RSS contos eroticos

Conto Erotico Acordo entre irmãos.

Sou a Cris, e estes fatos aconteceram quando eu tinha meus 20 anos. Meu irmão Fred, estava com 18 anos e era muito magro e já media quase 2 metros de altura... Seu apelido era “Magrão”.  Ele andava mal nos estudos e já tinha tentado o vestibular e não passou. Estava numa nova tentativa fazendo um cursinho pré-vestibular quando ouvi minha mãe ralhando com ele: - Você devia estar estudando e não ficar o dia inteiro vendo revistas de mulheres peladas! Já sei que suas notas no cursinho estão cada vez piores. Se não passar este ano, não vou mais gastar dinheiro com você; vai ter que arrumar um serviço pra largar de ser vagabundo!... Fred abaixou a cabeça, ficou triste e quase chorou. Com pena, fui ao seu quarto e conversando com ele na tentativa de ajudá-lo: - Porque a mãe está tão nervosa Fred?... : - Ela achou várias revistas escondidas no meu quarto!... : - De mulheres peladas, não é!... : - É! Mais de vinte revistas... : - Mas Fred! Porque ao invés de gastar dinheiro comprando revistas; você não gasta saindo com alguma menina?... Ele se espantou com minha pergunta: - Que menina Cris? Nenhuma quer namorar um cara feio e desajeitado como eu!... Sentei na cama do seu lado: - Quem disse que você é feio? Você só precisa ter mais confiança em você!... Ele realmente não era feio; mas com sua altura era sim, meio desengonçado. E tentando incentivá-lo: - Se precisar de minha ajuda, é só pedir!... Ele muito inocente: - Vê se acha onde a mãe guardou as revistas e pega pelo menos algumas de volta pra mim!... : - Fred! Vê se esquece as revistas e mete a cara nos estudos; você precisa entrar na faculdade de qualquer jeito!...  : - Eu prometo estudar mais! Mas eu gosto de ficar vendo aquelas revistas!... : - Qual é a graça de ficar vendo mulher pelada em revistas? Você nunca viu uma ao vivo?...  Ele meio envergonhado: - Nunca, só mesmo nas revistas!... : - E você se masturba vendo?... Ele riu meio sem graça e confirmou com um gesto de cabeça. Resolvi dar-lhe um incentivo maior: - Se você melhorar nos estudos e deixar a mãe satisfeita, eu prometo deixar você ver pelo menos meus peitos!... Ele arregalou os olhos: - É mesmo? Você promete?... Achei graça o quanto ele ficou contente: - Prometo sim; e se você entrar pra faculdade eu deixo você me ver sem roupa nenhuma!... Ele até espichou seu corpo magrelo: - Ó! Vai ter que cumprir heim?... Fred passou a estudar praticamente o dia inteiro. Um mês depois, ele mostrou pra mãe suas notas e depois foi no meu quarto: - Olha Cris, olha só como estão minhas notas!... Olhei e vi: 7, 8 e até notas 10: - Você se lembra do que me prometeu?... Quando me dei conta do que tinha lhe falado: - Lembro sim; mas deixa quando a mãe não estiver em casa!... Dois dias depois ele entrou novamente no meu quarto: - Cris; a mãe acabou de sair!... Pedi pra ele passar a chave na porta. Tirei minha blusa e o sultiã... Os olhos de Fred quase saíram pra fora: - Caralho Cris! Que peitos lindos você tem!... Estava novamente colocando o sultiã: - Deixa ver mais um pouco Cris!... Fiquei parada e confesso até meio excitada: - Quer apertar eles um pouco?... Fred praticamente babando levou a mão e começou a apalpar: - Puta que pariu, são mais bonitos do que muitas mulheres das revistas!... Já imaginando que ele depois ia correr pro banheiro: - Já chega Fred, vai lá pro banheiro, vai! Eu sei que você deve estar louco pra se masturbar, não é?... : - Há; seria bom se pudesse gozar olhando pra eles!... : - Você quer que eu fique dentro do banheiro pra você ficar olhando pra eles enquanto se masturba?... : - Faz isso por mim, faz?... Olhei pra sua bermuda vendo aquela montanha formada e fiquei curiosa: - Tá bom; mas vamos logo antes que nossa mãe volte!... Enquanto