RSS contos eroticos

Conto Erotico Enfiando o lápis na buceta da irmã

*veridico*
olá! meu nome é caio ( fictício ).
essa história me ocorreu quando estava com uns 15 ou 16 anos.
eu já estava louco pra transar mas não tinha experiencia alguma, nao sabia chupar um clitóris, nem mamar seios, mas ja assistia porno, via revistas e batia muita punheta no banheiro.
mas as únicas mulheres mais acessíveis ou era a empregada ou era minha irmã.
bom, minha irmã acabou sendo mais fácil que minha empregada!
minha irmã era bem rechonchuda, devia ter uns 13 a 14 anos, eu sei que são dois anos de diferença, entao ela estava dormindo a tarde na cama dos meus pais, e eu as vezes dormia junto com ela, mas sem nenhuma intenção, até que um dia estava muito tarado, não sei pq, mas era muita curiosidade tb, nao sabia nada de sexo, e ela estava dormindo na cama dos meus pais, a tarde , depois do almoço, estava de camisola normal, calcinha daquelas mais firmaes e sutien tb, essa minha primeira vez eu senti um tesao muito grande de estar na cama com minha irmã, na fase da puberdade, e estava linda, tive muito tesao, e como estavamos debaixo do mesmo cobertor comecei a mexer na xoxota dela, direto, mas de leve, minha curiosida falou mais alto, estava adorando ter uma xoxota em minhas maos, ela continuava dormindo, nao percebi se ela tinha acordado ou nao, estava fissurado na xoxota
entao tirei o cobertor de cima dela, e com a luz do sol da tarde iluminando o quarto vi uma menina deliciosa, q eu estava doido pra desfrutar...
consegui afastar a calcinha dela pro lado, ela continuava imóvel, tive a visão perfeita da buceta da minha irmã, e era um bucetão mesmo, pra uma menina dessa idade, eu ficava mexendo de leve, mas imaginava que ela era virgem e nao penetrava nada nela, fiquei cheirando muito, era muito cheirosa, com poucos pelos, mas eu precisava enfiar algo nela, ela nem devia estar molhada direito, e eu achando que era virgem pensei em enfiar algo fino
pra nao descabaçar a minha irma, eu estava com muito tesao, o pau explodindo, tocando uma devogar, até que peguei um lápis desses de escrever mesmo, sem ser de cor, de grafite mesmo, e começei a mexer ao redor da buceta dela q estava virada pra mim, ela deitada e eu ajoelhado fora da cama passando o lapis na buceta dela
eu nao aguentei e enfiei um pouquinho do lápis, só a pontinha, naquela parte final do lápis, ele até que escorregou fácil, mas minha irmã nao tinha reação, estava totalmente paralisada...
fiquei enfiando um pouco, bem devagar, cheguei a enfiar uns 5 cm só, aí fiquei meio com medo, fiquei tocando uma com o lapis enfiado na minha irmã, até que gozei muito no pé da cama dos meus pais, limpei a gozada e tirei o lapis daquela bucetona grande e ajeitei a calcinha, cubri minha irma e fui pro meu quarto...
até hoje penso muito em comê-la, mas até hj nada, ela está com 20 aninhos, nao tenho mais oportunidades como antigamente...talvez um dia apreça alguma...