RSS contos eroticos

Conto Erotico A sobrinha da minha mulher

Amigos e amigas, hoje tenho o maior orgulho de contar para vocês como desvirginei a minha sobrinha. carnaval bom mesmo é em salvador - bahia , onde vamos constantemente passar os dias de folia , já que somos do interior de são paulo. período onde no último carnaval o meu cunhado veio juntamente com a sua esposa e a sua ninfetinha fazer companhia para eu e a minha esposa. a sapeca da lorena esse é o nome da gracinha de menina que quebrei o cabaço. logo na sexta feira de carnaval a danada em um fim de tarde foi tomar banho para se refrescar , ganhar energia e partir para a folia , a danada tomando banho com a porta semi aberta , na passagem do corredor que liga o meu quarto com a sala fica o banheiro , sem querer querendo dei uma olhadinha só para ver quem estava debaixo do chuveiro, quando vi " lo " peladinha fiquei atordoado sem saber o que fazer. se entrava caia embaixo do chuveiro com aquela gatinha ou se ia para a sala , ou retornava para o quarto onde a minha esposa recuperava as energias , por que depois do almoço nos fizemos uma foda daquelas que todo mundo tem direito a tudo. atordoado também por que no outro quarto os pais dela também estavam a descansar e recuperar as energias. fiquei em pé na frente da porta , a danada paresse que estava a fim de brincar com fogo ou é muito corajosa para mamar em onça . na minha indecisão ela deu uma força , pode entrar tio , faça o quer quer , estamos todos a vontade e sei que tia e os meus pais estão todos a dormir , só mesmo nós dois é que temos necessidade de dormir pouco. não me fiz de rogado entrei e falei com ela que ia tirar a água do joelho , ela malandra logo entendeu que água e que joelho ela ia ver a seguir . fique a vontade tio , como você bem sabe o senhor está na sua casa. nessa circunstâncias e para ganhar mais intimidade falei com " lo " deixa o tio para o de lá de cima . aqui somos só amigos , pode mim chamar de zé . então zé fique a vontade . olhando a água escorrer por aquele corpinho maravilhoso , logo o meu pau ficou meio duro . quando tirei fora do short , ela deu uma olhada e disse , tio que beleza de caralho , assim mole já está desse tamanho , imagino como não é quando ele estiver em condições de brigar com uma xaninha nova. perdir totalmente o medo e a noção do perigo , procurei ela , se ela queria ver a minha pica totalmente dura , ela respondeu no maior cinismo só se fosse agora ,então, procurei para ela e se os seus pais ou a sua tia acordasse , ela falou que não tinha problema por que sabia que todos iriam dormir bastanate. então, fechei a porta e decidir aceitar o convite de lorena para entrar embaixo do chuveiro com ela, como era de se esperar ao tocar no corpo daquela gatinha , meu caralho quase explode de tão duro que ficou . "lo" deu uma olhada e disse , tio que coisa linda , é mais bonita do que essas que a gente vê nos filmas pornos, então falei pra ela , fique a vontade , faça tudo o que a sua imaginação possa querer , ela não fez de rogada , abaixou e fez um boquete de profissional, ela disse que já tinha costume de fazer com o namorado , mas esse ainda não tinha tirado o seu cabaço por que era religioso e estava a esperar o casamento para só depois deflorar. ai eu falei que bom , binha , então eu faço pelo futuro corno , quando eu estava para gozar eu pedir a ela para parar que agora seria a minha vez de chupa-la , desci até aquela linda bucetinha , fechadinha e molhadinha e enfiei a minha língua , lo , foi a loucura , tio que bom , mas vou querer essa pica todinha dentro de minha xaninha , você coloca pra mim tio . coloco binha , depois de dar uma caprichada de língua , falei agora loreninha vamos ao melhor da festa , saimos do boxe , pedir a ela para colocar as mãos no vaso sanitário , com a tampa fechada é claro , e arribitar a budinha para o titio , assim "lo" fez , quando vi aquele cuzinho piscando , quase gozei , só fã de cu , não posso ver um cu feminino que enloqueço. ela falou vai tio , tira esse meu cabaço , não aguento mais carregar esse peso , eu disse vai doer binha , ela tava tão afim que falou , não importa eu sei tio , mas vou aguentar , tô muito afim de fuder nesse carnaval e começar com essa pica maravilhosa vai ser bom de mais . tio só uma curiosidade , quanto mede essa coisa linda > respondi segundo a sua tia é 21 cm., ela aguenta ainda pede mais , então lorena respondeu , como tia é gulosa e egoísta como querer isso só para ela , vai tio , enfia logo , acaba logo com essa minha vontade de ficar sem o cabaçinho. ai não deu mais para segura, fui botando a cabeçona , lorena quise recuar , mas a vontade de dar era muito, empinou mais a budinha e falou vai tio , ponha devagarinho para a sua binha , mas não pare , não pare , doi mas é bom de mais, assim fui colocando , a minha pica naquela xaninha , fui observando ela abrindo cada vez mais , enfia tio , mete tio , mete tio , fui empurrando com dô é verdade , porém fui enfiando até ver meu saco encostar naquele cuzinho , ai tio que bom , vai tio , mexe , mexe , mexe , quero gozar , ai eu falei pra ela , quem não aguenta mais sou eu , acho que vou gozer , ela disse , vai tio derrama seu leitinho na minha xaninha, ai não deu para esperar mais nada , que gozada , que maravilha loreninha , antes que o carnaval termine quero mais binha , ela respondeu eu é que quero mais e quero gozar na bucetinha e depois você come o meu cuzinho tio, quero gozer pelo cu também tio , como"lo" como o seu cuzinho também .depois , entramos embaixo do chuveiro novamente , nos lavamos . eu abri a porta do banheiro sai , felismente todo mundo dormindo , depois lorena saiu do banheiro , fomos para a cozinha fazer um belo lanche , quando a minha esposa levantou procurou , tudo bem com vocês , loreninha respondeu , tudo bem tia e como está bem . nos dias seguintes transamos duas vezes por dia , fiz todos os desejos de lorena , mas isso eu conto depois .beijos