RSS contos eroticos

Conto Erotico Aventuras de um casal muito bem casado.

Ola sou luiz e minha mulher é vera. somos casados a mais de vinte anos e nos damos muito bem. de uns anos para cá, muitos de nossos amigos se separaram e outros que continuam casados, ou ele tem uma amante ou ela tem um. por incrível que pareça dos nossos amigos, contamos nos dedos os que não estão em uma dessas opções. como alem de tudo eu e minha mulher somos muito amigos, ficamos com medo de entrarmos no grupo dos separados ou dos adúlteros. para esquentar mais nossas transas começamos a ler e gostar muito dos contos de vocês. depois de muita leitura, começamos, a nos imaginarmos em alguns contos. comecei também a tirar fotos de vera nua. depois ficávamos olhando as fotos e fazendo comentários. ate que um dia ela perguntou se outro homem sentiria tesão se vise essas fotos. combinamos então de tirar umas fotos sem aparecer seu rosto e nos cadastramos num grupo de troca de fotos na internet e passamos a mandar as fotos delas. recebíamos muitos e-mails elogiando ela e pedindo mais. mandamos inclusive fotos dela para casais amigos nosso que nunca imaginariam que era a vera, pois alem de não mostrar o rosto e as fotos terem sidos tirados em motéis, as fotos eram trabalhadas no photoshop (programa para trabalhar imagem, que ela sabe usar muito bem) e sempre mudava a cor de sua pele, colocava alguma pinta, coisas assim. mas nunca mudado suas curvas, como nas revistas de mulheres peladas. nossos amigos, mesmo sem saber quem era, sempre elogiavam a tal “gata”. a parti daí passamos a transarmos lendo os e-mail que recebíamos. a vera adora se exibir e como moramos no 18º andar e não tem nenhum outro prédio por perto, sempre que ficamos só nós dois em casa, o que acontece quase todo final de semana, pois é folga de nossa secretaria e nossos filhos quase nunca vem em nossa casa e quando vem nos comunicam antes, ela fica proibida de vestir roupa. então abrimos as cortinas das janelas da nossa sala, que na verdade é uma parede toda de vidro, e ela passa o dia, as vezes ate o final de semana todo, sem vestir uma única peça de roupa. adoro vê-la cozinhando, assistindo tv ou fazendo qualquer coisa nua. depois fantasiamos que tem alguém em alguma casa com um binóculo nos observando. ela então vai ate a janela, e fica dançando para o suposto observador e depois transamos no sofá comentando como o observador esta gostando de olhar tudo. num terreno grande que tem em frente ao nosso prédio começaram a construir outro edifício. um belo final de semana como sempre estávamos em casa nus, e ao passar pela sala notei que vera esta arrumando “nada” na mesa. perguntei a ela o que era aquilo e ela disse que a construção já estava bastante alta e todos os operários estavam olhando para ela. disse a ela que ela era muito safada e fui onde ela estava e começamos a transamos em pé mesmo, para que eles pudessem ter uma visão melhor. depois disso todo final de semana transávamos sendo realmente vistos pelos peões da obras. as vezes ficava sentado no sofá enquanto ela fica se exibindo, se baixando para mostrar um ângulo melhor. um belo sábado combinamos dela ficar em casa, nua é claro, e eu iria na tal obras com a desculpa de comprar um apartamento, quando tivesse condição de ver alguma coisa ligaria para ela e ela iria para a janela. chegando lá conversei com o responsável que me mostrou tudo, mas eu pedi para subir ate o ultimo andar com a desculpa de olhar a vista pois queria um apartamento no ultimo andar. a principio ele não quis deixar pois ainda não tinha autorização para deixar ninguém visitar os apartamentos pois ainda era perigoso para quem não estava acostumado. disse que queria apenas ver a vista, levei um papo legal e ele foi comigo. ao chegar no ultimo andar tinha uns 12 homens trabalhando, liguei para vera que logo foi para a janela. quando ela apareceu alguém gritou “a safada chegou”. e todos pararam o que estavam fazendo para observá-la. pela distancia realmente não dava para reconhecer quem era, mas dava para notar que ela estava nua. os peões endoidaram. um gritou dizendo que ia tocar uma punheta pensando nela. outro dizia que queria ir ate lá comê-la. ficar vendo minha mulher se exibindo na frente de outros homens e ouvindo seus comentários me deu um tesão tão grande que inventei uma desculpa ao encarregado da obra e fui para casa. chegando lá comi minha safada mulher maravilhosamente, logicamente na frente dos peões. a parti daí nossas fantasias sempre tinham que ter alguém realmente observando. então saímos de carro nas estradas quando tinha um caminhão lento ela ficava nua e passávamos por ele buzinando para o motorista olhar. só entravamos em motéis com ela nua. e começamos então a comentar que seria interessante ter outra pessoa em nossa cama. logicamente que eu queria