RSS contos eroticos

Conto Erotico Desde pequenina que gosta de ouvir estória...

Desde pequena que gostava de ouvir estória, sempre pedia para alguém contar alguma para dormir, e adorava as dos príncipes e princesas. fui crescendo e com 5 anos já era bem inteligente, sempre tive um bom raciocínio, e muito precose, ficava imaginando que meu pai era o princípe e eu a princesa, e nessa idade a minha mãe estudava à noite, e meu painho me levava pra cama, primeiro me dava banho, depois me vestia e depois me levava pra cama e contava uma estória pra mim, como eu era doida com ele ficava me esfregando no colo dele, e lhe beijava as bochechas e o pescoço, enquanto ele me acariçiava nas pernas ou nas costa, ou dava leves palmadas no meu bumbum, subia um calor em mim e eu so queria ficar agarrada nele e sentava no seu colo, ele me abraçava, quando percebi que gostava de esfregar a xana nas suas coxas, ele percebeu e deixava, depois me apertava no colo e esfregva o cassete duro no meu bumbum, e de repente começamos a brincar com as estórias dele, - era o anãozinho que não tinha onde dormir e pediu para a branca- de- neve deixar ele dormir na sua cama e se enrrolar na sua saia pois estava fazendo frio, ela deixava então ele entrava debaixo da saia da branca-de-neve e ficava com a boca bem perto da rachadinha dela, e ficava cheirando suas partes íntimas- enquanto ouvia ele levava sua boca no meu grelhinho e ficava dando lambidinhas suaves, e isso era muito bom, eu abria as pernas para ele me lamber, ele chupava o meu grelhinho bem suave, e dava lambidas e mais lambidas, eu dormia bem satisfeita, um certo dia ele contou que a princesa estava lavando roupa enquanto o anãozinho entrou embaixo da sua saia e ficou chupando a perereca dela, ela dava suspiros e pedia mais, ouvia isso e queria ser a princesa; quando o painho me pegava na escola ele ja me dava um beijo e um abraço forte, e perguntva se tinha sentido saudades dele, claro estava ansiosa para ouvir suas estórias, quando chegva em casa ele levantava minha saia e olhava como estava a minha xana, dizia que ela era linda e dava um beijo, me levava para o banho e me lavava com buxa e na minha xana ele lavava com a mão e me acariciava, perguntava se estava bom eu dizia que sim, ele se abaixava e me lambia gostoso, vç é linda filha; eu ficava sempre esperando ele e quando chegava perto de mim era com um sorriso lindo, a sua mão era fofa e macia, certa noite contou que a princesa encontrou um princípe na floresta e ele deu-lha um beijo na boca ela gotou muito, fazendo o mesmo comigo, passou a mão na xana da princesa ela gostou mais ainda, deu uma lambida no seu grelo, a princesa abriu as pernas para ele enfiar a lingua fundo na rachadinha dela, a sua bucetinha é mais bonita que a da princesa, abre ela que vou enfiar a língua bem gostoso, daí ele ficou enfiando a língua e chupando meu grelo, agora reganha gostoso, vou enfiar o meu dedo, ele metia o dedo no meu buraquinho e depois lambia o grelo, depois fazia ao mesmo tempo, enfiando metendo e lambendo, - morde um pouco querida, sabe igual quando faz xixi, vç morde a perereca, vai ficar mais gostoso, vou te ensinar pra quando vç cresçer aproveitar bastante, eu prendia o dedo dele dentro de mim, ele enfiava aquela língua grande em mim, eu mordia ela e soltava caldinho na sua boca, fui crescendo e ficando com muito fogo após alguns anos , fiquei maiorzinha, um dia fui espiar ele tomando banho e vi aquela piroca enorme, dura, e apontando para frente, fiquei extasiada, à noite na hora da estória pedi a ele pr ver a espada do princípe, ele me mostrou e colocou minha mão nela, era quente, macia e latejava, ele disse que quando ficasse maior eu ia poder colocar a espada na minha xana, eu ia gostar muito, daí ele me disse que o princípe levou a princesa para tomar banho no lago, pegou a princesaa e sentou em cima da sua espada, e fez o mesmo comigo, me sentou naquele cassete duro, e ficou dando volta comigo, me abraçou e passava na minha racha desde o bumbum até o grelo, eu ficava toda molhada e adorava, sentia um calor gostoso, depois o princípe sentou a cinderela numa bóia, e ficou segurando no seu quadril, e me sentou numa mesa , abriu minhas pernas e ficou lambendo a minha xana, nossa que bom, era muito gostoso, queria todos os dias, um dia pedi para ele encostar a espada na minha grutinha, brincamos muito, ele roçou a pica dura no meu grelo e firmou no burauinho, foi apertando empurrando devagar, e me pedia para reganhar para ele meter, eu abri as pernas e relaxei a xana e sugava o seu trabuco, deixando que ele enfiasse em mim, essa brincadeira levou umas 10 sessões, eu morria de vontade, até que ele finalmente conseguiu enfiar tudo e tirar meu cabaço, ele meteu gostoso, devagar, metendo tudo e tirando depois metendo denovo, o piru envergava, pois era muito apertado, ele pedia pra eu sugar seu pau com a xana, eu abria e fechava e ele me comia gostoso. quando ia para a escola ficava imaginando a hora de voltar, quando lembrava molhava a calçinha de vontde, minha perereca ficava pulsando, várias vezes inventei que estava doente, a professsora ligava pra ele ir me buscar, ele me levava pro escrittória e me deitava em cima da mesa e metia gotoso, à noite ele me colocava na cama "para dormir" e de madrugada levantava e ia lá me da uma chupadinha, dizia ue era para eu ficar com vontade pro dia seguinte, quando minha mãe ia pro trabalho ele me "ajudava a arrumar" para ir pra escola . ficava sonhando com isso o tempo todo, ainda somos amantes nos amamos todos os dias, ele me agarra o tempo todo, quando vamos ver tv, ele cobre nossas pernas e mete 2 dedos na minha xana, fico quieta e finjo que estou dormindo, outra hora viro de cotas e ele com os dedos lá, ou então fico no sentido contrário e ele mete o dedão do pé na xana, e fica atento na primeira oportunidade me lambe e toda. quando mamã vai dormir ele apareçe e me comee gotoso, ficamos cúmplice, símos o tmpo todo vamos à padaria, ao médico, ao supermercado, ele me ajuda com os dveres d casa e quando acerto a trfa eele me premia com amassos e lambidas, adoro abrir as pernas para ele meter, certaa vez ele viajou eeu tinha 12 anos, fiquei com vontade, minha xanaa doía de taanto desejo, temos um vizinho que tem um filho de 15 anos sempre fica me olhando no elevador, liuei para ele e pedir que me ajudasse nas tarefas de casa, ele topou e foi lá em casa, ficamos aa tarde toda sozinhos, fui me insinuando para ele, de modo que ele achou que tinha me seduzido, estaava sentada fazendo as tarefas, abri as pernas levantei aa saia e derrubei o lápis ele se abaixou para apanhar, entrou enbaixo da toalha da mesa e ficou olhando para minha buceta, fiou de pau duro fingi que não vi, depois disse que ia ao baanheiro, não feichei a porta e ele ficou me olhando, depois que eestudamos fomos ver tv, figi que dormia, e abri as pernas, ele virou e ficou olhando por baixo da minha saia, uando virei e ncostei o bumbum na piroca dele, ele foi roçando ela no meu bumbum, e logo estaav metenddo em mim, ficamos amantes e quando meu pai não está o meu vizinho vai "estudar" comigo.