RSS contos eroticos

Conto Erotico Foto para o papai

Oi pessoal, desta vez quero relatar uma aventura que aconteceu comigo. todos vocês sabem que adoro provocar e me mostrar muito para os homens, pois eles sempre dizem que sou gostosissima e não deixo passar oportunidades mesmo!!. bem essa aconteceu com meu querido papai, que é fotografo e tem seu studio de fotos nos fundos da nossa casa. eu como sempre vivo provocando os homens mais velhos, mais moços, garotões, todos, sendo macho é comigo mesmo!!!!. meu pai sempre está tirando fotos exóticas de tudo que encontra e monta seus álbuns e exposições. nos temos uma relação muito boa, de pai e filha, mas é só isso, pelo menos era.... eu ando pela casa de shortinho, blusinhas decotadas, aparecendo bem meus peitões e a polpinha da bundinha e ele sempre de olho. muitas vezes tomo sol só de calcinha minúscula, mas virada para baixo e ele sempre chega e fica me olhando e descaradamente diz: oooo, mulherão, isso é que é mulher, não essas coisas que existem por aí! olha que bundão!. eu me fingindo de ofendida digo: para papai, se alguém ouve, vai pensar o que? parece tarado!! ele diz: fico tarado, olhando tudo isso, sou pai, mas sou homem também! mas respeito viu?. me dá um beijo e sai rindo. confesso que toda vez que ele me seca desse jeito, fico molhadinha e os bicos dos peitões ficam durinhos, até doem. um dia ele me disse:  filha! você que é linda e gostosa desse jeito podia deixar eu fotografa-la! seria uma loucura!!. eu disse: não, senhor, fotografe outras coisas, eu não, sou tímida!! ele disse: pensa nisso depois me fala!. eu passei a pensar naquilo e como sou muito exibida, sou louca para me mostrar, seria uma bela oportunidade!. no dia seguinte ele me disse: e aí pensou? vamos fotografar?. eu disse: tudo bem. quando começamos? ele disse: agora! vamos lá para o studio eu fiquei meio sem jeito e falei: como vai ser? qual a roupa devo usar? ele rindo disse: filha! eu prefiro nua, mas se você colocar um biquíni, paciência!! eu fiquei assustada mas logo pensei:vou colocar um biquíni bem ousado mesmo, quero ver ele ficar de boca aberta vendo o corpo desta filhinha!. escolhi um biquíni bem pequeno vermelho. a calcinha amarrava dos lados e só cobria o grelinho, bem apertadinha! a parte de cima, amarrava no pescoço e desce só cobrindo os bicos dos peitos, aparecendo as aureolas morenas dos lados. os peitões estavam quase totalmente de fora. entrei na sala e ele estava arrumando a maquina fotográfica e quando me viu, ficou parado, olhando, começou a gaguejar e não dizia coisa com coisa: nossa filha que é isso? que coisa mais linda! nunca vi uma coisa dessas! você esta gostosa demais!!. eu fingia que estava brava: para papai, senão vou me vestir, o senhor me olha como um tarado!!. na verdade estava adorando me mostrar toda e queria mesmo era ficar nua, queria ser fotografada nuazinha, mas disfarcei. começamos a tirar as fotos e eu no inicio, estava meio tímida, depois fiquei mais descontraída, sem vergonha mesmo, para falar a verdade. ele tirava as fotos de vários ângulos e eu fazia caras e bocas, segurava os peitos, virava de costas e arrebitava a bunda e ele sempre respirando fundo e fotografando. teve um momento que ele chegou com a maquina bem perto do meu peito e disse: deixa eu fotografar essa oitava maravilha, que coisa mais linda!!. quando ele estava com a maquina bem perto, eu descobri o bico e ele deu um gemido forte e disse:filha!! que bicão lindo! deixa assim, deixa, delicia!!!. eu não me fiz de boba e tirei completamente o soutien e fiquei com os peitões a mostra, com os bicos durinhos, empinados!. papai, acho que não tem problema né? só estamos nos dois aqui? ele disse: claro que não filhinha! fica nua pro papai, fica! fica nuazinha! papai quer te fotograr todinha, nuazinha! tira tudo, tira!! por favor! faz isso pro papaizinho! eu não pensei duas vezes e desamarrei a calcinha e ela caiu no chão, me revelando todinha pro meu papaizinho admirar a filhinha peladinha, com os peitões lindos, bicos duros, bucetinha com os pelinhos aparados, coxas grossas. ele começou a fotografar mas notei o volume enorme na frente da calça. eu muito safada, passava a mão nos peitos, na