RSS contos eroticos

Conto Erotico Primeira pulada de cerca

Uma vez perguntei a meu marido o que ele fazia se soubesse que tinha lhe traído e ele respondeu que não saberia a reação, mas pareceu demonstrar interesse e na hora de uma transa eu fantasiei que tinha saído com outro e ele ficou louco de excitado. fiquei na dúvida e depois resolvi arriscar, não sai a procura, mas deixei acontecer. conheci uma cara de recife pela net, num site de bate papo, e fiquei em contato com ele por vários meses, trocando e-mails e fotos e telefonemas maravilhosos. sem que meu marido paulo soubesse, marquei com ele em joão pessoa, nos encontramos ainmda dentro dos carros e seguimos para um motel, ele na frente e eu atrás no meu carro. pegamos uma suite com garagem dupla e logo que dessemos dos carros fomos nos cumprimentar, beijinhos e elogios, ele disse que eu era mais maravilhosa pessoalmente. entramos na suite e começamos um amasso muito gostoso, começando com um beijo longo e gostoso. eu tinha me produzido toda durante o dia e estava com uma roupa provocante, uma calcinha minúscula e um espartilho preto lindo que tinha ganho recentemente de meu marido. sou loira, 1.67m de altura, sem o salto, pernas grossas, bunda grande e seios também grandes, mas não sou nenhuma ninfetinha, tenho 38 anos, um filho e sou casada há mais de 14 anos. bem, continuando o relato, o alberto (nome fictício) me tratou como uma rainha, me beijou toda, tirou minha blusa, chupou meus peitos com mamilos grandes, me virou de costas e foi tirando minha calça, beijando minha bunda, lambendo e elogiando, dizendo que minha bunda é maravilhosa, deliciosa, carnuda, do jeito que ele gosta. tirou minha calçinha do rego e passou a lamber lentamente entre as nádegas, me deixando louca, fiquei passiva só sentindo o prazer daquela lingua lambendo minha bunda até chegar no cuzinho. eu estava em pé me segurando numa mesa arrebitando a bunda. ele enfiou a lingua no meu cuzinho e fez um movimento de vai e vem, me fazendo sentir um enorme prazer na bundinha e como ele também estava super excitado, colocou uma camisinha e me penetrou por trás, primeiro na xotinha, depois no cuzinho, onde para minha surpresa, a penetração foi fácil e rápida, passando ele a fazer movimentos fortes e eu gemia alto, urrando de prazer, gozei gostoso e ele segurou dizendo que gozava quando eu quisesse, eu estava sem controle, disse goza dentro do meu cuzinho, quero sentir teu pau tremer, vai...vaiiii..., ele gozou e seu pau estremeceu dentro do cuzinho... foi uma delícia... nunca imaginei de dar o cuzinho assim tão rápido a outro homem. fiquei espantada com minha disinibição e disposição. depois que ele tomou um banho, fomos pra cama e começamos tudo de novo, depois de alguns beijos, ele colocou o dedinho na minha xoxota e ficou me bulinando enquanto eu mageava seu pau, que era um pouco maior do que o do meu marido. transamos de ladinho, ele me pegando por trás, com com aquele pau todo enterrado na minha xota e segurando com força meus seios, uma das posições que mais gosto de fazer amor. foi quando ele começou a me chamar de puta, susurrando no meu ouvido, o que me fez estremecer... vai forte vai...vai forte vai...suplicava pra ele. ele mais uma vez gozou dentro e ficamos agarrados por alguns minutos, ele parecia continuar gozando abraçado comigo...foi uma delícia...infelizmente não pude ficar mais tempo, tomei um banho sem molhar o cabelo, claro, me vesti, conversamos um pouco mais e nos despedimos. ele ficou pra dormir no motel e voltar pra recife pela manhã e eu fui para casa e disse que estava consolando uma amiga que estava com problemas no casamento. meu gato não desconfio de nada e ainda não contei a ele. foi minha primeira pulada de cerca. beijos a todos.