RSS contos eroticos

Conto Erotico Um cliente muito especial 2

Quem leu a primeira parte já sabe como começou essa aventura! Conhecemos nosso cliente especial vendendo pra ele um título de clube de campo. Éramos uma dupla de amigas com 20 e poucos anos, bonitas de rosto e corpo e acabamos formando um trio com esse rapaz simpático e lindo, um pouco mais velho que nós. Depois do primeiro encontro trocamos telefones e combinamos de nos encontrar de novo. Teria que ser durante a semana porque de fim de semana nenhum dos três podia dar uma escapadinha, aliás minha amiga era noiva, eu namorava sério e ele também era comprometido, morava com uma mulher. O tesão, a vontade de trocar carinhos, meter gostoso e curtir aquela aventura com nosso lindo era mais forte que qualquer sentimento de culpa ou constrangimento naquele momento, e com os hormônios a flor da pele passamos várias vezes na serralheria após o expediente (estávamos trabalhando naquela região mesmo) pra dar uma relaxadinha e umas boas trepadas antes de voltar pra casa... Usamos muito o escritório com seu sofá confortável e o banheiro da serralheria em nossas transas, depois que as portas fechavam e os funcionários iam embora, aparecia nós as putinhas insaciáveis pra mais uma sessão de sexo a três. Ele gostava de ficar nos beijando e bolinando, chupava nossas tetinhas e bucetinhas e fazia isso muito bem! Enquanto chupava uma tinha o pau chupado pela outra fazíamos loucuras e revezávamos, o pau dele ficava sempre ocupado ou tinha uma mão pegando, uma boca chupando ou estava metendo em uma das duas! Em dupla uma chupava o cacete e a outra lambia as bolas ao mesmo tempo, o gato delirava! Ele gostava de ficar roçando a cabeçona do cacete nos cuzinhos, nos grelinhos e na portinha das nossas bucetinhas pra provocar até a gente implorar pra ele meter tudinho , então nos comia com muita vontade, ora metia numa, ora na outra, sempre fazendo a gente gozar primeiro pra então se satisfazer ele próprio, queria ter certeza que estávamos sendo bem comidas! E não tinha problemas pra isso no auge da juventude seu pau ficava duro rapidinho pra nós. Lembro que no segundo encontro já estávamos mais íntimos, nem ficamos com muita conversa o desejo era mais intenso do que a vontade de bater papo e logo que chegamos já começou os beijos e a pegação, mas dessa vez ele nem demorou muito nas preliminares, o gato queria meter logo (o que é gostoso também sentir a urgência do tesão) me pôs de quatro no sofá e meteu o cacetão na minha bucetinha, me senti completamente preenchida com a rola cabeçuda dele e delirei de prazer! Eu adoro essa posição! Comecei a rebolar no cacete e falar um monte de sacanagens, com ele me socando tudo até as bolas, minha amiga ia batendo uma siririquinha e acariciando as bolas , os mamilos e o corpo todo dele, beijando na boca enquanto ele me comia. Depois que eu gozei ele colocou minha amiga no sofá de frente pra ele e puxou as pernas dela pra cima, ficou metendo um tempão até ela gozar gemendo muito com a pica enterrada na bucetinha, e eu participando da mesma forma que ela antes. Quando ele ia nos levar de carro (eu e ela éramos vizinhas) e por algum motivo a gente não tinha brincado ainda, ele nos deixava perto de casa, mas antes parava numa ruazinha sem movimento e ali mesmo a gente fazia um boquete em dupla nele antes dele ir embora, chegamos a meter no banco do carro algumas vezes, nesses casos uma ficava de olho no movimento da rua, enquanto a outra dava gostoso e sempre nos revezando, ninguém ficava insatisfeita o gato dava conta! E assim foi, tivemos um belo caso! Logo de cara rolou uma forte atração entre nós, uma explosão de tesão e sem frescuras nos entregamos , além da serralheria frequentamos motéis, barzinhos, comemos em restaurantes, enfim parecíamos um trio de namorados e ele ficava com as duas, andava abraçado com as duas, beijava uma depois a outra em público e era divertido ver a reação das pessoas, víamos o olhar de inveja de outros homens, por ele estar pegando as duas gatas, assim como das mulheres porque o cara era mesmo de tirar o fôlego de qualquer uma. Nesse caso a três rolou muita cumplicidade, diversão e muitas risadas, zoamos muito, bebemos muito, transamos muito! Mas tudo acaba e um dia acabou mas ficou a doce lembrança...
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.