RSS contos eroticos

Conto Erotico O primeiro anal da minha esposa

Olá amigos, a história que vou contar a vocês é real e aconteceu comigo e minha esposa, somos casados a quase 10 anos e no inicio do namoro ela era muito timída e recada, o que me deu um pouco de trabalho, porém me rendeu grande satisfação e tesão em ensinar e aprender muita com ela. Eramos um casal jovem eu 19, ela 20 anos, eu um rapaz moreno 1,82 cm, 87 kg, cabelo curto castanhos assim como os olhos e uma pica não muito grande, ela uma bonita jovem branquinha de aproximadamente 1,60cm e 50kg cabelos longos pretos e olhos castanhos, seios médios e bundinha pequena, porém redondinha o que me dá muito tesão, no início o sexo era um pouco monotomo tamanha sua timides, porém com o tempo foi melhorando e com minhas tentativas de melhorar ainda mais, conseguir que ela me deixa-se chupa-la e também retribui-se na mesma moeda, eu que nunca fui de desistir facíl com muita conversa e insistencia fui chegando cada vez mais longe só que ai chegamos na hora do anal, eu adoro que adoro um um cuzinho estava louco pelo o dela, mas isso não sería tão facíl, pois época comer um cu era difícil, pois as mulheres eram mais cheias de pudores e nem todas davam, e quem dava o cuzinho valorizava, tinham varias regrinhas além de ser uma vez na vida e outra na morte, e com ela não foi deferente sofri até convence-la que eu não a machucaria. Ai que começaram as brincadeiras, primeiro ela só deixou eu passa-se a lingua em seu cuzinho e toda vez que metiamos eu chupava o seu rabinho, que cuzinho lindo, pequenininho, todo errugadinho e isso me deixa louco teve uma vez que estava lambendo o seu cuzinho e ela chupando meu pau em um 69 tão delicioso que não resistir e gozei em sua boquinha, que me redeu muitos chingamentos e até acabou um pouco com o clima, até que um dia consegui colocar a ponta do dedo no cuzinho dela, mas ela falou que estava doendo e encomodando e não queria mais, eu deixei quieto por muito tempo sem pedir, só que sempre que tinha a oportinudade dava umas dedadinhas sem enterrar o dedo todo. foi ai que um dia estava comendo ela e estava esfrendo a sua bucetinha e acabei colocando os dedos junto com meu pau na buceta dela e ela adorou gozou como louca, no mesmo dia comprei pela internet um consolo e pequeno menor que o meu pau, uns lubrificantes e fiquei louco para chegarem pois estava doido para usa-los com ela. quando chegaram eu não falei nada e um domingo a tarde apos o almoço os deixei do lado da cama escondidos e quando começamos os amassos eu como sempre fiquei chupando ela, só nesse dia eu havia colocado uma venda em seus olhos tipo as que usa para dormi em viajem, e começei a brincadeira primeiro chupei muito a bucetinha e e seu cuzinho a deixando de bruços, e então eu peguei o consolo e coloquei em sua xoxota, e fiquei chupando o cuzinho dela, ela no incio perguntou o que era e estranhou um pouco e quis tirar a venda, mas depois adorou ai eu pedi que ela seguraçe o consolo todo dentro da e meti meu pau ao mesmo tempo que ele em sua bucetinha, que ficou toda louca toda molhadinha, e gemendo de prazer, mandava eu meter mais forte.- vai gostoso, mete tudo na minha bucetinha, enfia nela.-soca nela que eu quero gozar no seu pau.- estou adorano ser fodida assim pois duas picas.-ai que delicia vou gozar, ai gostoso. fizemos varias posições com o nosso novo amiguinho e depois que ela gozou muito, ai foi a minha vez de encher o bucetinha dela de leite, depois desse dia eu passei a sempre usar o consolo nela e comprei um bem grande e moreno assim como eu, passei a meter nela junto com ele, só que teve um dia que falei a ela que queria ver se ela aguentava nós três juntos.- você ta louco! minha buceta é muito pequena para caber vocês três ao mesmo tempo.- é só você pedir ajuda!- Hahaha ta achando que eu vou dar mole pra você, nem pensar que vou te deixar comer uma vagabunda, ainda mais na minha frente! nem pensar.- não, quero comer vagabunda nenhuma, só que você pode ter nós três juntos sem ser na sua bucetinha.rsrs- não entendi.- você pode pedir ajuda para o seu cuzinho, já ta na hora dele trabalhar também.- sai fora, sabia que você só estava querendo se dar bem!mas com o passar do tempo eu fui comendo ela e sempre colocando o consolo grande na DP junto com a minha pica, até que um dia eu passei o pequeno na portinha do cuzinho e ela não reclamou, e então fiquei brincando com ele por ali bem devagar e coloquei bem aos poucos devagarinho até entrar a cabecinha, com muita calma e carinho fui empurrando o resto e ela me chamando de safado, você consequiu o que queria colocou e picas dentro de mim, nem safado, agora mete, mete muito na sua cadelinha, vai mete tudo que eu vou gozar, vai. e depois gozou como nunca tinha visto! com três paus dentro dela, então eu tive minha merecida recompensa e comi muito o cuzinho dela antes de gozar dentro enche-lo de leite, hoje eu como quase todo dia o cuzinho dela e adoramos. abraços e espero que gostem.esse é meu primeiro de muitos relatos deixem recados.
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.