RSS contos eroticos

Conto Erotico O Porteiro e a Administradora...

Alysson é moreno de 1,90 de altura, olhos pretos e 105 kg. Ele foi trabalhar como porteiro em um condomínio comercial em Recife - Pernambuco foi quando conheceu a administradora Lívia temida por todos. Autoritária, rígida e só andava nervosa, mas por algum motivo ela tratava Alysson diferente. Sempre sorridente, trazia bolo de sua casa e dividia com Alysson e às vezes dava carona a ele. Todos comentavam, mas Alysson não via nada demais, pois não dava intimidade a ele. Certo dia ela chamou Alysson pra ir até a garagem, pois alguns condôminos reclamaram de pessoas estranhas transitando por lá. Eles desceram as escadas, ela estava com um vestido preto de pano molinho e Alysson viu sua silhueta o quanto ela era bonita. Ela era do tipo funil fina em cima e de quadril largo.
Quando chegou à garagem ela chamou Alysson para irem até a escada de incêndio porque ali seria um bom esconderijo. Quando eles se aproximaram faltou energia e Alysson chamou-a para voltar e ela disse não, falou para esperarem na escada de incêndio. Alysson abre a porta corta fogo e pega o celular no bolso para iluminar quando ele se vira Lívia lhe beijou.
Ela beijava feita louca abriu a camisa de Alysson começou a morder seu peito, quando ele foi falar ela o mandou calar a boca abriu sua calça e começou a sugar seu pau chega que babava.
Alysson estava louco nunca imaginava aquela mulher autoritária mamando em seu pau.
Ela parou de chupar e mandou que ele a chupar-se. Ele disse não e falou para ela que iria mostrar pra ela quem mandava. Alysson joga Lívia na parede e enfia a mão debaixo do seu vestido e rasga sua calcinha ele se abaixa e começa a chupar sua buceta bem raspadinha. Lívia geme e diz: meu porteiro gostoso chupa sua chefe. Ele vira Lívia e passa e língua no seu cuzinho. Que gostoso meu porteiro safado. Depois em um só golpe Alysson penetra na xoxota de Lívia que deu um grito muito forte que ecoou pela escada de incêndio, Alysson segura em seus cabelos e começa a socar na sua xaninha mais forte dando-lhe várias tapas na bunda.
Alysson tira seu o pau e manda-a chupar, ela disse que não porque era nojento, Alysson dar uma tapa na cara dela e manda-a chupar. Lívia chupou seu pau enquanto Alysson segura nas suas orelhas e socava o pau em sua boca. Alysson diz para ela deixar o seu pau bem molhado porque iria comer cuzinho.
Lívia diz que não, Alysson dar-lhe outra tapa e joga-a no chão pega um papelão que os outros funcionários usavam para dormir e manda-a ficar de quatro e começa a beijar e lamber seu cuzinho e enfia numa só estocada na sua xaninha para lubrificar e ela gritou quis sair Alysson segura em seus cabelos e manda-a ficar quieta. Lívia começou a chorar e Alysson pergunta-a se ela queria apanhar de novo ela se calou. Os movimentos foram ficando rápido e Lívia começou a gemer igual a uma cadela. Alysson tira seu celular do bolso e enfia o dedo em sua xoxota ela não disse nada só gemia de repente ela gozou que chegou escorreu pelas suas pernas e logo depois Alysson sentiu que iria gozar segurou-a pelos cabelos e tirou o pau e gozou na cara dela, Lívia ficou em silencio, depois beijou e abraçou Alysson e falou que tinha realizado uma fantasia desde a primeira vez que lhe viu.
Ela disse: - Sempre mandei e todos me obedeciam, nunca ninguém me deu ordens e me humilhou, até você chegar a minha vida. Percebi desde primeiro instante que você era diferente e não me arrependo de nada. Você hoje me fez sentir uma mulher realizada. Alysson continuou a fazer a mesma coisa com Lívia varias vezes sempre batendo e humilhando-a para ela ver que na cama quem manda e ele. Os outros funcionários começaram a desconfiar e Lívia para manter a sua pose mandou-o embora, mas na cama ela é sua putinha! Alysson até hoje agradece a CELPE pela falta de energia naquele dia. Valeu CELPE! (Companhia Energética de Pernambuco).
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.