RSS contos eroticos

Conto Erotico Fui visitar minha irmã

Oi pessoal, esta hitória é real e aconteceu entre eu e a minha irmã neste carnaval de 2007. me chamo lucas, tenho 1,73 de altura, 74 kg, moreno,30 anos e solteiro, moro em uma cidade no interior de sc que prefiro não dizer o nome. neste carnaval resolvi ir visitar minha irmã carol que mora em itajaí/sc, pois fazia 1 mês que ela tinha terminado o casamento de 10 anos e ela estava trite, se sentindo muito sozinha. sempre senti um tesão enorme por ela, quem sabe agora que ela está separada, não seria a minha chance de transar com ela. cheguei em seu apartamento, bati na porta, quando ela atendeu ficou muito feliz em me ver e que precisava mesmo da minha companhia...nossa ela estava muito gostosa, com um shorts branco meio transparente que dava pra ver sua minúscula calcinha e uma bluzinha decotada que realçava seus belos seios. minha irmã é morena 1,65 de altura, 28 anos, cabelos pretos compridos, seios médios, pernas bem torneadas e uma bunda que é um espetáculo, ela gosta de se cuidar, malha bastante. conversamos um pouco e ela disse que ia tomar um banho, quando voltou estava linda, com um top, dava pra ver que estava sem sutião por baixo e uma mini-saia jeans mostrando suas belas pernas, meu pau levantou na hora, cheguei e a abracei e disse como vc está linda, ela disse: estou tão carenre que preciso mesmo de elogios...se quiser também tomar banho pode ir que eu vou pedir uma pizza pra gente. saí do banho, coloquei um cd e fomos comer a pizza, tomamos algumas cervejinhas e conversamos sobre nossa vida profissional, amorosa e até que o assunto chegou sobre sexo. ela me disse fazia mais de 30 dias que não transava, desde sua separação não tinha ido pra cama com mais ninguem e que estava subindo pelas paredes...meu tesão estava a mil, não conseguia tirar os olhos de suas pernas eu acho que ela notou, mas não falou nada. então tive a idéia de trocar o cd e colocar uma música lenta para dançarmos, ela me disse que desde o tempo de colégio nas festinhas de garagem não dançava este tipo de música. peguei ela pela mão e começamos a dançar, durante a dança meu pau foi ficando cada vez mais duro e eu a apertava contra meu corpo para ela poder sentir toda minha exitação. por causa da bebida comecei a criar coragem e ficar mais ousado, ficava acariciando suas costas e descendo minha mão até a altura de sua cintura, comecei a dar beijinhos em seu pescoço, foi que ela me disse pra parar, que ela estava muito carente e então ia cometer uma loucura com seu próprio irmão. mal ela terminou de falar, já ataquei sua boca em um beijo de língua no qual fui conrrespondido, ficamos uns 5 min se beijando e nese tempo fui erguendo sua saia e pasando a mão naquela bunda maravilhosa e colocando a mão por dentro da calcinha e encontrando uma buceta pra lá de encharcada. nisso a jogo em cima do sofá, tiro seu top e vou chupando seus peitos deliciosos e ela falando para parar que isto não estava certo que éramos irmãos mas sua respiração ia ficando cada vez mais ofegante. fui descendo pela barriga tirei sua saia e fiquei dando mordidinhas de leve em suas coxas e por cima de sua calcinha que já estava encharcada, coloquei a calcinha de lado e caí de lingua na sua buceta, ela se contorcia de tesão e falava: isso chupa minha buceta seu tarado, cachorro, chupa a buceta da tua irmã vai,iso é covardia seu cachorro...não para que eu vou gozar, tô gozandoooo, por favor não paraaaaaa....ela gritou tão alto que os vizinhos devem ter escutado. ela se levantou, tirou minha bermuda e sentada no sofá começou a morder minhas pernas ,tirou minha cueca e disse: que pau maravilhoso, maior que do carlos,(seu ex marido). começou a chupar meu pau que tem 19cm, passava a lígua na cabeça e ia até as bolas, que boca tem a minha irmã...eu dizia: vai chupa o pau do teu irmão que a tempos vem sonhando com isso. eu estava me segurando pra não gozar, pois ela chupava como uma verdadeira puta. coloquei ela de quatro no sofá, e fui colocando meu pau na entradinha da sua buceta, ela dizia: mete logo que eu não aguento mais, me fode come a puta da tua irmã que está louca por um pau, comecei a bombar forte e ela gemia muito alto. tirei o pau, sentei no sofá, ela vei por cima, começou a cavalgar enquanto isso eu ia chupando seus peitos, ela começou a rebolar e gritar: eu vou gozar seu gostoso, porque não me comeu antes hein seu puto, não era isso que vc queria, tua irmã sentada no teu pau...tô gozandoooo seu safadoooo, ai meu deus eu não vou aguentaaarr...ahhhhhhhhh, que delíciaaaaaa de pauuuuu...isso goza putinha, goza no pau do teu maninho...coloquei ela em pé esncostada na parede de costas pra mim e comecei a bombar forte: toma maninha gostosa, tu não tava carente, agora aguenta, não queria pau, então toma...isso me come seu puto, me fode, arrebenta minha buceta, vc vai ter que vir pra cá sempre comer a puta da tua irmã, que não vai mais conseguir ficar sem este pau...mete gostoso mete que eu quero gozar denovo neste pau...fomos para o chão na posição papai e mamãe, adoro esta posição, ela entrelaçou as pernas em minhas costas e comecei a bombar forte e beijando sua boca, ela começou a tremer, mordendo meu ombro e cravando a unhas em minhas costas começou a gemer alto: eu vou gozar denovo,não para, me come meu tesão, assim vc vai acabar comigoooo,eu tô gozandoooo, ai que gostosooooo....ahhhhhh...eu falei: também vou gozar, ela disse: pode gozar dentro que eu tomo pílula, goza na buceta da maninha goza meu gatinho... vou encher tua buceta de porra, tô gozandooooooo, ahhhhhhh...ficamos abraçados no chão exaustos de tanto fuder, trocando carinhos e beijos, ela disse: eu estava precisando disso, vou te querer pra sempre como meu amante, isto vai ser um segredo só nosso...no outro dia saímos de itajaí e fomos para florianópolis passear, pq temos casa de praia, lá aconteceu muita coisa, que eu conto no próximo conto...