caminhávamos pro banheiro: - Ela vai demorar, disse que ia à costureira!... No banheiro, fiquei parada com os peitos de fora: - Vai Fred, tira logo pra fora e começa!... Fred arriou a bermuda já junto com a cueca me fazendo quase cair pra trás. Meu irmão parecia um jumento; seu pau duro devia ter mais que 22 cms e razoavelmente grosso... Me refiz rapidamente e Fred: - Deixa novamente eu colocar a mão?... Consenti e ele segurando e apertando um dos meus peitos começou a movimentar a outra mão sobre seu imenso pinto: - Oh Cris! Você é melhor irmã que existe!... Me veio uma vontade incontrolável que levei a mão no seu pinto: - Deixa eu te ajudar!... Comecei a tocar-lhe uma punheta que Fred curvou até seu corpo: - Vai Cris! Vai! Já tá vindo!... Um jato de porra que mais parecia um torpedo bateu na tampa do vaso e Fred segurando minha mão fez seu pinto apontar pra dentro do vaso e continuar soltando jatos e jatos de porra. Dei-lhe um beijinho no rosto: - Oh! Tem que continuar estudando, heim?... No mês seguinte foi a mesma coisa; Fred veio me mostrar suas notas: - Hoje você deixa te ver pelada?... : - Não Fred! Combinamos que só vou deixar se você passar no vestibular!... : - Ah Cris! Deixa só ver; prometo que não vou nem te tocar!... Eu até desejava satisfazer as vontades de meu irmão, mas tinha que ser firme pra que ele não esquecesse os estudos: - Vamos fazer o seguinte; vou deixar você me ver só de calcinha, tá bom?... Mas ao invés de irmos pro banheiro, peguei uma toalha pequena: - Quando você gozar; usa essa toalha!... Tirei toda a roupa; menos a calcinha que era meio transparente... Fred, já foi arriando a bermuda me deixando admirar aquela piroca linda que mais parecia uma pequena espada: - Mas nos seus peitos eu posso tocar né?... : - Pode Fred! Se quiser eu deixo você dar uns beijinhos!... Fred curvou seu enorme corpo e quase engoliu com sua enorme boca um dos meus peitos: - Devagar Fred! Chupa devagar! Faz de conta que o biquinho é uma chupeta! Isssoooo! Assimmmm! Agora passa a língua!... Segurei seu pau e já comecei a punhetar: - Hummmm Fred! Você tá me deixando molhadinha! Goza! Goza na minha mão!... Fred gozou e gozou muito ensopando a pequena toalha. Só que fiquei tão excitada que estava quase subindo pelas paredes: - Eu também quero gozar Fred; você vai ter que me fazer gozar!... : - O que quer que eu faça Cris?... Tirei minha calcinha e fui deitando na cama: - Vem Fred! Chupa minha buceta, chupa!... Acabei que estava ali peladinha na frente do meu irmão; de pernas abertas, deixando-o ver uma buceta de verdade pela primeira vez... Fred não sabia o que fazer e tive que orientá-lo: - È só você colocar sua língua aqui Fred!... Fred muito desajeitado enfiou a cara no meio das minhas pernas e quando senti sua língua: - Isso Fred! É assim mesmo! Agora passa a língua! Issoooooo! Que delíiiiiicia!... Fred tinha uma língua proporcional ao seu pinto: - Enfia, Enfia a língua na minha buceta!... Fred começou a cutucar a ponta da sua língua na portinha da minha buceta que tive um gostoso orgasmo: - Gostei Cris! Gostei de chupar a sua buceta!... : - É; mas se você não estudar direito nunca mais vou deixar você fazer isso!... Fred passou a ter somente notas excelentes deixando minha mãe toda eufórica e eu cada vez mais doida pela sua enorme piroca. Estávamos novamente sozinhos em casa: - Hoje primeiro vai ter que me chupar; depois eu vou fazer uma coisa que você vai adorar!... Fred estava ficando craque em chupar minha buceta: Ele já lambia, chupava e mordiscava minha buceta me fazendo ter orgasmos múltiplos. Gozei, e pedindo pra ele ficar de pé ao lado da cama; sentei na sua frente e pegando sua piroca comecei dando uns beijinhos antes de colocar a metade daquele trolha na minha boca e iniciar uma deliciosa chupeta: - Caralho Cris!  