RSS contos eroticos

Conto Erotico Meu padrinho abusou de mim qdo criança, qdo cresci

Tudo que vou contar aconteceu realmente comigo, eu tinha de 9 a 14 anos, eu sempre fui uma menina quetinha, eu tinha a pele bem branquinha, cabelos escuros, meus pais viajavam muito, e eu ficava na casa de meus padrinhos, e foi ai que tudo começou, minha madrinha sai muito cedo pra trabalhar e meu padrinho estava desempregado, eu não entedia direito, mas sabia que algo estava errado, meu padrinho as vezes sentava no sofá e me chamava, dizia que ia mostrar um livro, ele me colocava no seu colo e ficava foleando o livro, enquanto isso ele colocava minha bundinha bem em cima do seu pau, eu ja sentia algo muito grosso no meio das minhas pernas, ele brincava de domino comigo, e quando eu perdia tinha que pagar um castigo, nos castido eu tinha q sentar no seu colo, fechar os olhos e contar ate 10, então enquanto eu contava, ele pegava na minha cintura e ia esfregando no seu pau, todos os dias de noite meu padrinho aparecia no meu quarto, ele é moreno, muito musculoso, alto, braços fortes, agora é treinador em uma academia de policia, ele ia ateh o meu quarto, e ficava na porta me olhando, o medo que eu tinha todas as noites era tão grande que eu nunca dormia bem, sentia sua presença, e depois sentia sua mão, brincando no meu corpo, eu tinha tanto medo, não sabia oque fazer, fingia que eu estava dormindo, ficava me virando pra ver se ele ia embora, uma vez me virei de bruço então ele pegou minha calcinha enfiou na minha bundinha e lambia minha xaninha por tras.

na noite do meu anivesário de 10 anos eu ja sabia exatamente oque ele estava fazendo comigo, abusando de mim, ele entrou no quarto, sentou do lado da cama, tirou a coberta de cima de mim, eu sentia sua mão passeando pelo meu corpo, abriu minhas pernas e cherou minha calcinha, seus dedos grossos, entravam pelo ladinho da calcinha, ele lambia e passava por cima de novo, eu fingia dormir, mas me mudava de posição toda hora, então ele me perguntou se eu queria sorvete, e ficou perguntando bem baixinho no meu ouvido, ate eu reponder, eu disse que não, então ele pegou minha mão fez eu segurar e disse "agora chupa, que é bem gostoso" eu não tinha coragem de me mexer, ele encostou na minha boca, e forçou entrar, e apertei bem os labios e não deixei, então ele começou a esfregar seu pau nos meus labios, e disse que seu eu não abrisse ele ia contar pra todo mundo e a culpa seria minha, abri a boca, ele enfiou aquele pau grosso, eu nem coseguia abrir a boca pra entrar tudo, , depois ele deitou em cima de mim, e me beijava, tirou minha calcinha, e tentei fechar as pernas, mas ele amarou minhas mãos com minha calcinha, e começou a me lamber, lambia toda minha xana, cuspia e lambia, e me disse, "quando vc crescer mais, vc vai ser minha cadelinha" então ele gozou e foi embora. eu fiquei com muito medo do que estava acontecendo, tinha vergonha de contar pra alguém.

meus pais pararam de viajar, então eu não preciva passar muito tempo na casa de meus padrinhos. o tempo foi passando, e eu queria esquecer.

quando ja estava entre os 13 e 14 anos, meu corpo ja foi se formando, ia pra praia e tomava muito sol, adorava marquinhas, sempre tive a buninha bem arrebitadinha, e coxas grossas, como não tinha muitos seios, qria sempre usar saia e calças que apertavam e deixavam o meu bumbum bem redondinho. e ja gostava de calcinha piquinininha.

um dia minha mãe chegou para mim e disse que iamos todos para a praia, nossa familia e meus padrinhos, mais outros tios, tias e primos, eu adorava praia, e fiquei muito contente em todos estar junto, mas fiquei com medo porque ia novamente estar na mesma casa que meu padrinho..

e foi lá, na primeira oportunidade, ele novamente veio abusar de mim, e agora foi mais além.

mas essa parte conto no proximo conto!!