RSS contos eroticos

Conto Erotico Fodi a mãe do meu amigo

Fodi a mãe do meu amigo Meu nome Ivandro sou angolano, tenho 23 anos sou negro, tenho 1,75 cm de altura e tenho um corpo muito defenido porque pratico esporte como judo, karate e futebol. Tudo começou quando o Mario meu amigo ligou e disse que a mãe dele vinha para Namibia e perguntou se ela poderia ficar na minha casa, eu obviamente disse que sim e ele me passou todas as informacoes necessárias incluindo a data e hora do voo. Dois dias depois ela chega e vou pega-la no aeroporto (detalhe eu não a conhecia), apenas me foi dito como ela estaria vestida. Quando avistei-a quase que cai para tras, aproximadamente 1,70 de altura, labios carnudos, uma bunda descomunal, seios fartos e coxas grossas e definidas, uma tremenda cavalona. Fui ter com ela me apresentei , peguei a mala dela e fomos para o carro. Pelo caminho a gente conversou um pouco sobre a cidade e outras amenidades. Chegamos em casa eu fui logo mostrando o quarto em que ela ia ficar, disse que poderia ficar a vontade, ela foi descansar e eu fui visitar a minha namorada… Quando voltei ela ja estava bem a vontande julgando pela a camisolinha que ela tinha vestido e pelo facto dela ja ter cozinhado, eu ja tinha comprado alguma coisa para gente comer então o jeito foi guarder o que tinha comprado e comermos o que ela cozinhou, durante o jantar dei varias olhadas indiscretas nela e acho que ela percebeu. Quanto mais tempo passava mais o meu tesão por ela aumentava mas nada podia fazer porque afinal ela era mae do meu amigo e quando eu ate ja nem pensava muito em comer ela e disse para mim mesmo desencana que nao vai rolar… Ai numa sexta-feira ela me diz que ia sair com um pessoal que ela tinha conhecido no voo e nao tinha hora para voltar eu aproveitei e lhe disse que iria ver minha namorada mas voltaria cedo. Fui a casa da minha namorada ela muito linda 1,67 de altura, uma carinha de anjo, seios medios, bunda empinada e safada para caralho. Ficamos um tempo se curtindo de forma bem light porque ela estava com os sobrinho s dela na sala, passando um tempinho disse que tinha que ir la diz está bem e me acompanha ate ao quintal, no quintal ela me tasca um beijo daqueles e fiquei ja todo doida e fui logo empurrando ela contra parede, beijando-a com o maior tesão, dei alguns beijinhos no seu pescoco e logo fui descendo para os peitinhos delas beijando, sugando-os vorazmente e alternando com mordidas de leve nos biquinhos dos seios, ela foi a loucura arrancou minha blusa foi beijando e dando mordidinhas em todo meu peito e de repente ela se ajoelha na minha frente e tira o meu pau para for a e abocanhou de forma voraz nossa ela chupava, mordia e lambia tudo num ritmo muito frenetico nao aguentei e peguei ela no colo e levei ela para garagem e deitei-a no chão mesmo, tirei a calca dela e literalmente arranquei a calcinha dela e cai de boca naquela buceta chupei e quando eu ia colocando o dedo nela ela comecou a se contorcer toda, puxou a minha cabeça contra a sua buceta e gozou na minha boca, depois de ter se recuperado ela disse que os sobrinhos dela estavam provalvelmente apavorados procurando por ela e disse que amanhã ela ia para minha casa terminar o que ela comecou, deu-me um beijo e nos despedimos. Cheguei a casa e notei que aquele monumento que eu tinha como hospede ainda nao tinha voltado, bom no tesão em que eu estava decidi tomar um banho e no banheiro mesmo toquei uma punheta gostosa fantasiando com a mae do meu amigo. Terminei o banho e fui para cama, nao muito tempo depois a Sara (mãe do meu amigo que estava hospedada na minha casa) chega e vem directo para minha cama meio bebada e disse: - Hoje eu vou dormir aqui. - Uhmmm está bom mas tem alguma coisa errada com a sua cama? - Nao apenas quero dormir aqui. - Esta bem eu vou para o sofa então. - Porque está com medo? Relaxa nao vai acontecer nada. - Nao! Imagina eu com medo de mulher. E nisso ela foi para o banheiro e voltou numa camisola rosa nossa que espectaculo meu pau ficou duro na mesma hora, ela deitou-se em frente de mim e empurrou a bunda para tras, para mim aquilo foi um convite e fui logo rocando o meu pau naquela bunda maravilhosa eela comecou a reboolar e ai eu levantei a camisole dela e comecei a alisar a bunda dela e ao mesmo tempo rocando meu pau nela, ela virou quase me olhou bem nos olhos e eu tasquei logo um beijao nela, enquanto a minha lingua passeiava naquela boca gostosa ela comecou a alisar o meu pau sob a cueca e estava alisando a bucetinha dela sob a calcinha, tirei a camisole dela e cai de boca naqueles peitos que delícia, desci pela barriga dela e cheguei ate a calcinha, dei uns beijinhos na buceta por cima da calcinha e logo depois tirei-a, beijei as coxas delas pela parte interior e lentamente fui subindo ate dar de cara com aquela bucetona que estava pingando de tao molhada que estava, passei a lingua sobre o grelo e ela estremeceu, cai de boca naquela buceta e me lambuzei enfei dois dedos nela e fiquei fodendo ela por alguns segundos ela suspirava fundo e so conseguia dizer me fode vai me fode. Tirei o meu pau super duro e fiquei brincando com ele na entrada da buceta dela e ela a loucura e me puxeou para dentro dela, deslisei naquela buceta de tao lubrificada que ela estava, ela estava com muito tesão e cruzou seus pes sob a minha cintura e foi rebolando que nem doida na minha rola eu dizia isso vadia está gostando neh? Ela esto adorando, desde que cheguei estava querendo muito a tua pica na minha cona ai me fode vai, me fode me fode me fode seu filha da puta, nao demorou muito e ela comecou a se contorcer e gozo abundantemente, deitei-me no chão e ela sentou na minha pica e comecar a cavalgar bem devagarzinho e depois foi aumentando o ritmo e eu isso minha gostosa da essa coninha para mim da! A gente ficou nisso um tempo e depois pedi que ela ficasse de quarto e a visao daquele bunda foi maravilhosa, me encachei por tras dela e soltei o cacete naquela buceta denovo mas agora com o dedo no cu dela e gemia que nem doida e ela rebolava que nem uma cadela no cio, acelerei o ritmo e fui dando uns tapas naquela bunda e ja estava quase gozando quando ela comecou a se contorcer denovo ai eu puxei o cabelo dela e fodi mais forte ela deu um grito e estava gozando denovo com aquilo eu também gozei tudo dentro dela e cai pro lado. Acordamos com o meu celular tocando, era a minha namorada dizendo para me prepar porque ela vinha mais tarde e estava muito fogosa. Depois daquele noite a gente fodia todos dias e todo dia, era so um pequeno toque para comecar a foda ate quando ela voltou para Angola. Se quiser entrar em contacto esse e o meu email: c04ch@yahoo.com.br



Gostou? Então Compartilhe!