RSS contos eroticos

Conto Erotico O RABO DA COROA VIUVA

Sou pescador e, numa volta de pesca, vendendo os peixes, ainda na praia, recebi um pedido de uma dona, queria , de graça, um peixe. Na hora sem pensar dei pra ela uma curvina de kilo e meio, mas reparei no rabo que ela tinha. Dois dias depois, noutra volta de pesca, ela me pediu outro peixe. Dei o peixe , mas puxei conversa, soube que tinha inviuvado tinha 6 meses, com 3 filhos pequenos, e sem nada em casa para comer. Estava sem mulher tinha uns 3 meses, ai, na hora de dar o peixe, disse no seu ouvido que estava querendo fazer uma troca. Ela sorriu, e, disse que não tinha nada para oferecer, disse que ela tava enganada, que ela tinha uma bunda que me tirava do sério. Ela se fez de ofendida, largou o peixe, foi embora, fui atrás, segurei seu braço e falei que tava com tesão e sabia que ela também tava querendo. Como num encanto a danada me deu um beijo de tirar o folego, fomos para sua casa, um casebre perto da praia. Seus filhos estavam na escola. Ficamos pelados, loucos, tarados para meter, chupei aquela xoxota cabeluda, suada, ela gemendo, se abrindo toda, cheia de tesão. Quis que chupasse meu pau,mas não sabia, seu marido falecido, só metia o papai e mamãe. Fui o primeiro a lhe chupar a buceta, que buceta. Coloquei na xoxota molhada, entrou com facilidade, estava encharcada, tremendo, gostando, comecei a meter com força ela se arrepiava, olhos esbugalhados, tremendo, gozava, louca, me arranhava. Ela estava entregue, sem força para reagir as minha vontades, virei ela de bruço e, acho que ela percebeu que minha intensão era seu rabo. Ela se acomodou e fui até aquele cu, virgem, amarronzado, pregas perfeitas, mas latejava, piscava, ela estava cheia de tesão. comecei a massagear o grelo dela e ao mesmo tempo lambi aquele cu, cuspindo muito, enfiando os dedos, o tesão era tanto que ela rebolava e falava baixinho, vai moço, vai , é isso o que vc quer, vai devagar, nuca fiz ai. Coloquei a cabeça do pau , duro que nem pedra, forcei , ela tentou escapar, mas com a minha massagem no grelo ela forçou o quadril par atrás, ai, com ajuda da lubrificação da xoxota, entrou tudo de uma vez. Ela soltou um grito de dor, um urro, mas parecia que , também, estava gostando, fui metendo devagar, mordendo seu pescoço, ela gemendo, me segurando e empurando seu rabo contra o meu corpo, Ai estava metendo com força, rapido, ela gemendo, dizendo que tava adorando dar o rabo, que ia gozar, que ia gozar . Ela tremia e gozando comecei a encher aquele cu gostoso de porra, quentinha, ela chorava que ta gostoso, que queria sempre. Metemos a tarde toda, gozamos muito, loucos, fudemos como cachorros no cio, ai, tirei o atraso, e ela virou a femea que estava escondida. Agora, toda vez que volto do mar passo na casa da minha viuva e metemos de todo jeito,alias, aquele rabo está cada vez mais gostoso, e ela adora cavalgar com o cu no meu pau massagendo o grelo ára gozarmos juntos.
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.