RSS contos eroticos

Conto Erotico O negão marido da minha amiga enrabou minha mulher

O negão marido da minha amiga enrabou minha mulher


tenho uma colega de trabalho de nome vanessa que tem uma bunda de parar o transito e eu era doido para comê-la eu e todo o prédio mas tudo bem vou contar como começou esta história. no início éramos somente colegas de trabalho mas com o passar do tempo a amizade foi ficando mais forte e as brincadeiras e liberdades também. começamos a sair aos fins de semana eu e minha esposa ela e o marido dela alberto, um negão de 1,80m e ela coitadinha uma moreninha de 1,55m. foi ai que conhecemos o marido dela e notei que minha esposa ficou toda assanhada ao vê-lo. com o tempo nós fomos ficando íntimos e eles passaram a freqüentar a minha casa e nós a deles. como trabalhava com a vanessa estava com mais intimidades com ela do que minha mulher com o alberto, pelo menos era o que eu pensava, mas estava enganado como pude descobrir mais tarde. bom o fato é o seguinte, eu e minha esposa trabalhamos e ficamos o dia inteiro fora, saímos de carro a deixo no serviço e vou para o meu trabalho. de vez em quando almoçamos juntos e cada um volta para os seus afazeres. mas notei que minha esposa estava usando umas roupas mais ousada e sexy, mas pensei que ela estava querendo me agradar. ela começou a atender o celular escondido e eu comecei a desconfiar que algo estava acontecendo. enquanto ela foi ao banheiro verifiquei a ligações recebidas e notei uma quantidade grande de um numero que não conhecia. peguei meu celular e bloquiei o numero e para meu espanto era o negão amigo da vanessa. comecei a reparar nas ligações que ela recebia e pude constatar que o assunto estava um tanto quanto avançado para o lado da sacanagem. coincidentemente minha esposa entrou de férias e passei a ir para o trabalho e deixa-la dormindo em casa. num determinado dia na volta ao atendimento de um cliente resolvi passar em casa para ver se estava tudo bem. quando entrei na porta notei que não tinha ninguém na parte de baixo e que havia uns gemidos no andar de cima, então subi a escada bem devagar e no corredor que dá acesso ao meu quarto notei que a porta estava entreaberta e que o barulho vinha lá de dentro. como tinha um espelho posicionado próximo da porta consegui visualizar a cama e para minha surpresa me deparei com a imagem da minha mulher de quatro sendo chupada pelo alberto, ela gemia palavras de sacanagem e pedia para ele passar a língua bem gostoso no cuzinho dela e depois na buceta. como estava com a máquina digital no bolso resolvi registrar o fato. eles ficaram assim por uns minutos e ela pediu para chupar o cacete dele pois estava louca para provar uma pistola de um negão. ele se deitou e ela ficou admirando aquele mastro que sobrava por entre suas mãos, logo depois ele falou pra ela abocanhar o seu cacete de uma vez senão iria apanhar na cara, ela falou então bate e ele a deitou violentamente na cama e começou a dar tapas na cara dela e ela estava adorando pois falava palavras tipo bate na sua puta pois eu adoro apanhar e ele falou já que você gosta de dor vou ti enrabar para você ver o que é dar o cu para um cacete de verdade. nisto ela começou a chupar o pau dele com tanta vontade que eu pensei que ela iria engoli-lo por inteiro. nisto ela se levantou foi ate a gaveta e pegou o ky-gel e uma camisinha e falou para ele o que tava esperandopor este momento pois o cuzinho dela estava coçando e doida para ser fudida deste jeito. então ele a colocou na posição frango assado e lambuzou o dedo com gel e começou a enfiar no cuzinho dela. enquanto isto ela mamava no cacete dele com gosto e ele a esta altura já estava com dois dedos no cu dela e ela falou que podia enfiar mais um pois ela adorava dar o cu e fazia isto com freqüência. o estranho era que para eu comer o cuzinho dela era uma dificuldade danada então pelo jeito esta puta andava brincando com outros e eu nem percebi. ele enfiou o terceiro dedo e começou a dilatar aquele cu safado e ela pediu para ele colocar logo aquela pica pois seu cu já estava implorando para ser preenchido. então ele colocou a camisinha nele e começou a forçar a cabeça na entrada do cu dela e por incrível que pareça foi ela que começou a empurrar o corpo para trás e fazer o cacete dele entrar macio naquele cu arrombado. não demorou muito aquele monstro estava todo dentro dela e ela gemia como se fosse uma égua sendo fodida por um cavalo. pelo tamanho da pica dele não estava muito longe não pois o filho da puta tinha um cacete de uns 28 a 30 cm e ela não estava achando nem um pouco ruim. ficaram assim até que ela tirou e pediu para ele deixar de barriga para cima pois ela queria cavalgar aquele mastro. ele atendeu e ela sentou no cacete dele e seu cu engoliu tudo e ela começou a subir e descer fazendo o negão ficar louco e ela mais ainda. o alberto ficava dando tapas na bunda dela e a chamando de puta safada e perguntava para ela se tava gostando e ela falava que tava adorando pois estava louca para provar um cacete de um negão no cu, pois suas amigas já haviam experimentado e aprovado. ele tirou de dentro do cu dela e a pediu para ficar na posição frango assado pois adorava comer um cu e mamar nuns peitos ao mesmo tempo. ela ficou nesta posição e ele enfiou tudo no rabo dela e ficou ali mamando até falar que não tava agüentando que queria gozar então ela tirou ele de dentro e sacou a camisinha fora e começou a mamar no cacete dele que tava quase explodindo e não demorou muito ele jorrou seu leite naquela boca safada e ela bebeu e engoliu o máximo que pode e até lambeu os dedos para aproveitar tudo. levantou-se olhou para a cara dele e agradeceu pois tinha sido ótima a sua primeira experiência com um cacete de negão. foram para o banheiro e ele começou a dar banho nela passando sabonete em todo seu corpo. na vez dela ela fez o mesmo e concentrou a espuma no cacete dele que estava acordando novamente. então ela começou a mamar nele de novo e ele num instante ficou em ponto de bala. ela chupou com tanta força que ele revirava os olhos e não demorou a inundar o rosto dela com sua porra quente e ela para variar engoliu quase tudo. nisto fui embora sem que eles percebessem pensando como iria me vingar e me veio a imagem da esposa dele, com aquela bunda maravilhosa e falei que seria ali que iria descontar o que aqueles filhos da puta fizeram comigo. mas isto é uma outra história. se gostaram me mandem mensagem e votem no meu conto. ass: safadinho7@hotmail.com