RSS contos eroticos

Conto Erotico A menina do interior

Acho que esse vai ser um conto um pouco longo, é meu primeiro conto e não sou muito bem com as palavras, mas é um conto real, aconteceu em Março de 2013! Bom me chamo Miguel (ficticio), tenho 30a e sou de SP, capital e sou uma pessoa discreta, não sou o tipo atléico bonitão que chama a atenção por onde passa, mas dou pro gasto. Certa vez, meu casameno estava mal e através de um bate-papo de celular,conheci uma mulher do interior do estado,Márcia (fictício), 30a e muito bonita! Conversa vai, conversa vêm até que com o tempo começamos a falar de sexo... ela estava a cerca de nove meses sem sexo (divorciada). Perguntei a ela se ela se mastubava muito, claro que perguntei com segundas intenções. A surpresa foi quando ela me disse que nunca tinha feito isso... eu disse que ela oderia usar um pepino, ela se interessou e comecei adizer um monte de safadezas para ela, uma que ela adorou foi que eu encheria a buceta dela com danone e depois chuparia tudinho, bebendo tudinho... ela amou... e depois disse que comeria o cuzinho dela com o pepino ainda socado na xana dela... ela me disse que nunca fez anal... fiquei louco por ela... não me aguentei. Marcamos um dia e fui até a cidade dela conhece-la,antes pedi para ela levar um pepino. Chegando lá, a encontrei... ela era linda! Branquinha e da mesma estatura que eu... 1,64 de alt, e 65kg, ela tinha os cabelo preto e lisinhos estilo aquele corte Joãozinho, olhos azuis e seios enormes, (nº 46, ví na etiqueta do sutiã dela no motel) e ela usava um vetidinho preto de alcinha na altura dos joelhos. Adorei ela. Fomos há um lugar tranquilo e começamos a conversar para nos conhecermos melhor. Enfim, depois de alguns beijos, resolvemos ir para um hotel onde passariamos a noite, comprei camisinhas e o danone. Ao chegar lá, nos beijavamos com mais vontade e não me aguentei, comecei a passar a mão na sua bunda que por sinal era bem redondinha, efui chegando na sua bucetinha por cima da calcinha e por baixo do vestidinho... uau... a calcinha estava tão melada que parecia que ela tinha se urinado... eu não parava de mexer na buceta dela por cima da calcinha... parei por um instante apenas para provoca-la e fui tomar banho... depois do banho foi a vez dela, mas antes dela entrar no banheiro, pedi para ela me mostrar a bunda, ela levantou o vestido e meu pau estralou de duro. Quando ela saiu do banho, apude ver sua bucetinha, lisinha omo se não tivesse nunca nascido um pelinho ali se quer. Deitamos na cama e ela começou a chupar meu paudepiladinho de um jeitinho leve, sem pressa, a boca dela era tão quentinha, enquato ela m chupava pude sentir seus peitões roçando na minha perna. Mas eu não queria gozar ainda e pedi pra ela sentar na beirinha da cama, me ajoelhei no chão e comecei a chupar a buceta dela, estava tão melada que dava até pra se afogar nela, eu adorava beber todo aquele meladinho, eu levantava as pernas dela pro alto e lambia o cú dela enquanto ela segurava minha cabeça contra o rabo dela, voltei pra buceta e comecei a enfiar o dedo no cuzinho dela... ela não aguentou e gozou... delícia. Logo em seguida e partimos para um 69 e já apertei o bundão dela, com meus dedos indicadores abria a buceta dela, e com um médio enfiava um na buceta enquanto com o outro enfiava no cú dela e sem parar de mamar o grelinho gostoso. Ela gozou de novo... e dessa vez enfregava a buceta no meu rosto me melando todinho. Até que chegou a hora de usar o danone... mandei ela levantar as pernas na posição de frango assado e abrir bem a buceta com os dedos, comecei a derramar... ela adorava dizendo que estava geladinho e eu via o danone todinho sendo bebido por aquela bucetinha vermelhinha, ela dizia sentir até o útero, até que não coube mais, acho que despejei meio litro lá dentro, não cabia mais, escorria tudo para o cuzinho dela e depois eu caí de boca e bebi tudo... enfiava minha língua o máximo que dava e tirava tudinho, quando não consegui mais, ela ficou de pé e eu lambia o que escorria, depois sentei em uma cadeira e ela sentou gostoso, melando minha bolas com o restinho de danone que escorria da buceta dela, mas que buceta quente, parecia um forninho. Enfim... chegou a hora de comer o cuzinho dela, mas antes lembrei do pepino... mandei ela ficar de quatro e comecei a enfiar o pepino devagarzinho... comecei a fazer um vai e vem e a mandei chupar meu pau... comecei a foder a boca dela enqto a fodia com um pepino, acho que enfiei uns 24cm na buceta dela... ela começou a sugar meu pau, ela começou a sugar com mais força (detalhe: meu pau ainda estava com danone que escorreu da buceta dela), entendi o recado e comecei a meter com mais força na boca dela, não aguentei, gozei tudo, ela nem tirou a boca e engoliu tudo, delícia, nunca conheci uma mulher que gostase de engolir. Eu estava com muito tesão, então meu pau continuou duro, não deu outra, passei bastant lubrificante no cú dela, no meu pau e sem tirar o pepino da buceta dela, comecei a colocar meu pau devagarzinho, mas que cuzinho apertado, quando entrou todo, comecei a bombar bem devagarzinho, ela adorava, gemia e com uma mão por entre as pernas, ela metia o pepino e a outra ela se agarrava no lençol da cama, eu a via com os olhos entre abertos e revirados ao mesmo tempo... sentia aquele bundão branquinho e liso enorme contra meu corpo e ficava maravilhado com a cena... até que comecei a sentir o cú dela apertando meu pau com muita força, já era apertadinho, mas começou a apertar demais, até que ela não aguentou... gozou de novo, gemeu alto, não foi um gemido, foi um urro de prazer, a buceta dela estava escorrendo, pingando de tesão... ela se deitou na cama... não aguentava mais, voltei a lamber a buceta dela e a via se contraindo a cada lambida minha... repetimos isso várias vezes durante noite adentro, foi a melhor foda da minha vida, fizemos várias posições, no banheiro, no chão... chegou o outro dia e voltei pra casa, tinhamos planos de nos encontrar de novo, mas houve alguns imprevistos e acabei perdendo contato com ela. Espero que tenham gostado, sei que não levo jeito com as palavras, mas isto foi algo que aconteceu realmente... gozamos muito e de vários jeitos... Bom boa noite a todos e obrigado pela paciência por terem lido esse conto tão extenso. Obrigado e boa noite a todos.
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.