outra mulher e ela outro homem. como tínhamos uma viagem marcada para a próxima semana para o rio de janeiro, combinamos de procurar na internet algum site de acompanhantes e contratar um casal para ir ao nosso quarto e os dois transariam e nos ficaríamos observando, combinamos também que eu escolheria a mulher e ela o homem. depois de muita pesquisa (e tesão) marcamos com bruno e shirley. antes mesmo de nossa viajem já liberamos mais. resolvemos que transaríamos na mesma cama com o outro casal. ainda no avião resolvemos iríamos os quatro para o quarto e estava liberado tudo, menos penetração. já no hotel depois de algumas bebidas resolvemos que se nos déssemos bem com o outro casal, se eles fossem tão legais quanto eram por telefone, estava realmente tudo liberado, mas sempre com o consentimento do outro e o outro teria direito de fazer o mesmo com sua companhia. ficamos num hotel que já conhecíamos em copacabana, pois sabíamos que tinha um barzinho muito romântico no prédio do hotel. marcamos nosso encontro para a sexta-feira as 11:00h, pois foi a única hora que dava certo para o outro casal. eles estavam com a agenda lotada. as 10:00h a vera colocou uma calcinha branca, totalmente transparente, um mini vestido preto e fomos para o barzinho esperar o casal. as 11:00h em ponto bruno chegou, era um rapaz realmente muito bonito de corpo malhado, tinha 23 anos. nos apresentamos e ele ficou bebendo vinho conosco enquanto aguardávamos a shirley. ele falou dele nos falamos de nos dissemos a ele que nunca tínhamos feito isso, mas tínhamos chegado a um ponto que gostaríamos de ter outras pessoas em nossa cama. ele disse que isso era muito normal, que a maioria de seus clientes eram casais que se dão muito bem. inclusive tinha muito de seus clientes que já o tinham levado em suas casas para passa um final de semana. a vera babava só de olhara para ele. ele disse que malhava duas horas por dia, pois em sua “profissão” a beleza era fundamental. disse que ele realmente tinha um corpo muito bonito e perguntei a vera o que ela achava. ela então disse que ele era todo lindo e deu uma risada. ele chegou bem perto dela e disse: então aproveite que hoje serei todo seu. e deu um beijo no rosto. ficamos batendo papo ele as vezes passava a mão nas coxas de vera, que por sua vez adorava. como a shirley estava demorando muito resolvi subir ate o nosso quarto para pegar o celular para ligar para ela. quando peguei meu celular vi que tinha uma chamada dela. liguei e uma outra mulher se dizendo irmã dela informou que ela tinha sofrido um acidente de carro e estava hospitalizada não podendo ir ao nosso encontro. fiquei puto da vida e voltei para o bar para da a má noticia e marcar um novo horário com bruno e procurar outra mulher. ao chegar notei que vera estava muito nervosa. notei também que seu vestido estava muito para cima deixando sua calcinha aparecer. assim que sentei e disse que a shirley não viria, o bruno pediu licença para ir ao banheiro. assim que ele saiu a vera olhou para mim e disso: poxa luiz, sacanagem, como é que você me deixa aqui sozinha. o bruno pediu para ver minha calcinha quando mostrei ele me beijou na boca. ai foi que eu fiquei puto da vida mesmo, e disse: filho da puta vou matá-lo. e me levantei para ir ao banheiro onde ele estava. a vera então me segurou, me beijou e disse: mas amor nos o contratamos para isso mesmo, não é verdade. e sorriu. só ai que vi que realmente ela tinha razão. realmente nos o contratamos para comê-la. ri também e disse: e agora como faremos? ela respondeu que se eu quisesses nos cancelaríamos tudo, mas ela achava melhor subir com o bruno, e amanhã contrataríamos uma outra mulher. bom, resumindo, resolvemos que subiríamos os 3 e amanhã iríamos a vera eu e uma outra mulher. quando bruno voltou, ele demorou bastante acho que propositalmente para que nós dois resolvêssemos o que fazer. então explicamos a ele que iríamos os 3 pois a shirley não viria. ao entrarmos no quarto fui colocar vinho para nós 3. brindamos ele então sentou numa cadeira e disse: luiz, por favor, tira a roupa da vera. fiquei super nervoso, mas tirei seu vestido deixando seus seios a mostra e quando peguei na calcinha para tirá-la, ele disse. a calcinha não luiz. se levantou pediu que eu me afastasse, segurou a mão de vera, fazendo ela rodar, se encostou atrás dela segurou seus peitos e disse: calma luiz admire essa gata ela não esta gostosa só de calcinha? disse isso e beijou sua nuca, depois a pegou de frente e beijou-a na boca. lá estava eu olhando minha mulher só de calcinha beijando outro cara na boca e ainda pressionando sua bunda para rosar sua buceta no pau dele. e o que é pior é que eu estava morrendo de tesão. ele então sentou na cama colocou-a na frente dele, puxou sua calcinha, olhou sua xota e me disse mas a buceta da sua mulher