RSS contos eroticos

Conto Erotico Carente e sem amor.

ELA LIgou para mim e sua mãe,dizendo que estava sendo mal tratada pelo marido;e nós fomos para sua casa e ao chegar seu marido havia saido e só voltaria no dia seguinte e notamos que ela havia bebido para suportar a situação.como minha mulher estava cansada me pediu para lhe fazer companhia,e assim eu o fiz e ela certa altura da situação,me pedia abraço póis estava carente e nesse meio tempo sua mãe que toma remédios controlados já dormia;e ela dizendo já que estávamos sós ela me falaria tudo,pois confiava em mim;e começou a dizer que estava carente e não tinha carinho do seu marido e só brigas e chorando veio e me abraçou apertado e pediu para abraça-la;e eu assim fiz só que com o abraço eu fui ficando excitado pois ela me apertava e se roçava em mim;ao perceber que estava excitado ela me olhou riu e disse que estava confiando em mim,pois ela estava pela primeira vez sendo mais liberal com um homem;e assim ela veio e me pediu para faze-la se sentir mulher já que sua mãe havia lhe dito que eu era muito excitante no amor e me pediu para guardar segredo,e assim ela veio como uma fêmea no cio cheia de tezão e pediu para fude-la muito e gostoso como estava cheio de tezaõ comecei á transar com ela e mal eu coloquei naq sua buceta ela gemia e parecia ficar louca de tezaõ e dizia que meu pau era muito maior que de seu marido e mais gostoso e gemendo ela gosou e eu pedir seu cúzinho e ela deixou mas com pomada lubrificante;sei que gozamos muito gostoso e ela parecia delirar de prazer e disse que que nunca havia sentido tanto tezão como naquele momento,e disse que queria mais sempre que possível e eu concordei já que era segredo nosso;e assim até hoje quando dá nós se encontramos e isso já vai para uns quatros anos e toda vez que fudemos ela geme e chora de tezão.
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.