RSS contos eroticos

Conto Erotico Comendo a tia

Certo dia estava passando próximo a casa do meu tio qdo resolvi passar lá pra bater um papo e tomar uma geladinha. Toquei a campainha e quem me atendeu foi minha tia que sorridente abriu o portão e me mandou entrar.Comecei a conversar com ela e perguntei sobre meu tio, ela ficou com a carinha triste e me disse q ele estava pescando desde o dia anterior e só voltaria no dia seguinte.
Eu ja sabia q meu tio tinha umas putinhas por fora, então logo me liguei q minha tia tbm sabia, e disse pra ela em tom de brincadeira : -Pelo menos segunda vcs tem peixe pra comer ! . Ela com os olhos cheios d lágrimas me olhos e disse : -Só se for piranha !. e começou a chorar.
Como estavamos sentados no sofa meio d frente um para o outro, eu me aproximei dela peguei sua cabeça e encostei em meu ombro e disse : -Chore a vontade.Solte tudo ! Ela então em meio a soluços me perguntou: Vc me acha feia?Acha q mereço isso? Então respondi : -Imagina tia! A senhora é uma mulher linda. E digo mais, se fosse minha mulher eu nao te largava em casa por nada neste mundo ! Entao ela levantou a cabeça de meu ombro e me olhou com um sorisinho nos lábios q confesso q acendeu uma chama dentro d mim.
Simplesmente me perguntou:-Vc me acha atraente? Eu ja estava começando a me excitar e respondi : Sim, e muito! Então ela passou sua mão por tras d minha nuca me puxou pra mais perto e me deu um beijo maravilhoso! Nossa,,,,, que beijo! Todas as minhas fantasias estavam se tornando realidade naquele momento! Comecei a beijá-la com muito mais tesão e ela respondia. Se eu a apertava ela me apertava tbm e qdo dei uma chupadinha em sua orelha ela me disse gemendo entre os dentes: -Gostosinho, vamos pra cama! Acho q demoramos uns quinze minutos pra chegar no quarto q era ao lado da sala tamanho o tesão q havia em nós, nao conseguiamos nem andar, só nos beijávamos e nos pegavamos. Quase transamos no corredor.
Ao entrarmos no quarto ela já foi logo tirando a roupa e ficou só de calcinha e sutian(maravilhosos, de rendinha preta)e me falou:-Tá vendo?Me produzo toda e aquele babaca faz mais d 6meses q nem me olha! Agora é tudo seu! Eu rapidamente sentei ela na cama e comecei a beija-la da cabeça aos pés.Voltei a sua boca e dpois d beija-la muito comecei a descer, indo em direção aos seus peitos q comecei a mordisar porcima do sutiã. Ela ´so gemia e falava:-Vai gostoso! Hj sou sua putinha.Abusa d mim!! Ela msmo em um unico gesto tirou o sutia e disse bem safadinha:-Chupa!!! Aquilo foi dmais, quase gozei naquela hora. Enquanto chupava seus peitos comecei a mexer em sua bucetinha, q d tão mollhada ja estava escorrendo para a calcinha.
Com as duas mão tiei sua calcinha encharcada e comecei a beijar suas coxas em direção a sua bucetinha quase careca, qdo ela d repente me disse: - O q vc vai fazer? Eu estranhando a pergunta respondi:-Vou te chupar,ué. Ela disse então:- Nossa, seu tio nunca me fez um oral, por mais q eu pedisse! Então d joelhos no chão e com a cara enfiada no meio d suas pernas respondi:-Pois comigo peça o q quiser q eu faço! e comecei a chupar seu grelo lindo, vermelho, grande e durinho. Ela começou a dar pulinhos enquanto gemia mais forte e então gozou. Uma Quantidade tão grande d melzinho q me lambuzei todo. Fiz ela gozar mais umas duas vezes e ja estava até com dor na língua qdo ela falou q queria me sentir dentro dela.
Fiquei em pé ao seu lado e tirei minha camiseta e minha bermuda, ficando só de cueca.Meu pau estava tão duro q ja tava saindo pra fora. Ela deitada olhou pra mim e disse:- Uau! Q grande ! Qual o tamanho disso?respondi:-Nem é tão grande assim! Tem só 20cm. Então respondeu:- É 3 cm maior q o do seu tio.Q delícia! E começou a chupar. Ela chupou tão gostoso q eu quase gosei na sua boca.Implorei para ela para ou então acabaria gozando e nao queria isso ainda.
Ela se deitando na cama me falou:- Vem meu sobrinho tesudo. Vem foder sua titia com força. Vem fazer o q ela quer e o otário do seu tio naum faz! Nao pensei duas vezes, me deitei ao seu lado, ergui uma de suas pernas e comecei a penetrá-la.Ela dando um gritinho me falou:-Vai com calma q faz muito tempo q naum sinto nada mais grosso q meus dedos, então seja carinhoso! respondi:-Vou enfiar beeem devagarinho e se doer vc me diz. Fui enfiando vagarosamente e ela só gemia gostoso me pedindo pra nao parar ate q em em movimento brusco do seu quadril em minha direção, enfiou todo meu pau em sua buceta quente e melada.
Deu um gritinho abafado, virou pra mim e disse:-Agora me arregaça, me faz gozar mais seu safado! Fui metendo com muita força naquela buceta gostosa e ela gemia, gritava pedia pra naum parar e então, mordendo o travesseiro deu um grito mais forte e gozou como uma louca.Sem tirar meu pau d dentro fui pra cima dela e pegando a outra perna e apoiando em meu ombro comecei a fodê-la novamente enquanto ela dizia q a partir daquele dia seria minha puta e gemia qdo eu tirava meu pau todo e enfiava tudo d uma vez. Tirava meu pau até a pontinha e enfia tudo em uma estocada só.Fiz isso algumas vezes até q drepente ela deu outro gritinho e gozou novamente. Ela olhou pra mim e disse:-Nossa. Acho q nunca gozei tanto em minha vida! Vc nao goza nunca? Disse a ela q estava me segurando pq estava qrendo aproveitar ao maximo aquela oportunidade pois talvez nao se repetiria.Ao q ela respondeu:-Bobinho.Acha q eu naum vou querer uma foda tao gostosa destas novamente? Engano seu. Agora saia de cima d mim e ajoelhe na cama.
Fiz o q ela me falou e então começou aquela chupeta maravilhosa. Ela ficou d 4 na cama e enquanto chupava meu pau olhava pra mim e enquanto lambia, sorria e dava umas piscadinhas. Disse q nao conseguiria segurar mais meu gozo e q iria gozar e ela fazendo-hum.hummm, começou a me punhetar e chupar. Gozei como um maluco. Ela até se engasgou mas nao deixou cair nada fora d sua boca, engolindo tudo. Ficou d joelhos em minha frente e me beijou e eu respondi a seu beijo, ent/ao me disse:-Vc nao tem nojo!é realmente um homem maravilhoso!
Olhei bem nos ohos dela e disse ;-Como poderia ter nojo d algo q é meu e esta em uma boca tão maravilhosa como a sua? Nos abraçamos e ela então me confessou q algumas vezes havia se masturbado pensando em mim.Beijei-a novamente e dsse q sempre q possivel transaríamos, para ela nao se preocupar.
Essa foi a primeira das muitas transas q tivemos e um dia até seu cuzinho eu comi, coisa q dpois se tornou um hábito delicioso.