RSS contos eroticos

Conto Erotico Eu gostei,eles gostaram.

Eu era uma mulher sem frescura, agora sou sem frescura e bem puta.(puta mesmo)Meu marido é um cara legal e gosta muito de trepar, acho que ele me acostumou a fuder muito, pois vivo com tesão. Acho que ele acabou por me dar uma forcinha, quando um dia me falou que o caralho do meu irmão é grosso e grandão, é que estávamos na praia comendo caranguejos e tomando umas geladas e os dois entraram na água pra mijarem e na volta meu marido falou em tom de gozação do caralho do meu irmão, dizendo que parecia um badalo ( nem sei que porra é essa). Gente me deu uma vontade louca de ver, e minha buceta ficou toda molhada. A noite quando eu e meu marido estavamos trepando, eu só pensava no meu irmão e no que disse o meu marido, juro que imaginei ele me comendo. Falei isso com uma amiga também casada e ela me aconselhou falar isso pro meu irmão. Isso foi numa segunda-feira, daí liguei pra ele e disse-lhe que precisava convrsar pessoalmente com ele. Ele mandou que viesse até sua loja e eu fui. Lá nós fomos para o seu escritório, e passamos a conversar até finalmente iniciar uma conversa bem sacana, só que eu lhe disse que era a minha amiga que estava com tesão nele. Ele ficou logo interessado e combinamos de eu levar minha amiga no dia seguinte na casa ele. Essa minha amiga é doidona mesmo, tem inclusive um consolo enorme que enfia inteiro dentro da sua buceta, e isso eu também falei pro meu irmão. Falei então pra minha amiga tudo que tinha conversado commeu irmão ela topou dar pra ele. na 3 feira liguei cedinho pra ele e lhe disse que a gente iria de tarde passar na casa dele. A taarde quando nós chegamos lá, encontramos meu irmão e um grande amigo nosso (também casado), ficamos meias que sem jeito,mesmo porque não poderiamos demorar muito.Depois de alguns papos furados, fui com minha amiga para o quarto do meu irmão, sentamos na cama dele, e resolvi chamá-lo, ele entrou no quarto sozinho, nós começamos a rir, eu falei pra minha amiga: tu não queria ver o pau dele ? Minha riu e falou que queria mesmo, meu irmão pegou a mão dela e colocou no pau dele, que estava duro, ele ficou segurando, e na maior meu irmão tirou seu enorme caralhão pra fora, e sem aviso, pegou na nuca da minha amiga, e colocou dentro da sua boca aquele caralhão lindo. Minha amigo só disse isso: poxa tu advinhaste. eu olhava estasiada ela chupando o pau dele. Daí que ele, tirou o caralhão da boca da minha amiga e falou pra n´so duas ficarmos nua, eu falei ; cara e o teu amigo, ele respondeu. Tu vai dar pra ele e ela vai dar pra mim. Fiquei pasmada mas calada. Meu irmão saiu do quarto de pau duro,voltou com seu amigo que estava meio sem jeito ainda, e só falou: voc~es são doidos! Meu irmão tirou a roupa da minha amiga, mandou seu amigo também tirar a roupa, e só eu fiquei vestida, mas meu irmão mandou eu deitar eu deitei, ele tirou minha roupa, e assim que tirou minha calcinha, eu abri as pernas pramostrar minha buceta também. meu irmão disse pro seu amigo xupar minha buceta, ele deu umas lambdinhas,enquanto meu irmão metia seu caralhão na buceta da minha amiga, o seu amigo criou coragem e meteu seu pau também dentro da minha buceta.Se a festa estava boa, ficou melhor quando meu irmão de repente saiu de cima da minha amiga, ficou do meu lado e como eu estava de quatro, ele puxou minha cabeça, e me tascou um beijo na boca que eu retribui pedindo: me dá essa lingua dentro da boca, e enquando seu amigo me fodia, nós ficamos nos beiajndo loucamente, foi quando meu irmão parou de me beijar,saltou da cama, ficou de pé, mandou seu amigo tirar a rola de mim, afastou ele, me pegou, me colocou mais para o centro da cama, me colocou novamente de quatro, eu empinei a bunda pra cima, e tanto ele como eu sem dizermos uma palavra sequer, ele colocou seu caralhão na entrada da minha buceta, e empurrou todo pra dentro. Minha amiga e o seu amigo olhavam também sem falar nada, e eu com o caralão do meu irmão todo na buceta, acabei por gozar 2 vezes seguidas,na 2 vez ele gozou comigo enchendo a buceta de porrra. Toda aquela porra que era pra buceta da minha amiga, foi toda pra minha buceta. Depois que nós gozamos, ele me levou pro banheiro, lavou minha buceta, mandou que me vestisse, falou pro eu amigo cmer minha amiga e depois me disse umacoisa que eu amei; essa buceta é minha, e só eu posso com-la. A coisa ficou meia que sem jeito, mas depois somente nos 2 conversando, eu disse-lhe que no final tudo tinha dado certo, pois o que eu queria mesmo era dar pra ele. Viu como agora eu sou puta mesmo.
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.