudo e assim sucessivamente. depois ele me colocou de quatro e continuou metendo depois se deitou e eu fui por cima e sentei gostoso fui cavalgando como se estivesse em um cavalo como ele estava demorando dar sinal de gozo e eu já estava acostumado ele pegou um pinto de borracha que tinha lá no quarto e me perguntou e podia tentar por os dois e é. lógico que eu disse que sim ne! kkk ele me colocou de quatro denovo enfiou o pau de borracha que era bem comprido todinho deu uma fodidinha básica e começou enfiar o seu e foi aí que eu vi uma galinha botar ovo quadrado. a dor que eu havia sentido antes não chegava nem aos pés daquilo mas o prazer apontou denovo mas dessa vez continuou um pouco dá dor o que fez ficar ainda mais gostoso ele fodia ainda melhor que antes e eu gemia como uma puta. acho que o motel todo podia ouvir nossos gemidos. depois de um tempo ele retirou sua pica enorme ainda mais inchada pelo tesão deixou o pinto de borracha no meu cu e me deitou de barriga para cima ele subiu em cima de mim e começou a se masturbar até gozar aquele líquido branco e grosso todo na minha cara e enfiou aquela tora toda melada na minha boca que eu chupei até ficar toda mole depois disso vestimos as roupas ele pagou a conta e fomos em bora ele me deixou em um ponto de táxi e foi em bora e nunca mais nos vimos.FIM espero que tenham gostado a história é toda veridica
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.