RSS contos eroticos

Conto Erotico Ensinando o cunhadinho a chupar uma xana...

Continuação de aventuras de lara

acordei com o marcelo deitado no meu peito, segurava e apertava um peito e mamava no outro. hummmm!
que delícia acordar assim, já fiquei excitada só por ele estar ali comigo peladinho, o corpo todo quente enroscado em mim e o pau duro demais!
já comecei a gemer de tesão com toda aquela chupação no meu peito e fui abrindo as pernas como se quisesse ser penetrada e queria mesmo, já estava toda molhadinha, puro tesão!
fui arrastando a mão que segurava meu seio e fui levando pra xaninha. hummm!!! quando ele sentiu ela toda melecadinha deu uma mexidinha com o pau, não com a mão, mas quando aperta o músculo do períneo e fica mexendo o pinto, assim! eu adoro quando o eric faz isso, acho o maior barato, aí ele fica zoando e me chamando com o pau. vem, vem gostosa! eu piro! mas voltando ao marcelo...
estávamos lá, eu toda molinha com as pernas abertas e ele enroscado em mim, chupando o meu peito e com os dedos na xaninha, dava até pra escutar os barulhinhos dela de tão molhada, ele ia mexendo todo descordenado na minha xana, mas de um certo modo estava gostoso e excitante, porque não eram os movimentos de sempre, ele ia descobrindo levemente cada pedacinho dela, ia passando dois dedos por toda a superfície, ia até o clitóris, eu gemia mais gostoso, ele veio beijar o meu pescoço, aí que me arrepiei toda, os biquinhos do peito ficaram durinhos, ele voltou a mexer nela e enfiou um dedo, ficou mexendo um pouco, e voltou pro clítoris, começou a esfregar gostoso e eu continuava gemendo e me entortando toda, coloquei minha mão em cima da dele e fui guiando, comecei a esfregar o grelinho do jeito que gosto, dava uma molhadinha na entrada da xana e voltava, ele me beijava, chupava meus peitos, estava doidinho, o pau tava roçando na minha perna e eu sentia ele bem quente, duro e inchado de tesão.
fui conduzindo a mão dele, mas vi que já estava fazendo do jeito que eu gostava, soltei os braços, o corpo todo e me deixei levar, só o meu quadril que como sempre tem vida própria, não consigo dominá-lo, mas também acho que não devo, adoro rebolar como uma doida!
enfim, aquele gostoso aprendeu direitinho a esfregar uma xota, gozei gostoso na mão dele e nos beijamos, ele continuou mexendo na entradinha dela surpreso com todo o melzinho que escorria. falei:
- agora você vai aprender como chupar uma xana...
puxei ele pra cima de mim e fui beijando aquela boca gostosa, empurrei seu rosto pro meu pescoço e ele ficou beijando, lambendo chupando e eu fui ficando com mais tesão, já gemia de novo, os biquinhos estourando de tão arrepiados e eu sentia aquele pau grosso batendo nas minhas pernas, dentro das coxas, encostava na portinha da xana e roçava a cabeça. aiiiiii! adoro sentir isso, nada como um cacete quente e duro roçando no meu corpo! adoro!
aí botei ele pra chupar meu peito de novo e ele obedecia, chupava e sugava com gosto, apertava forte e seio e mamava.
delícia!
- pronto gatinho, agora que já me deixou com muito tesão pode começar a chupar, vai, chupa bem gostoso.
e ele desceu beijando minha barriga, toda a volta da xana, dentro das coxas.
hummmmm! me deu mais um arrepio no corpo todo, peguei no cabelo dele, puxando com força empurrei a boca na minha xana, ele começou a lamber e eu a gemer bem gostoso, ele tinha uma língua macia, grande e quentinha e eu ainda sem soltar do cabelo dele ia dirigindo aonde queria ser chupada, ele foi dando lambidinhas até que achou o clitóris e começou a sugar e esfregar a língua nele.
muito booooooommm!
ele estava fazendo direitinho já, soltei o cabelo dele e coloquei um travesseiro pro quadril ficar mais alto e a cabeça dele ficar melhor posicionada. então soltei meu quadril e fui em direção ao prazer, comecei a rebolar e movimentar pra cima e pra baixo e ele começou a abocanhar a xana toda, sugava ela inteira, como se tivesse chupando um sorvete de massa e enfiando inteiro na boca.
delíciaaaaaaaaaa!!!
eu entortava meu corpo, envergando as costas pra trás, de tão gostoso que estava, aí ele voltou pro grelinho e fui mexendo mais rápido até que gozei gostoso na boca dele.
ele apertou minhas coxas, foi passando a mão devagarinho nas minhas pernas até o pé e isso só aumentava a intensidade do meu gozo, ele lambeu tudinho, chupava que até fazia barulho, eu só não agüentava deixar ele chupar o grelinho de novo porque fica muito sensível, não agüento.
fechei os olhos e curti aquela sensação de pós orgasmo que adoro, ele encostou a cabeça no meu travesseiro e olhando pra mim disse:
- você é linda, como se não bastasse é muito gostosa também, você me deixa louco de tesão e quero te comer de novo.
virei de costas pra ele e falei pra me abraçar, ele se encostou em mim e foi encoxando, olhei pra trás e disse:
- tá esperando o quê? mete esse cacete em mim.
ele me apertou mais contra o seu corpo e eu abri um pouco a perna e arrebitei a bunda pra trás, ele segurou o pau e encostou a cabeça na portinha da xana, eu dei umas reboladinhas devagarinho e fui encaixando o pau nela, de repente enfiei tudo de uma vez, ele gemeu muito gostoso, levantei minha perna e falei pra ele segurar, sou muito flexível por causa da yoga, então ele foi abrindo mais e começou a meter, foi enfiando e eu gritando pra ele ir mais fundo, ele bombava e gemia, olhava pros meus peitos sacudindo, pro meu rosto e metia com mais força. senti que ele já ia gozar, não ia agüentar e falei:
- isso mete mais forte, quero sentir você me arregaçar, enfia tudo, enfia todo esse caralho em mim. ah...ah...isso....mete mais...não para que tô quase gozando, vai mais forte, isso, ahhhh.... ahhhhh!
nossa que pau gostoso, soca tudo, soca essa rola com vontade, ele já tava virando os olhos, mas metia muito forte e bem rápido, como eu gosto, já estava quase tirando ele todo e enfiando inteiro na buceta, bem rápido.
fui gemendo mais, o pau dele ia até o fundo da minha xota, eu adoro!
olhei pra ele e vi que ia gozar, me soltei, só fechei os olhos e pedi:
mais rápido, mais...maaaaaaaiiissss!
já fui gozando de novo ouvindo aquele gemido gostoso dele, senti o pau pulsando dentro de mim, ele se soltou caindo com o tronco na cama e cheirando meus cabelos, ia gemendo ainda toda vez que soltava o ar, ainda ofegante...
ficamos largados ali por um tempo e o pau dele dentro de mim...


http://contosdelunalee.blogspot.com