RSS contos eroticos

Conto Erotico Camila A virgem de 22 anos

Meu nome é Alberto tenho 25 anos, Alto, cabelos loiros. Tenho um cacete de dar inveja, 23cm e bem grosso. O que irei contar é o que me aconteceu a mais de um mês atras. Viajei com um pessoal da igreja para uma cidade do interior, sómente um bate volta. Estavamos em muitos, tivemos que alugar um ônibus. Camila, uma morena, corpo de dar inveja, peitos mesmo siliconados muito apetitosos. Olhos azuis. Bom já era tarde quando voltamos, e um irmão da igreja me convidou para dormir na casa dele, o pai de camila é claro. Eu e camila mantinha-mos uma amizade não muito proxima mas bem legal. Então aceitei a proposta na maior inocência, pois até ai eu morava muito longe da igreja e estava sem carro. Quando cheguei na casa, tomamos café e logo arrumaram um colchão para eu dormir e todos fomos dormir. Camila é professora de Educação fisica, e por isso toma sempre uma vitamina antes de ir dormir, e como eu estava deitado na sala proxima a cozinha, ja percebi que camila estava só de pijamas, e que corpo!!! como era um sobrado, todos estavam la em cima, ja dormindo. Estava naquele momento eu e camila. Eu pedi para ela, ficar ali um pouco comigo só para conversamos, jogar conversa fora. E papo vem, papo vai. Camila pegou no sono, do meu lado. E eu nada besta, ecostei nela e tambem dormir, me mecho muito a noite, essa seria minha desculpa qualquer coisa. Quando me dei conta, eu estava com a perna em cima de camila, abraçado de forma que não dava pra largar tão facil. Camila acordou assustada, perguntando o que eu estava fazendo, eu finji estar dormindo, para não dar bandeira. E ela pareceu gostar da situação. Ela tambem fingiu não ter percebido. Eu ainda fingindo estar dormindo, cheguei minha boca perto da dela, e fiquei com os labios bem colados, sentindo aquela respiração que se tornava cada vez mais ofegande. Ela falou bem baixinho, me beija logo seu safado!!! E começamos aquele amasso gostoso naquele colchão. A camila gemia só pelos apertos que dava nela. Mas ali seria um lugar muito perigoso, alguem poderia descer e ver agente naquela situação deliciosa. Camila ainda era inocente, com 22 anos!! Ah! me deu mais tesão ainda. Fomos para laje, a 1 hora da manha, tinha uma mesa bem grande que pus ela sentada, e comecei a beijada, então comecei a tirar sua blusa, aaaaa que peitos maravilhosos, dava vontade de ficar ali mamando a noite inteira, aquela garota sem experiencia, só suspirafa fundo, e pedia mais, mais!!! então tirei sua calça de bijamas, ela estava sem calcinha, nossa que bucetão!! grande de mais, não pensei duas vezes, cai de boca, sentia cada segundo o seu nectar dos anjos em minha boca, fiquei naquela buceta maravilhosa por meia hora, sem parar ela tinha orgasmos multiplos. Então sentei na mesa e pedi para ela chupar aquele cacete que ardia de tesão. Quando era viu meu pau, ficou com os olhos arregalados, de ver o tamanho da pica. Então começou, meio sem experiencia mas logo aprendeu. Chupava, quase que enfiava todo ele na boca. Eu Quase gozei, mas não sou desses que goza rápido. Falei que iria fude-la, foi quando me disse que ainda era virgem. Eu falei "melhor ainda" pequei meu pau, e fui bem de vagar naquela doce garota, ahhh que delicia sentir aquela vagina se rasgando toda, minha bica estava doendo, equela buceta era grande por fora e apertada por dentro, ela começou a chorar, mas logo se acostumou, e começou pedir mais, pediu para que fudesse com gosto aquela buceta, foi um vai vem delicioso. Falei pra ela que aquela foda seria completa, ordenei que ficasse de quatro, guspi naquele cuzinho rosado, e sem dó nem piedade, introduzi um bichão dentro daquele cú, ela deu um grito, que até fiquei com medo dos pais dela acordarem. Então esqueci, e comecei a fuder, ela gritava como uma gata selvagem : FODE! FODE!FODE!. Não aguentei e gozei tudo naquele cú. Ainda enquanto soltava meu resto de porra fiz ela tomar um leitinho. Até hoje nos encontramos de vezes enquando só para darmos uma "fugidinha";