RSS contos eroticos

Conto Erotico Eu a vi com outro e gostei!!!

Eu a vi com outro e gostei!!! Minha esposa é uma gordinha linda loirinha, cum um baita bundão que eu adoro, baixinha, ela realmente chama muito a atenção dos homens. O que vou contar aconteceu a pouco tempo. Ela estava trabalhando em um Shopping perto de casa e saia as 22:00hs, e eu sempre ia busca-la. Ela tinha vários amigos na loja um cara do emprego dela ia se tornar gerente e ia sair da loja onde eles trabalhavam e ia para outra filial, na quinta-feira a noite ela, quando chegou em casa me contou isso e disse que iam fazer uma festa para ele de despedida, num barzinho perto do Shopping, então nem era para mim busca-la . Ela disse que ia ser só uma festinha entre o pessoal, e nem rolava eu ir, ia ser pouca gente, eu me ofereci pelo menos para levar-la até a festa, e ela disse para mim não se incomodar pois ia ser perto da loja, e depois ela vinha de taxi se saísse muito tarde, foi ai que eu fiquei desconfiado. Na sexta como eu cheguei em casa cedo do serviço eu fui para o Shopping que ela trabalha e esperar eles saírem da loja, e vi que minha esposa estava com uma saia curta Jeans e uma blusinha regata, na verdade só haviam 4 pessoas saindo juntas minhas esposa, uma amiga dela, o gerente da loja e o Valter o cara que foi efetivado , os dois homes estavam de carro então a amiga de minha esposa e o gerente foram em um carro e ela e o outro em outro carro eu os acompanhei até um salão que fica perto do Shopping onde eles trabalham (lá sempre tem uns DJ´s tocando de Sexta-feira) Eu vi que os 4 entraram depois de um tempo eu também entrei. Nessa Boate tem a pista normal e a área VIP que é dividida em varias salas que ficam num mezanino com vista para a pista eu entrei e subi para um deles para ficar de olho no grupo. Eu vi que minha esposa e a outra menina já estavam ficando alegre e dançando Funk, se esfregando no Valter e no chefe delas e bebendo algum Drink. Percebi que durante a dança elas estavam se jogando para cima dos dois, ela erguia a saia mostrando sua calcinha que estava enfiada no rabinho dela, para o Valter e seu chefe e rebolava com a saia levantada, como minha esposa tem um baita bundão, a calcinha quase sumia nela, inclusive deu para ver que os outros no Baile já estavam olhando para ela e sua amiga. Num determinado momento o chefe dela puxou a amiga dela para outro canto e começou a beijá-la então minha esposa ficou sozinha com o Valter, então ele foi buscar uma cerveja quando ele voltou ela tomou a latinha da mão dele e esfregou no pescoço dela como se estivesse se refrescando e, para chamar a atenção dele. Foi quando ele a puxou para perto dele falou alguma coisa no ouvido dela e ela se afastou fazendo charminho e voltou a dançar dessa vez se insinuando mais para ele do que antes, ele então a abraçou por traz e passou a mão na sua bocetinha masturbando-a, ela parou de dançar fez uma cara de Tesão virou para ele e falou algo em seu ouvido e passou a mão por cima da sua calça pegando no pau dele, depois de uns dez minutos se beijando e se esfregando eles chamaram os outros dois e foram para a saída, então eu os segui para o estacionamento esperei eles saírem cada dupla em um carro peguei meu carro e fui atrais deles. Segui minha esposa e o Valter eles foram até um parque aberto na região, onde muitos casais param para namorar pois é aberto e da para entrar de carro (inclusive eu e minha esposa namorávamos lá antes de casarmos ), e tem uns bancos perto de uma quadra no fundo do estacionamento onde somente casais ficam a noite, então eles pararam por lá e desceram. Eu encostei o carro longe e dei a volta na quadra e pude ver os dois fora do carro em um banco se beijando com ele sentado de frente para ela, num desses bancos sem encostos para as costas, ouço ela dizendo. -É melhor eu ir embora já esta tarde, meu marido vai estranhar. Ele então segurou a cintura de e respondeu que ia leva-la em casa depois era só uns beijinhos. Nisso minha esposa deu uma suspirada e sentou de novo, então ele começou a beija-la de novo e foi descendo para seu pescoço e a apertando-a contra si, então ela foi amolecendo e ficando ofegante, ele então começou a enfiar a mão por de baixo da saia dela enquanto ela abria as pernas cedendo ao avanço dele Depois de um tempo nessa esfregação ele ergueu a blusa dela abaixou o sutiã e começou mama-la e com as mão ia abrindo as calças e tirando o pau para fora e fazendo ela pegar, então ela se fazendo de difícil falou para parar por ali mais ele disse que agora já não tinha volta que era a despedida dele e sempre a admirou, ela então pegou no seu pau e falou. -Vai ser uma rapidinha senão meu marido vai estranhar a demora. Nisso ela começou a chupa-lo e enquanto ele erguia a saia dela. Nisso ele começou a beija-la e tirar o resto da roupa dela deixando-a toda nua então ele sentou no banco coma as calças abaixadas e ela sentou em seu colo direcionando o pau dele para dentro de sua buceta e começou a cavalgar nele como não fazia comigo a tempos, em quanto por traz ele passava uma mão em seus peitos e a outra em sua buceta. Depois de um tempo percebo que os movimentos param acredito que ela dever ter gozado junto com ele pois antes de sair de seu colo ela se contorceu feito louca, foi então ela começou a se vestir. -Ele disse calma ainda tem mais. E ela. - Voce esta louco já esta tarde!!! - Ha, deixa disso talvez nunca tenhamos outra chance, ela então disse não era nem para ter essa. Então ele disse que sabia que não era de hoje que ela também estava a fim e falou que vai ser a ultima, e a abraçou e começou a beija-la, nisso ela começou a amolecer e se entregar de novo a ele que a pressionava contra seu corpo e começou a descer para o pescoço dela, passou pelo seus seios foi descendo até chegar na bucetinha dela, que de pé colocou um pé no banco abrindo caminha para ele chupa-la, até o momento que vi ela gemendo, e gozando de pé mesmo. Foi ai que ele a colocou de quatro no banco e começou a tentar penetra-la no cuzinho. Ela mesmo pegou o pau dele, o lambuzou na buceta e o colocou no caminho do anus, então ele foi penetrando devagar até entrar tudo depois começou a bombar bem rápido enquanto minha esposa rebolava feito louca, (o estranho é que sempre quando quero anal, ela fica reclamando que dói muito mas com ele, parecia que ela estava adorando). Quando os dois terminaram e começaram se vestir voltei para meu carro e fui correndo para casa, deitei-me no sofá e esperei ela chegar percebi que um carro parou em frente de casa e depois de um tempo ela entrou em casa, dei uma de desentendido e pergunte por que ela demorou, ela desse que nem viram a hora passar pois tinha bastante gente, quando ela percebeu pediu para uma amiga dar uma carona para ela vir em bora. Então fui me aproximar dela para leva-la para a cama ela me disse que hoje não ia rolar pois ela estava muito cansada e disse que ia tomar banho quando entro no quarto e olho as roupa dela no chão percebo que estava faltando a calcinha dela, porem não comento nada pois já imaginava que o Valter tinha a pegado de recordação. Até hoje fico pensando se revelo para ela que sei o que aconteceu ou não... mais confesso que morro de tesão toda a vez que lembro e gostaria de ver de novo.
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.