RSS contos eroticos

Conto Erotico Me Exibi E Comi Minha Cunhada .

Bom galera isto aconteceu estes dias ta fresquinho rsrssr . . . Sou moreno Claro 1,81 Altura 94 kg Corpo atlético me Chamo " Pyter " "facKe" Tenho 30 Anos, sou casa com a irmã do meio de três irmãs e moramos todos num só endereço, vamos as descrições. Minha esposa é uma loira de cabelos compridos ondulados, seios médios, bunda média tem 35 anos, minha cunhada Caçula Morena de cabelos compridos seios médios e uma bunda deliciosa redondinha, e minha cunhada mais velha morena de cabelos pretos lisos seios médios e bunda redondinha arrebitada . . . Bom tudo começu quandro eu e minha esposa compramos um carro, por não termos garagem coberta, nosso carro amanheçe todos os dias coberto pelo orvalho da noite, então prontamente todas as manhãs assim que acordo ligo uma mangueira e jogo agua no carro aproveito pra dar uma lavadinha rápida, bom como faço isso assim que acordo não me preocupo muito com que roupas uso pra fazer isso, durmo pelado, tem vez que só enrolo uma toalha e vou jogar agua no carro, mais geralmente uso um calção branco sem cueca, bom mais vamos ao que interessa, toda vez que estou la tratando carro minhas cunhadas passam por mim para irem trabalhar ja que moramos na casa da frente e elas na dos fundos, minha cunha mais velha que vou chamar de "Cássia" é a primeira a sair pois entra as 7:30 no serviço, estava eu com um shorte branco sem cueca lavando meu carro quando ela chegou e como sempre fazia me desejou bom dia, eu prontamente respondi, bom dia também e não pude deixar de reparar como ela encarou meu pau que fazia volume naquele shorte, bom mais foi só isso e ela seguiu seu caminho, como tinha espirrado agua no meu shorte tinha ficado tranparente mais eu não tinha notado só depois eu reparei e fiquei pensando: sera se ela reparou ? a qual foi minha surpresa, escuto uma voz feminina dizendo, bom dia cunhado, conversando sózinho? quando olhei éra minha outra cunhada a Rita, que estava vestida com uma camisola curtinha mais que não revelava transparência, mais como minha cunhada é bem gostosa dava pra ver os contornos de sua calcinha, ela tinha acordado mais cedo para arrumar seu quarto antes de ir para o trabalho, ja que trabalha o dia todo e não teria tempo a noite, então me virei para o seu lado e respondi: que nada cunhada estava apenas cantando uma músiquinha e dei-lhe um sorriso, ela então saiu rindo também em direção ao seu quarto, também não pude deixar de reparar como ela tinha encarado meu calção, meio envergonhado comecei a enxaguar meu carro logo pra poder ir me vestir decentemente antes que minha esposa acordasse e me flagrasse nesta situação . . . bom estava quaze terminando, quando derrepente escuto minha cunhada de novo, ela me disse cunha desculpe te encomodar, mais sera se você pode me dar uma mãozinha é que preciso colocar umas caixa em cima do meu guarda-roupas e não alcanso e também estão pesadas, quebra essa pra sua cunhadinha, claro que sim respondi pra ela e fomos para o seu quarto ela foi na frente e eu atras dela, sem querer querendo fui observando sua bunda conforme ela andava dava pra perceber as duas polpas redondinha sendo separada por uma micro calcinha fio dental, aquilo foi me dando um tesão, fiquei apavorado pois meu pau começou a ficar duro e como estava sem cueca, começou a esticar a barraca, fiquei pensando o que vou fazer ? como vou esconder isso ? ja estavá-mos chegando em seu quarto e assim que ela abriu a porta corri e grudei na primeira caixa que vi no chão colocando- a em minha frente tampando minha ereção que insistia em continuar, quando percebo minha cunhada dizendo cunhado pode colocar la em cima pra mim por favor, entrei em desespero, meu pau tava duro igual pedra, meu shorte molhado transparente, então tive a idéia de me encostar o mais perto possivel do guarda- roupas e erguer a caixa quando assim o fiz percebi que também não conseguiria alcançar até la em cima, então pedi pra que minha cunhada fosse até a cozinha e pegasse uma cadeira pra que pudesse servir de apoio, então ela foi, enquanto isso tirei meu pau pra fora e comecei a apertar, dar uns tapas pra ver se ele amolessece mais parecia que quanto mais eu batia mais duro ele ficava, comecei a pensar coisas bobas, mais não adiantou aque imagem da bunda da minha cunhada não saia da minha cabeça, então fiquei novamente com a caixa na frente, ela chegou com a cadeira e disse ja que esta com a caixa na mão eu subo na cadeira e você me da elas ai que eu coloco, não tive tempo de responder ela então subiu na cadeira, ai fui a loucura pois como sua camisola era curta eu tive a visão mais linda ainda, vi uma linda bunda redondinha com uma micro calcinha preta enfiada nela, meu pau queria arrebentar meu shorte, nisso ela me peiu a caixa entreguei a ela e rápidamente me abaixei para pegar a outra e como a curiosidade matou o gato, resolvi dar mais uma fimada e vi que sua calcinha estava não só enterrada na bunda mais também na buceta, fiquei louco de tesão meu pau parecia peâo de rodeio pulava feito louco dentro do shorte, estava tão louco que nem percebi que a caixa que eu estava entregando era muito pesada, então ela me falou cunhado vamos trocar de lugar pois esta caixa eu não tenho forças para erguer, fiquei meio sem reação ela desceu da cadeira e eu subi na cadeira com caixa e tudo e num movimento rápido ergui a caixa e coloquei ela la, quando viro pra pegar a outra que ela estava me dando olho pra ela e ela começa a rir, então perguntei pra ela do que estava rindo, ela sentou-se na cama abaixou a cabeça rindo, eu novamente perguntei pra ela e desci da cadeira ela me respondeu apontando em direção ao meu shorte disso, fiquei com a maior vergonha e coloquei a mão por cima do calção tampando, e sentei na cama dela, foi quando ela levantou-se e caminhou em direção a porta do quarto que estava aberta e fechou-a com chave, e voltou em minha direção e pediu pra mim levantar, e tirar a mão da frente, assim o fiz ela foi e apertou meu pau por cima do shorte, fui a loucura, ela falou vamos resolver isto? eu respondi claro ela então se agaixou e puxou meu pau pra fora todo melado e de uma só vez abocanhou, nossa que tezão incrivel eu senti, ela começou a punheta-lo em sua boca, estava tão cheio de tezão que estava quaze gozando ela dizia hummm então meu cunhadinho é safado e tem tezão por mim né? falei que sempre olhava e desejava abunda dela quando ela passava pra ir pro trabalho, ela então falou sua bundinha ta aqui te esperando, não acreditei peguei ela ejoguei na cama arranquei sua calcinha e xupei com gosto sua bocetinha ai que gostosa ela delirava, lambi seu cuzinho ela se contorcia e dizia safadão ein, sem mais demora coloquei meu pau na sua xana que o agasalhou com vontade, meti , meti, meti e quando ia gozar ela falou goza na minha bunda, então abri sua bundona e coloquei meu pau na entradinha do seu cuzinho apertei um pouco e gozei como nunca tinha gosado com minha esposa ela logo se virou e lambeu meu pau , apaixonei, me recompuz e sai correndo pra casa pois minha esposa logo acordaria bjssss comentem em outro conto , contarei como comi o cuzinho delicioso de minha cunhadinha safada . . .

Gostou? Então Compartilhe!