bucetinha, na bundinha, fazia cara de vagabunda mesmo e ele tirava varias fotos e eu adorando deixar meu papai louco de tesão. ele chegou mais perto para fotografar os peitões e quando chegou perto disse: mas esses bicos estão muito tímidos, tenho que dar um jeito! e sem que eu esperasse deu uma lambida forte nos dois bicos que endureceram e ficaram enormes e ele aproveitou e deu uma chupadinha em cada um. eu fiquei pingando de tesão com isso e disse: papai, que é isso? não pode fazer isso não!! ele rindo disse: filha! isso é puramente profissional! pra eu tirar as fotos eles teem que ficar durinhos e olha como eles ficaram!! uma delicia. e continuou a tirar as fotos. passado alguns minutos ele novamente disse que os bicos tinham que ficar mais durinhos e molhados para as fotos ficarem boas e começou a lamber meus belos seios, com a língua bem molhada e eu deixei e vi e senti meu próprio pai lambendo e molhando todo meu peito, deliciosamente. minha vontade era que ele chupasse com vontade mas tive que me controlar. tenho um tesão louco nos peitos e fiquei louca pra ser mamada, mas me controlei. olhei no espelho e vi meus peitos todo molhado da boca do meu pai e tirou varias fotos ainda falando um monte de besteiras. depois ele me pediu que sentasse no sofá e abrisse as pernas e disse: filhinha! abra a bucetinha, deixa eu fotografar esse grelinho, deixa! eu sentei, abri bem as pernas e com as mãos abria a bucetinha e mostrei o grelinho pra ele que não agüentou e disse: nossa filha, que coisa linda! você está toda molhadinha!!! que delicia!! deixa o papai provocar mais esse pintinho, deixa!! sem que eu desse alguma resposta ele lambeu meu grelinho e deu uma pequena chupadinha que me deu um choque tremendo e eu dei um grito!! aiiiiiiiiiiiii...papai, assim o senhor me mata! eu não agüento! ele rindo, tirou varias fotos do grelinho vermelhinho, durinho e molhadinho e estava adorando me mostrar todinha. fiquei em pé e ele por baixo tirava fotos da bucetinha, sempre dando uma lambida antes dizendo que a foto ficava mais natural! eu fingia que acreditava e deixava ele dar varias lambidas e chupadinhas na bucetinha, nos peitões, na bundinha. tiramos varias fotos e no fim eu já estava uma cadela mesmo! deixava os peitões bem na cara dele, virava a bunda e com as mãos abria a polpinha e ele fotografa o cuzinho. meu pai estava louco, desesperado, não agüentava mais e eu idem, louca pra trepar com meu próprio pai. num momento ele me pediu: filha! segura esses peitões deliciosos na mão, como se tivesse me oferecendo numa bandeja que eu quero tirar uma foto para colocar num quadro eu muito safada, coloquei a mão por baixo dos seios e fui chegando perto dele e disse: papai, mas antes o senhor tem que dar uma chupadinha para a foto ficar mais bonita!! ele ficou meio parado, mudo e eu fui chegando devagar e encostei os bicos duros nos lábios dele. ele me olhou nos olhos e tremendo começou a chupar somente os bicos e eu sentei no colo dele e gritei por favor, papai! chupa meus peitos com vontade! mama na sua filhinha! chupa gostoso, chupa, chupa!!! ele abocanhou com tanta vontade que senti até um pouquinho de dor. mamava, mamava, chupava, chupava, mordia, ora um, ora outro, chupava gostoso mesmo, mamando com vontade nos seios lindos da filhinha querida. chupa gostoso, papai! chupa os peitões da sua filha! mama gostoooooso..!!! eu sempre quis sentir essa boca gostosa me mamando! eu esfregava os peitos no rosto dele e ele mamava, lambia, chupava. depois, levantou me colocou sentada no sofá, se ajoelhou no tapete e eu abri bem as pernas e ele foi direto à bucetinha molhadinha e começou a mamar, chupar toda a xaninha vermelhinha. chupava, mamava, lambia gostoso, me deixando toda melada, delicia!! eu levantava o corpo, facilitando as chupadas e mamadas gostosas na bucetinha!. continua, papai!! continua gostoso!! me chupa gostoso. mama, chupa a bucetinha da sua filha gostosa, não era isso que o senhor sempre diz e quis, então agora aproveita, chupa. ele me chupou muito e eu gozei gritando na boca do meu querido papai. de repente ele abaixou o shorts e apareceu um cacetão delicioso e eu abocanhei e mamei muito gostoso deixando o papai