RSS contos eroticos

Conto Erotico Ensinando a Sobrinha a dirigir

Eu tinha casado e mudado de cidade já faziam 8 anos, e nunca mais tinha visto o meu irmão e sua família (conversamos sempre pelo MSN)... nas férias do mês de janeiro meu irmão me informou que as férias dele não coincidiu com as férias de sua esposa e de sua filha e que não sabia o que faria... logo falei pra ele pedir que elas viessem passar um período de suas férias na minha casa pois minha esposa também iria adorar...pois colocariam as fofocas em dia e sairiam as 3 pra passear quando quisessem...ele perguntou se não iria incomodar eu falei claro que não você é meu irmão e faço questão também que quando você tiver um tempo venha nos visitar...minha cunhada e sobrinha chegaram à rodoviária e fui buscá-las juntamente com minha esposa...que logo pediu parar ir ao banco de trás para fofocar com a Angélica e minha sobrinha Letícia me perguntou se podia ir ao meu lado...eu disse claro que sim...quando Letícia sentou-se ao meu lado ainda não havia reparado em seu corpo...morena com coxas grossas e seios pequenos...e Tb não deixei de reparar que a mesma usava um shortinho curto apertado e que deixava sua buceta muito volumosa...chegamos em casa descemos as malas e fui fazer o jantar... fui elogiado pela cunhada pois ela disse que é raro encontrar homem que gosta de cozinhar...eu disse que só faço isso para a minha esposa...rsrsrs no mesmo momento a Letícia que acabará de sair do banho com um pijama curtinho e não usava sutiã pq os seus seios eram pequenos, veio me perguntar se poderia me ajudar pois não gostava de ver novela e que ela não tinha nada para fazer... claro que vc pode me ajudar...(eu só fico em casa de short e sem cueca)... tava tudo caminhando para eu fazer uma loucura..mas vamos ao conto...ela falou que iniciaria o corte dos legumes e o preparo da salada...e eu fui fazendo o prato principal...só que minha cozinha é tipo americana pequena e encontrões aconteceriam com certeza pq isso acontecia comigo e minha esposa...foi quando a Letícia veio pegar uma vasilha para colocar os legumes e ela se aproximou de mim sem pedir licença e entrou na minha frente e se abaixou seria mais fácil ela me pedir para pegar...mas tudo ficaria tranqüilo se ela não tivesse ficado escolhendo a vasilha encostada com sua Bunda e com aquele shortinho pequeno no meu cacete...imaginem o que aconteceu...isso mesmo o meu cacete pro alto e latejando...ela só olhou pra trás e pediu desculpas...daí em diante ela não parava de olhar meu cacete duro pois ficava fazendo questão de ir e vir na cozinha de short sem cueca e com o cacete duro...terminado o jantar fui tomar um banho e dar uma com a minha esposa pq estava com muito tesão...depois de uns 30 minutos descemos e jantamos todos juntos...no outro dia ao acordar fui surpreendido pela minha esposa e pela minha cunhada para que eu ensinasse a Letícia a dirigir pois ela iria tirar a Habilitação e não tinha nenhuma experiência ainda eu até falei que eu mesmo pagaria uma auto-escola e fui repreendido pelas 3...eu disse não tá mais aqui quem falou...bom peguei o carro a minha sobrinha do lado e as duas atrás... fui explicando item por item...até que Letícia pediu para sentar no mesmo banco que eu estava pq assim seria melhor para aprender e visualizar os retrovisores e passagens de marchas...quando ia abrir minha boca minha cunhada pediu que chegasse o banco pra trás e que no restante que sobrasse a Letícia se sentaria...depois disso feito a Letícia veio e se sentou e se acomodou encostando a sua bunda no meu cacete...que no mesmo momento ficou duro...e as duas atrás só fofocando e eu “ensinando” a sobrinha a dirigir...quando ela tinha que passar a marcha ela tinha mania de soltar o volante e olhar para o pedal da embreagem e eu tinha que segurar e controlar os erros...com o tempo e braço cansado comecei a deixar as minhas mãos em cima de suas coxas...então ficava sarrando aquele bundão e sentia que ela movimentava a cintura rebolando me provocando e gostando da situação e eu ao mesmo tempo apertando suas coxas ...foi quando minha esposa pediu para ir embora por causa do horário...acabei-me na punheta no banheiro...e fui dormir... no outro dia minha cunhada e esposa foram fazer compras no shopping e Letícia não quis ir... foram com o meu carro novo deixando o Fusca na garagem... e não é que a danadinha pediu para aprender a dirigir no fusca... eu logo aceitei e tirei o carro da garagem e já pedi pra ela sentar no meu colo pois o fusca tinha banco pequeno...ela não falou nada apenas se sentou e quando pude reparar a gostosa estava de saia bem curta...sabe o que aconteceu...ela ao se sentar em meu colo encostou direto aquele rabão em cima do meu cacete (já estava duro) e podia sentir o calor de sua buceta e rabo juntos...ela começou a dirigir e indiquei que ela fosse para um caminho mas deserto (estrada de chão) e com isso o carro pularia mais e eu aproveitaria e não correria o risco de polícia nos parar...a cada buraco que passava eu sentia que ela forçava mais a bunda em meu cacete...pude sentir em certos momentos que ela estava afim pois quando não tinha buraco na estrada eu ficava latejando o meu cacete eu seu rabo e ela não prestava mais atenção na direção...depois de um momento ela se levantou para ajeitar a saia e acabou me mostrando aquele rabo lisinho e grande...não me contive coloquei as minhas mãos em sua bunda e alisava-a até as coxas e volta com os polegares em direção a sua bucetinha que a esta altura estava molhada...decidi ir até o final já que ela não reclamava...peguei na direção e levei o carro para um lugar onde costumava levar algumas namoradas...rsrsrsrsr e até chegar no lugar certo debaixo de uma árvore...a gostosa não parava de rebolar...chegando no local eu afastei o máximo o banco do carro para trás...coloquei a minha sobrinha no banco do carona e tirei o meu cacete pra fora ...não precisei falar nada ela o pegou com a mão e meteu a boca com vontade e que boquete maravilhoso a danadinha conseguia fazer um boquete engasgando e ficava olhando para mim e eu não deixava de reparar as lágrimas que saíam de seus olhos...quando estava quase gozando eu pedi para ela parar mas não adiantou... a danadinha engoliu tudo mostrando certa experiência...limpou o canto da boca e disse agora quero dirigir...retirou a calcinha e veio sentar no meu colo como fazíamos (só que dessa vez com o carro parado) rsrsrsr...ela pegou meu cacete meio mole e colocou-o na porta de sua buceta que no mesmo momento ficou duro e latejando com aquela buceta quente e doida para engolir meu cacete...ela sentava, pulava, rebolava e eu só sentindo aquela gostosa aproveitando o cacete...mas nas posição que praticávamos eu não conseguia ver meu cacete entrando na buceta dela...foi quando eu levantei sua saia e pedi para ela ficar parada...e fui bombando e delirando com aquela visão maravilhosa ...quando o meu cacete saía da buceta dela o courinho de sua buceta vinha junto...parecendo que não queria deixar meu cacete sair...não demorou muito e gozei muito dentro de minha sobrinha...claro que no final ela me fez a limpeza completa com sua boca...vestimos-nos e voltamos pra casa...no outro dia foi à vez do rabinho virgem de minha sobrinha...mas essa é outra história...leonardocontos1@hotmail.com

Gostou? Então Compartilhe!