RSS contos eroticos

Conto Erotico Comendo a irmãzinha Ciumenta

Por Motivos de segurança, mudei os nomes dos personagens, Olá amigos de todo o Brasil, meu nome é Eduardo, tenho 16 anos sou moreno cor de jambo, olhos castanhos claros e tenho 1,70 m de altura, 63 kg, sou freqüentador assíduo deste site e estou aqui para contar um relato que aconteceu comigo a pouco mais de um mês. Bem sou um rapaz que costuma se se dizer que fica na sua, tenho um irmã de 15 anos , o nome dela é Jéssica ela é loira e tem os olhos azuis (puxou pra minha mãe) uns 1,68 m e 56 kg apesar de ter 15 anos ela já tem um corpo de mulher com seus seios e pernas bem definidas, uma cinturinha de deixar qualquer um doido e uma bundinha fenomenal que sinseramente se ela não fosse minha irmã casava com ela na hora, enfim sempre a admirei muito mas nunca passou de uma admiração de irmão para irmã. Ela tem um carinho muito grande por mim sempre nos demos muito bem, ás vezes eu a ajudo com o dever de casa levo ela para passear.As coisas andavam bem quando arrumei minha primeira namorada aos 14 anos o nome dela é Patrícia tinha 13 anos e era muito amiga da minha irmã, inclusive eram colegas de classe. Enfim assim que comecei a namorar com a Patrícia notei que minha irmã mudou seu comportamento comigo passando a ser mais histérica e se aborrecia com qualquer coisa demorou pra eu perceber que na verdade minha irmã estava era com ciúmes de mim, me sentia estranho ao pensar que minha irmã estava com ciúmes do próprio irmão e sempre que eu perguntava porque ela estava brava ela mudava de assunto. Até aí tudo bem depois disso passei a evitar mais minha irmã sem que ela percebesse. Pra vocês verem como são as coisas ano passado ela arrumou um namorado, não sei se foi por ciúmes só sei que ela não gosta do cara, o nome dela é Caio um gaiato que estuda na mesma sala que eu (Estou no 2º ano) um babaca de carteirinha, o cara é totalmente desligado, enfim ela passou a namorar com minha irmã de porta, ou seja passou a freqüentar a minha casa quase todos os dias. Lá estava eu assistindo tv quando ele me aparece: - Fala cunhado tudo em ordem? (odeio quando ele me chama de cunhado). - E desde quando as coisas não estão?. - Você sempre com esse humor. Posso ver a sua irmã? - Qual o seu interesse na minha irmã? - Qual é? cê não sabe que a gente tá ficando? - O problema não é esse é que minha irmã é muito nova pra namorar (Ainda mais com um babaca como ele). Nesse momento minha irmã desce. - O que está acintecendo?. - Não sabia que você tinha um guarda costas? - disse o Caio. - Não sou guarda costas de ninguém apenas cumprindo meu papel de irmão mais velho. - disse eu me defendendo. - Não sei qual o motivo desse seu ataque de ciúmes quando você sai com a Patrícia eu não me intrometo. Quando ela falou isso foi como se ela tivesse me dado uma bofetada sabia que ela fizera isso com ciúmes e também pra me testar e o pior disso tudo é que eu além de tolo realmente demonstrei ciúmes pela minha irmã e não sabia se era ciúme de irmão para irmã ou se era ciúme de um homem por uma mulher. Nesse momento uma crise tomou conta de mim, não sabia o que fazer, precisava saber o que acontecia comigo e essa ladainha durou o ano todinho até que em Março, às vésperas de seu aniversário encontrei seu diário meio que sem querer, pois estava procurando meu material escolar no quarto de minha irmã sei que ela costuma mexer nas minhas coisas. Lá estava ele, em cima da escrivaninha, me convidando a conhecer os segredos de minha irmã. Aposto que vocês estão loucos para saber o que aconteceu, pois é se curiosidade matasse eu já estaria servindo de comida so tapurus há muito tempo. Vamos lá, abri seu diário e encontro para minha surpresa várias fotos minhas com várias anotações uma delas dizia, "Hoje se passou mais um dia em que tentei esconder o que sinto pelo meu próprio irmão" e outro diz respeito sobre mim e o Caio "Apesar de já estar namorando há um ano com Caio, o que eu sinto pelo meu irmão é muito maior", Não sei o que deu em mim, mas quando li aquilo sentia como se fosse culpado por tudo aquilo e agora não tinha mais nada o que esconder, minha irmã estava realmente