Como isso é gostoso!... Mamei a pica do meu irmão que acabei levando um banho de porra que lambuzou minha cara, escorreu pelo meu pescoço e pelos meus peitos. Já estava se aproximando a data das provas e Fred passou a estudar até de madrugada... Levantei as duas horas da madrugada pra fazer um xixi e notando a luz acessa no quarto de Fred; fui até lá: - Vai dormir Fred! Hoje você estudou o dia inteiro; deve estar cansado!... : - Eu estou muito tenso, só tenho mais uma semana pra estudar antes das provas!... : - Mas por hoje chega! Vai deitar, vai!... Ajudei-o a se deitar: - Quer mamar um pouco nos meus peitos pra relaxar?... Abaixei uma alça da camisola e botando um peito pra fora cheguei em sua boca. Fred começou a mamar e chupar meu peito... Enfiei a mão por dentro do seu short do pijama e fui sentindo aquela vara ir crescendo e ir ficando cada vez mais dura... Tirei minha calcinha já doida pra sentar naquela tora e sentir aquilo tudo dentro da minha buceta, mas me controlei e comecei a chupar e a molhar bastante a ponta com minha saliva: - Vou deixar comer minha bundinha; você quer?...  Fred sentou na cama: - Não acredito, vai deixar mesmo?... : - Vou, mas você vai ter que fazer com muito cuidado; seu pau é muito grande!... Fiquei de quatro e ele ajoelhado deu a altura certinha pra encostar o pau no meu cú: - Pode deixar Cris, vou enfiar bem devagar!... Fred empurrou; fez força e quando senti que estava entrando tive que travar os dentes pra não soltar um grito... Fui gemendo baixinho até ele empurrar os 22 cms pra dentro do meu cuzinho... Fred inexperiente começou a bombar muito rápido que parecia estar rasgando meu cú... Comecei a sentir dor; mas era uma dor gostosa que comecei a rebolar: - Ohhhhhh! Hummmmm! Soca Fred! Soca com mais força!... Fred deu uma violenta enterrada e ficou grudado na minha bunda soltando todo seu gozo dentro do meu cú. Comecei a ficar preocupada de estar ficando viciada na piroca do meu irmão que tive que me controlar pra não atrapalhar seus estudos. Fred fez as provas e no dia do resultado fui com ele até a faculdade... Fred olhando as várias listagens esticou seus enormes braços pra cima e soltou um berro: - Passeiiiiiiiiiiiiiii!... Pulei no seu pescoço e comecei a dar-lhe beijos e mais beijos que nem sua boca eu perdoei. Fred me segurando pela cintura, fazendo meus pés ficar balançando no ar me deu um beijo na boca que se demorasse mais um minuto eu ia morrer por falta de ar... Voltamos pra casa e no meio do caminho; paramos, pra lhe dar novamente os parabéns: - Agora sua irmã pode ser sua na hora que você quiser; mas vai ter que ser com camisinha!... Minha mãe ficou tão contente que ligou pra tudo quanto é parente pra dar a notícia. Na primeira oportunidade Fred entrou no meu quarto balançando um envelope de preservativo: - Hoje vou realizar todos os meus sonhos!... Fiquei de pé sobre a cama e agarrei meu irmão beijando sua boca: - Há muito tempo que estou desejando isso meu irmão!... Fred foi trancar a porta e eu já fui tirando a roupa. Ele ficou nú e pedi pra ele sentar... Peguei o preservativo e fui vestindo seu enorme pau. Deitei: - Vem meu irmão! Vem enfiar esse pau gostoso na bucetinha da sua irmã!... Quando Fred enfiou toda sua vara na minha buceta me senti no paraíso: - Mete Fred! Mete gostoso! Fode minha buceta!... Foi a minha melhor trepada com um homem sentindo a potência daquele cacete indo e vindo na minha buceta que gozei e travei minhas pernas em sua cintura sentindo seu pau latejar enchendo a camisinha com sua porra. Durante todo o período de faculdade do meu irmão; mesmo ele arrumando uma namorada, continuei dando tudo pra ele... Até hoje; com meus 32 anos, casada e ele com 30 e também casado, de vez em quando saímos pra algum motel.