RSS contos eroticos

Conto Erotico Mãe, filho, nora e sogro

INCESTO – MAE E FILHO NORA E SOGRO Me chamo Michelle, sou morena clara, 39 anos, não sou nenhuma miss, mas tenho meus atrativos, 1.75 – 60 kgs, corpo bem distribuído especialmente minha bunda e coxas. Meu filho se chama Douglas, tem 23 anos, 1.85 – 88 kg – moreno bem clarinho corpo sarado, muito bem dotado. Somos hoje uma casal especial, pois nos relacionamos desde 11/12 anos atrás. Somos praticantes de incesto, sem culpa e muito felizes. Ambos somos formados, eu na área da saúde,ele engenharia. Com desesseis anos me engravidei, e antes do bebe nascer, perdi meu pai e o meu marido em um acidente de veículos. Ficando sozinha e grávida, contei com uma tia que me ajudou até minha maioridade. Herdei um sobrado bem legal, tenho pensão, mas estudei e com muita luta me formei. Sou Piscoterapeuta, trabalho em duas Clinicas e tenho um Consultorio. Tenho uma situação financeira bem razoável. Nunca me preocupei em arranjar um outro homem, ainda mais que tive o filho bem nova. Tive alguns casinhos passageiros. Quando meu filho tinha 11/12 anos, começou a desperta em mim e logo nele, um desejo diferente do de mãe e filho. Redundou que começamos a ter um relacionamento sexual e o temos até hoje, felizes que somos. Ele hoje é o verdadeiro homem gostoso que sempre sonhei. Mas ele teve que arrumar uma namorada pois vai ter necessidade de constituir sua prole, eu não poderei segura-lo eternamente. A namorada dele, é loira 1.68 pesa 55 kg, linda, bunda saliente, seios durinhos coxas meio grossas. Ela não tem mãe, vive com o pai, mas pelo que a gente já conversou ela não tem nenhuma relação intima com ele. Ela sabe da nossa, inclusive já tivemos momentos a três. Eles juntamente com um tio e tia dela, se relacionam com um grupo que praticam o naturismo (nudismo). Tivemos um jantar em minha casa, cujo objetivo principal era conhecê-lo e ele conhecer-me. Não para que tivéssemos algum affer . Foi um jantar bem social. Mas nele meu filho e a nora, deixaram claro que em nossa casa, o nudismo faz parte do dia a dia, inclusive na piscina, claro que som quando estamos so nós. Eu, meu filho e a nora. Ele nos convidou para entrar no grupo que iríamos para um sitio que é uma espécie de clube. Evidente que não existe objetivo sexual, até porque vários integrantes vão com as família, filhos crianças e jovens. Fiquei de pensar sobre o assunto. No final de semana seguinte ao do jantar, estávamos na piscina eu, meu filho e minha nora, todos bem a vontade peladinhos – rsrsrs. Quando o interfone toca, meu filho se prontifica a tender, na volta ele vem acompanhado do sogro, dizendo que tinha feito o convite a ele, e queria fazer uma surpresa. Ele me olhada de cima a baixo. Meu filho levou –o para o interior da casa, e lopgo eles retornam, ele agora também sem roupa. Foi assim meio susto no inicio, mas logo o gelo se quebrou com uma geladinha. Ele é um coroa de 50 anos mais ou menos, corpão bonito muito simpático. O pau não parecia grandão (estava mole), E foi aquele bla bla bla, de repente meu filho começa a dar uns amasso na nora, e o pau dele que tem 23 cm fica em posição. O sogrão nada disse, dava pra ver que ele também estava ficando com tesão, pois o pau estava meia bomba. Não tinha como evitar, meu filho não falou, mas acho que fez de propósito. Levantei fui pegar uma bebida e o sogro veio atrás, com o pau já bem duro, media 18 cm – mas com uma grossura bem grande.. ele chegou ate mim me abraço por traz, beijando meu pescoço, orelha, e esfregando o pau na minha bunda. Me disse que estava com muito tesão por mim, queria me comer. Me virei dei um grande e longo beijo nele, e disse tenhamos calma, devagar. Enquanto ISS meu filho havia deitado de barriga pra cima, e a namorada, sentou no pau dele, fazendo-o entrar todo nela. Metiam e gemiam. Eu já estava também com tesão, mas ainda não estava na hora de trepar com o sogrão. Eu disse hoje não, outro dia tiramos o atraso. Chamei ele pra dentro de casa. Meu filho estava gozando. A nora saiu de cima dele, pegou aquele pau grandão e enfiou na boca mamava o quando podia. Eu perguntei ao sogro, não quer se juntar a eles ? ele negou, mas sem muita convicção. Entramos pusemos alguma roupa (simples) e começamos a conversar.O assunto foi logo o sexo entre família. Ele me questionou sobre eu e meu filho, falei abertamente como a coisa era e acontecia. Se ambos tem predisposição, tesão e vontade, a coisa acontece. Claro que não disse a ele que eu e meu filho com a filho dele, já havíamos trepados umas vezes. Nossos filhos entram na sala ainda sem roupa, destacando a bucetinha dela cabeludinha o pau dele, dando uma balançada. Coisa linda de se ver. Iniciamos uma conversa a quatro, lógico que o assunto foi o sexo entre família. Minha nora, talvez por ter transado comigo o meus filho, de uma vez, disse ser a favor, desde que ambos concordassem, o sogro que antes havia se posicionado contra (sem muita convicção), começou a dizer que sim, talvez, quem sabe. Foi a deixa pro meu filho propor um affer entre nós quatro, disse isso e veio me abraçando, beijando pegando nos meios seios, claro que levei a mão para aquele pau grandão. A nora veio tambem me abraçou e beijou minha boca, para espanto do pai dela. Meu filho vira e diz pra ele, sogrão venha que minha mãe é a bola da vez. Ele que estava muito afim de mim, veijo começou a beijas minhas coxas, tocando em meu corpo, foi subindo com aquela língua super macia, e logo chegou em minha buceta. Deu um beijo nela, que me fez gemer, ai começou a mamar nela e a chupar. Meu filho colocou o pau na minha boca, e a nora foi chupar o pau do pai dela. Nossa aquilo durou uma eternidade. Meu filho gozou na minha boca, eu gozei na boca do sogro e ele gozou na boca da filha. Ai foi a vez de nós três fazermos ela gozar. O sogrão primeiro enfiou na bucetinha dela, meu filho enfiou na boca dela e eu fui pra baixo do sogrão, mamando as bola dele, as vezes tirava o pau dele de dentro dela, dava uma chupada, tornava a colocar, ate que puxei meu filho, fazendo ele penetrar todinho no meu cuzinho. Foi maravilhoso. Passa encerar a tarde, o sogrão matou o tesão por mim, comendo minha buceta, depois de gozar na minha boca. Combinamos que de outra vez daria o meu cuzinho pra ele. Meu email e: mychelyterape@hotmail.com. – aceito sugestões, comentários, troca de experiências. Há sim depois que ele me comeu, meu filho propôs a ele ambos meterem de uma vez na filha. Meu filho deitou de barriga pra cima, ela sentou no pau dele, e o sogrão entrou no cuzinho dela, fazendo ela gemer até gozar, e els gozaram nela, enchendo o cuzinho e a bucetinha de porra. Eu para não ficar de fora, beijava ela na boca, enquanto durou a trepada. Depois conto mais bjs. Michelle



Gostou? Então Compartilhe!