afim de mim. No dia seguinte, o dia em que completava 15 anos lá estava ela, sempre linda e maravilhosa era como se ela estivesse se aprontado especialmente para mim e eu notava que ela, não sei porque me olhara com outros olhos, e em uma oportunidade única (já que o Caio não largava do pé dela, ele é um verdadeiro mala) me aproximei dela e disse que tinha uma coisa para lhe dar, e ela meio curiosa me perguntou o que era e eu disse que era segredo e se eu contasse não seria mais um segredo e que se ela quisesse saber o que teria que vir comigo depois da festa até o jardim, e ela aceitou na hora. Por volta das 2:00 da madruga qdo todos os convidados já tinham ido embora, inclusive o Caio e a minha namorada Patrícia (meu namoro já dura uns 3 anos) fui ao encontro do meu bebê. Ela estava sentada olhando as estrelas e nem percebeu qdo eu cheguei. Me aproximei e tampei seus olhos e ela claro perguntou quem era, permaneci calado e então ela disse "deve ser o Eduardo" e perguntei como ela sabia que era eu e ela disse que notou pelo perfume que eu usava. - E então o que você tem para me dar? - disse ela desconfiando de algo. - Bem primeiro me diga, o que você sente pelo Caio? - Por que você me pergunta isso? - Porque acho que ele não é o cara certo para você, olha só para você uma menina tão linda e inteligente namorando com um tremendo imbecil de carteirinha! Nesse momento ela deixou escapar uma risada. - Mas quem é você para me dizer isso?Meu pai ou o quê? - Não, não sou o seu pai, mas sou o seu irmão mais velho e sei que ele não é o cara certo para você. - É impressão minha ou você está com ciúmes? - Eu!? com ciúmes!? como você pode pensar isso do seu próprio irmão? - Eu não penso nada, você é que demonstra isso! - Pois saiba que a Patrícia é a única em minha vida. - Então foi pra isso que você me chamou? pra me ficar criticando o meu namorado? Saiba eu pouco me importo com você e sua namorada. - disse a minha irmã quase chorando, mas nem bem ela terminou e eu a segurei a força e lhe dei um beijo, pensei que ela logo de primeira fosse me empurrar, mas não se entrogou logo na primeira tentativa. - Por que você faz isso comigo Eduardo? - Por que gosto de ver sua cara de ciúmes.E tem mais, eu li o seu diário. - O quê?! Você leu o meu diário... - disse ela. Quando eu disse isso ela ficou verde, amarela, azul, todas as cores possíveis. - Mas não se preocupe, eu precisava confirmar minhas dúvidas, levou muito tempo para me convencer d que realmente gosto de você, não como irmão, mas como homem.- Ela continuou cala e de cabeça baixa, por um bom tempo e aquele silêncio me incomodava. - E então, não gostou do beijo? - Você não percebe no que estamos metidos? Nós somos irmãos, não podemos levar isso adiante, e se nossos pais souberem? - Eu não me preocupo com isso, me preocupo com o nosso futuro e nada mais. - Pois para mim você só pode ser louco disse. - disse ela se retirando logo em seguida. E o que aconteceu?, bem, fiquei ali à mercê e me perguntando se aquela loucura valia à pena, pergunta essa que foi respondida mais à frente quando eu fiz amor com minha irmã, mais isso foi mais pra frente. No outro dia minha irmã terminou com o Caio (pra vocês verem como ela não gostava dele) ela queria só uma chance para mandar o cara ora longe, segundo a Patrícia de manhã no colégio a Jéssica estava impossível e se aborrecia com besteria, quando o Caio chegou ela muito puta da vida perguntou aonde ele se metera na hora da valsa, e o cara como não é o melhor dos espertos "pegou em merda" e pagou um sapo na frente de quase todo o colégio (eu não vi porquê os horários são diferentes e geralmente minha mana sai mais cedo). Enfim o namoro terminou, à noite minha irmã não quis jantar, não sei se queria me evitar, mas só sei que não saiu do quarto e eu fiquei assistindo tv até tarde da noite. Estava lá assistindo o Jô Soares quando ela me aparece (tomei até um susto) pega um travesseiro e senta ao meu lado. - Você não consegue dormir, né? - Aham, e creio que você também. Tô sabendo que você termiou com o Caio. - É, as notícias voam, Aposto que foi a Paty (minha namorada) quem te falou. - Quem contou não importa, mas quero