é muito bonita também. passou o dedo e disse e esta toda molhadinha. e tirou-a deixando ela agora totalmente nua. me chamou, abriu a xoxota e disse passe seu dedo para você sentir também. passei e realmente estava. ele então disse vera, tire agora a roupa do luiz para ele ficar mais a vontade. ela então tirou e me deixou nu. como eu já estava de pau duro ele disse: veja vera como ele fica excitado em ver você beijando outro homem. e então perguntou: e quem vai tirar a minha roupa? mal acabou de falar e a vera já estava tirando. quando ele ficou nu, mais uma vez beijo-a na boca. agora é que ela fazia mais força para rolar eu seu pau. ele parou olhou para mim e perguntou: assim fica mais excitante luiz. eu respondi que sim. ele então mandou que ela ficasse em pé na cama, abriu suas pernas disse para eu vir para perto para velo chupar a buseta da minha mulher. lógico que fui. depois ele pediu que eu sentasse na cama e que ela chupasse meu pau. obedecemos e como ela estava de 4 ele foi por traz e começou a comer a buceta da minha linda mulher. quando seu pau entro na buceta dela ela realmente levou um susto. acho que ela pensava que ele ia perguntar se poderia comê-la ou coisa assim. ela então olhou para mim e apenas disse amor tem outro homem me comendo. perguntei se ela queria parar e ela respondeu que de jeito nenhum. então minha mulher esqueceu que eu estava ali e ficou transando com o bruno a noite toda. eu apenas olhava. as vezes ele se lembrava de mim e dava um beijo em minha boca, no meu pau ou ficava me masturbando enquanto era comida pelo bruno. depois de varias gozadas, fomos os 3 tomar banho. a vera apesar do cansaço, lavou nossos paus, e não parava de nos beijar. principalmente o bruno. depois ela pediu que nos dois saíssemos pois ela precisava tomar um banho. saímos fomos vestir nossas roupas, paguei a ele agradeci pela noite inesquecível que ele tinha nos proporcionado. ele também agradeceu e já estava na porta do quarto quando a verá saiu do banheiro ele disse tchau, mas ela, apesar de estar nua foi ate a porta deu um beijo na boca dele e perguntou se ele não queria dormir conosco? ele respondeu que não podia pois tinha que “trabalha” e ela foi beijando ele ate perto do elevado, quando se lembrou que estava nua e voltamos para nosso quarto. quando entramos no quarto ela apenas olhou para mim e disse: que loucura. muito obrigado. me beijou e transamos mais uma vez. no outro dia, não saímos do quarto, passamos o dia transando comentando sobre a noite passada. no domingo entramos em contato com outras mulheres mas nenhuma tinha condição de nos atender, marcamos então com um chamada beth, para segunda-feira as 10:00h. no mesmo bar. as 10 horas já havíamos tomado uma garrafa de vinho, quando ela chegou. era uma gata. tinha 23 aninhos muito bonita e dona de um corpo escultural. quando imaginei que em breve estaria comendo aquela maravilha, cheguei esquecer o preço que tive que pagar para minha mulher concorda. bebemos mais um vinho enquanto nos conhecíamos e logo a vera já estava intima dela. fomos para o nosso quarto e quando entramos, ela pediu a vera para colocar uma musica. ela colocou ela então olhou para a vera e disse: vamos fazer um strip para seu marido. a vera disse que não sabia e ela disse que ensinaria. então foram as duas para o banheiro, e logo voltaram e começaram a dançar e tira a roupa. quando elas pararam a vera olhou para a beth e disse que ela tinha ficado impressionada com a beleza do seu corpo. ela agradeceu e disse que o dela também era muito bonito. vera então acrescentou que não tinha comparação, ela então disse que já tinha colocado silicone e que ela devia colocar também. bom ficaram as duas nuas falado o que cada uma devia fazer em seu corpo, e sempre se tocando. isso foi me dando um tesão louco. tirei então minha roupa e foi direto para a beth e dei um beijo em sua boca. depois desci e fiquei chupando seu peitinho maravilhoso. sente que a vera esta encostada nela e quando olhei as duas estavam se beijando. deitamos os três na cama, fui chupar a xana da beth e ela por sua vez chupou a da vera. passei a noite transando com a beth. não precisei nem ficar dando beijinhos na vera, pois a beth se encarregava disso também. depois fomos os 3 tomar banho. então as duas me deram banho e depois uma deu banho na outra. a beth foi embora no outro dia passamos o dia transando agora relembrado o bruno e a beth. na viagem de volta a vera me perguntou qual noite eu tinha vontade de repetir. respondi que para mim tanto fazia que tinham sido as 2 noites que eu mas tinha sentido tesão. ainda não repetimos, pois a vera agora esta em recuperação de uma cirurgia plástica que fez. colocou peito, fez lipo, saiu do hospital a 3 semanas. ainda esta com muita dor. mas logo voltaremos a nossa vida de sexo. casalvl@ig.com.br