RSS contos eroticos

Conto Erotico Comi o cÚ da minha sobrinha virgem

Minha sobrinha veio passar a férias de fim de ano comigo e minha namorada. ela mora no interior, e veio pra descontrair e pegar uma praia. isso aconteceu qdo ela estava com dezesseis anos, hoje ela tem vinte anos. minha namorada saia pra trabalhar, e qdo eu estava de folga ficávamos os dois juntos. certo dia ela estava com um shortinho bem curto, e ela é dessa garotas magras e seu corpo não estava bem desenvolvido, seus seios estavam do tamanho de limões, ainda em formação. ela veio e sentou no meu colo, então começamos a conversar,
falamos sobre muitas coisas, perguntei se ela tinha namorado, ela disse que não, perguntei se ela já tinha beijado, ela disse que já tinha dado um selinho em um garoto da escola. sempre qdo estávamos sozinhos ela sentava no meu colo, esse dia, não sei porque meu pau endureceu na sua bunda. ela percebeu, mas não falou nada. mas continuou sentada. senti que ela estava excitada, e senti uma vontade enorme de comer seu cuzinho. eu sou doido por um cú. perguntei se ela já tinha visto filme de sexo. ela disse que não. então eu chamei ela pra sala, coloquei-a novamente no meu colo e começamos a ver um filme pornográfico. perguntei pra ela se ela topava fazer aquilo que víamos no filme. ela disse que tava com medo. eu disse pra ela não se preocupar, que eu podia comer o seu bumbum, ela ia continuar virgem,
só que tinhamos que guardar segredo. como minha namorada estava no trabalho e pra ela entrar tinha que tocar a campainha pra eu abrir o portão, fomos pro quarto que minha sobrinha estava ocupando. coloquei o colchão no chão. e disse pra ela: vem cá amor, vou te ensinar a beijar. dei um beijo de língua nela, o que ela correspondeu. comecei a beijá-la, chupar seu pescoço, enfie o dedo em sua buceta, comecei a masturba-la. falei, agora vou comer seu bumbum. tirei sua calcinha, coloquei ela deitada de barriga com seu cuzinho virado pra mim.
passei um creme no seu cuzinho, enfie o dedo algumas vezes la dentro pra acostumar, ela deu uns gemidos. meu pau estava duro como pedra, deitei em cima dela, coloquei meu pau na entrada daquele cuzinho virgem e apertadinho, comecei a forçar, fiquei uns cinco minutos tentando e nada, o cú era difícil e apertado. finalmente a grande entrou, senti um gemido seu, pediu pra eu parar, eu disse que já tava terminando. comecei a fazer vai e vem, e com isso ia enfiando mais e mais, ela gritava, começou a chorar, enterrei meu pau todo em seu cúzinho. comecei a fodê-lo. ela relaxou, seu cuzinho acostumou com o tamanho de meu pau, e já aguentava tudo. gozei fundo no seu cú.
depois desse dia, começamos a foder sempre que estavamos sozinhos, porém só no cuzinho. ela virou uma putinha. comia seu cú no sofá, na cozinha, na piscina, no banheiro, em todo lugar, de duas a cinco
vezes por dia. depois de uma semana dando o cú, seu cuzinho já tinha acostumado. sempre saia do trabalho mais cedo nesse perído em que ela ficou em casa, pra comer seu cuzinho. ela ficou viciada em dar o cú pra mim. bem termino por aqui. se alguma gata quizer mais detalhes, ou se corresponder, é só mandar um e-mail. gato_solteiro_rj@hotmail.com