saber porquê você terminou, se foi por minha culpa, eu sinto muito, prometo que nunca mais vou me intrometer em seu assuntos particulares, se você gosta do cara, então vlta pra ele. - Não, Eduardo, já estou cansada de fingir, eu gosto mesmo de você e não consigo mais nem se quer olhar nos seus olhos, mas tenho muito medo do que pode acontecer. - Não é preciso ninguém ficar sabendo pelo menos por enquanto, até arranjarmos um jeito de falar para os nossos pais, é claro que até temos que estar com nossos futuros encaminhados.O que você sente por mim é o mesmo que eu por você. Nesse momento eu segurei sei queixinho lindo e tasquei um beijo naquela boquinha linda, parecia que estava sentindo o gosto do mel, mas não me atrevi a ultrapassar o limite. Estava tão bom quando ela me disse. - Eduardo, eu quero saber como é. - Como é o quê? - Você sabe do que eu estou falando. - Não, não sei...- disse eu dando uma de inocente. - Sei que ainda é cedo mas, não quero perder minha virgindade com qualquer um, quero que seja com você. - Então você quer fazer amor comigo. Bem eu não quero te forçar a isso a primeira vez deve ser algo inesquecível, você está certa disso? - Absoluta! Não vou negar a vocês, perdi minha virgindade aos 14 para 15 anos com a Patrícia e vou ser sincero fazer amor sem amor é uma droga. Após isso eu a levei para o meu quarto ( É que é mais longe que o dos meus pais, é último do corredor). Chegamos ao meu quarto nos beijando e eu claro já passando a mão em partes mais íntimas. Sem essa de jogá-la na cama, não sei por que dessa loucura eu apenas a deitei na cama e comecei a beijá-la dos pés a cabeça, começando pelos peitinhos e passando pelo umbigo, tirei seu shortinho e fui descendo até a xoxotinha. Me maravilhei ao vê-la, era a coisa mais linda do mundo, sua xoxota era meio rosada, quase gozei só de olhar. Levei a mão a carteira e tirei uma camisinha (todo cuidado é pouco) percebi que ela até ali já estava louca de tesão e sua xoxota parecia um pântano, enfim comecei a penetrá-la, coloquei só a cabeça e ela começou a dar sinais de gemidos, aquilo me encheu de tesão me empolguei e enfiei tudi de uma vez, ela deu berro e nem sei como ela não acordou não digo nem os meus pais, mas sim a vizinhança inteira. Ela começou a rebolar e pedir mais, "isso não sabia que fazer amor era tão bom, continua Eduardo me faz gozar..." Não demorou muito e ela gozou no meu pau. Enquanto isso eu continuava firme e forte e pedi que ela chupasse meu pau, logo de início ela retrucou, disse que sentia nojo, e eu, malandro disse que era como chupar um caramelo, ela logo de imediato começou a chupar, notava-se de longe sua inexperiência, mas logo fui lhe dando as dicas e não demorou muito para ela me levar ao delírio. Fiz o sinal de que ia gozar, não queria gozar em sua boca e gozei em cima de sua barriguinha. Estava louco mesmo era para comer sua bundinha, mas não me atrevi sabia que que ia ter outras oportunidades. Apos aquela transa fenômenal pedi para que ela fosse para o seu quarto porquê meu pai tem o costume de acordar de madrugada para ver se está tudo em ordem e ela sem demoras obedeceu, se limpou e foi pro seu quarto e eu fiquei ali pensando na bronca que tinha me metido, mas valeu a pena, minha irmã é desejada pela macharada do colégio inteiro e mau eles sabem que pra eles só banheiro mesmo. No outro dia advinhem, terminei com a Patrícia ( sou homem de uma mulher só, por mais que ela seja minha irmã, não consigo ser tão mentiroso com meus sentimentos) a desculpa? disse a ela que não sentia mais nada por ela e que estava apaixonado por outro e vocês sabiam que minha irmã estava perto de nós dois qdo disse isso, ela apenas me olhou e baixou a cabeça. Passei perto de dela e disse baixinho: "Te amo maninha..." querem saber saber mais, esse não é o final da história, muita coisa rolou depois disso, deixa eu ver, minha prima veio passar uns dias em casa e minha irmã não foi com a cara dela por que ela fica dando em cima de mim, se quiserem saber mais votem e quem sabe estarei aqui contando o que aconteceu. As mulheres que quiserem me conheçer e so add: rafitamattos@hotmail.com ;)

Gostou? Então Compartilhe!