RSS contos eroticos

Conto Erotico Cheia de vontade

Oi pessoal
resolvi escrever este conto, porque queria de alguma forma externar meus sentimentos... altamente eróticos, bom,desde cedo tive tive contato com o sexo... era novinha ainda , uns nove ou onze anos quando um amiguinho de brincadeiras pediu que eu lhe chupasse o cacete... na época era bem inocente e chorando recusei, não sei se foi imaginação mas era enorme apesar da idade dele, uns onze anos... nunca mais tornei a vê-lo... mas isso me despertou para o sexo... meu irmão tinha varias revistas eróticas das quais eu me aproveitava sem que ninguém soubesse...e o que mais me chamava a atenção eram os contos com os quais eu me deliciava... e que me deixavam molhada e com a xoxotinha em chamas...daí para o sexo foi um pulo , eu sabia da teoria muito bem ate mais do qualquer garota da minha idade deveria saber, e foi assim que com o meu primeiro namorado perdi minha virgindade... estava com meus treze pra quatorze anos... quando nos conhecemos... aquela vontade logo se apossou de mim.. eu que sempre vivia de calças compridas passei a usar um vestidinho tomara que caia todas as vezes que ele ia me ver, ai começaram as passadas de mão, as esfregadas e eu podia notar que eu o deixava louco... ele era mais velho que eu seis anos, com certeza mais experiente... mas logo que pude me apossar de seu cacete ele levou um susto duvidando da minha virgindade.. sim por que mesmo sendo a primeira vez chupei gostoso como uma putinha, acabamos tendo a primeira transa na escada de casa.. eu de quatro sendo descabaçada por ele numa situação de medo e desconforto, pois poderíamos ser pegos a qualquer momento.. bom mas o relato sexual quente mesmo começa comigo já crescida e casada com esse namorado.. nossa vida sexual tão intensa no namoro acabou assim que transpusemos a porta de casa e eu fiquei na vontade por vários anos.. ate que um dia meu cunhado veio nos fazer uma visita e trouxe seu sobrinho com ele...tinha uns 15 anos... na época eu tinha 21... era um garoto comum... nem bonitinho era... mas as olhadas que me dava aumentaram meu interesse já que estava tão carente... certa vez eu numa posição de bunda empinada procurando algo no chão fui surpreendida por ele que ao me ver disse: nossa que posição hem... eu ri e me fiz de desentendida... mas já no mesmo dia minha tara que já fora escondida por muito tempo foi liberada... ao me despedir dele fomos os últimos a sair pela porta .. não sei que atacou primeiro mas demos um delicioso e gostoso beijo de língua que deixou minha buceta em chamas e naquela noite tive de foder com o meu marido varias vezes pensando no garoto, não via a hora de reencontra-lo para experimentar mais.. ai se passou um ano.. já ate tinha esquecido do ocorrido... quando numa festa na casa do meu cunhado nos reencontramos.. eu usava um jeans apertado... que deixava minha bunda saliente e empinada... uma regata rosa e decotada quase deixando a mostra meus seios grandes... nos esbarrávamos toda hora.. em certo momento com varias pessoas estávamos jogando e por baixo da mesa ele pegou minha mão e a colocou em cima do seu pau.. estava duro e tinha um bom volume... dei-lhe um gostoso apertão... com uma promessa para mais tarde... todos estavam la fora quando eu entro no corredor da casa para ir ao banheiro... ele esta a porta, parece que me esperando, sorri e eu lhe correspondo.. me enrosco no seu pescoço... esfregando meus seio no seu peito.. sinto sua mão escorregar pra minha bunda... ele me empurra pro banheiro... fecha a porta... e nos beijamos loucamente... olho gulosa para o volume na sua calça... logo aquilo tudo esta na minha boca ouço seu gemidos abafados... vou mamando com vontade... chupando suas bolas e enfiando tudo na boca num tesao louco, que ele me coloca em cima da pia... tira minha calça e a calcinha e passa a chupar com gosto minha xoxota... em alguns momentos gozo deliciosamente em sua boca... me sinto uma vadia traindo meu marido com aquele garoto... após ter deixado seu rosto todo lambuzado com o meu mel imploro pra ser comida e arrombada.. pois o tesão esta me enlouquecendo, com força ele enfia toda a sua rola em mim... e fode sem parar... mordendo os meus seio e falando baixinho no meu ouvido que eu era uma puta e que pelo jeito estava precisando de uma vara... ai enlouqueci de vez confessando que adorava ser chamada de putinha e vadia.. minha buceta apertava seu cacete e ele aumentava a velocidade, pela situação o tesão rolava solto.. me enrosquei nele e apertei minhas pernas ao seu redor enquanto o orgasmo varria meu corpo .. e ele estremecia tirando seu pau de mim e o enfiando na minha boca e num segundo enchendo com sua porra quentinha e gostosa, enquanto sussurrava: bebe a porra gostosa vadia... lambi, chupei e deixei seu caralho limpinho quando ouvimos meu marido me procurando... mal sabendo ele que eu estava ali bem próxima dando para o seu delicioso sobrinho... nos encontramos varias vezes depois inclusive em casa.. liberei minha sexualidade e depois dele tive encontros com outros homens e claro que a minha fantasia é brincar a três com mais uma mulher.. quem sabe um dia ...