desesperado pra me comer todinha; filhinha! que loucura! sou seu pai, mas vou ter que te comer! não me importa mais nada! quero chupar, mamar, comer a minha filhinha querida!!! levantei, segurei na mesa e ele veio por trás e enterrou com força aquele cacetão na bucetinha e socava com tanta vontade que eu quase perdia o equilíbrio e gozamos juntos gritando e gemendo no meio de tanto gozo que quase não agüentávamos em pé. meu pai parecia um animal no cio, mal saiu da bucetinha, com o cacete ainda pingando, me virou e caiu de boca nos meus peitos e novamente começou a mamar, chupar, morder como louco e em pouco tempo estava novamente com o cacete duro. sem que eu desse tempo, ele me debruçou na mesa, abriu a bundinha e lambeu o cuzinho que já estava piscando, querendo o cacetão do meu próprio paizinho. ele se preparou para entrar e eu disse; aiiii..papai, o senhor vai comer também o meu cuzinho? o senhor tem coragem se comer a bundinha da sua própria filha! aii..papai isso não se faz!! o senhor é meu paizinho e não pode me comer, chupar, mamar no meu meu corpo desse jeito e agora ainda quer arregaçar meu cuzinho? aiii...papai que tesão louco!!!. ele parece que ficou com mais tesão ainda me vendo de filhinha inocente e foi enterrando o cacete no cuzinho e dizendo: aii.. filhinha! que delicia! se entrega toda pro paizinho! seja a putinha gostosa do papai!! eu sempre quis te comer todinha, te chupar todinha, agora estou comendo, arregaçando, rasgando esse cuzinho gostoso! aiiiiiii...que delicia!! soca no cacete do papai, soca!! geme no cacete do papai! eu gritava só de ouvir ele falando tanta besteira gostosa! ele apertava meus peitos, segurava na minha cintura e socava, socava. com o cacete enterrado no meu cuzinho, ele me levava pela sala, me debruçava na janela (pena que não tem vizinho do lado pra ver meu papai me estuprando!!) e gritava: olha pessoa!! olha minha filha no meu pau! olha meu pau enterrado no cuzinho da milha filha! minha filha está gozando no meu cacete! olha pessoal! morram de inveja!! e socava, socava eu estava explodindo de tesão por todos os poros. estávamos molhados de suor e gritando de tesão, trepando como dois animais mesmo, tanta era a loucura da trepada até que gozamos gritando e caímos desfalecidos no tapete da sala. ficamos por um bom tempo ainda abraçados ele ainda dentro da bundinha. tiramos até uma soneca naquela posição. quando resolvi me levantar e abocanhou meu peito por baixo e ficou mamando e eu disse: papai, me deixa ir tomar um banho, estou melada!! para um pouquinho de chupar meus melões, para! senão vamos ter que começar tudo de novo!! ele resmungou, chupando ainda e eu fui me levantando e ele ainda veio mamando, até que saí e fui para o banheiro. quando eu estava no banho ele entrou no chuveiro junto comigo e começou a me chupar novamente o corpo todo e eu não agüentei a dei mais uma vez a bucetinha para o meu querido papai. fomos dormir, cada um em seu quarto, apesar da insistência dele, mas ele dormiu rápido, também pudera!! no meio da noite, acordei doida de tesão e não pensei em nada. nuazinha fui para a cama do meu pai que parecia que estava me esperando e me recebeu com a boca aberta esperando meu lindo seio que coloquei em sua boca e ele começou s mamadas deliciosas. me chupou, mamou a noite toda, trepamos deliciosamente, insaciáveis. amanhecemos, tomamos café e como estava chovendo muito, voltamos para a cama e continuamos uma verdadeira orgia entre pai e filha. somos dois safados mesmo, eu o provoco de todo jeito, desfilo nua pra ele, me esfrego nele o tempo todo, faço de tudo para deixa-lo louco mesmo. ele é insaciável, me chupa o tempo todo, me quer nuazinha o tempo todo, cada vez que me vê nua, grita de tesão, não cansa nunca. quando minha mãe liga para ver se está tudo bem, faço questão de falar com ela, nua no colo dele e ele me chupando, babando nos peitões ou ele me chupando a bucetinha. quando ele fala com ela, eu fico chupando o cacete dele só pra vê-lo gaguejando, louco de tesão. quando terminamos de falar com ela, trepamos como loucos e ela pensa que estamos cuidando direitinho um do outro. estamos mesmo!! trepando todo dia!! beijos a todos. prometo que conto mais.