RSS contos eroticos

Conto Erotico Minha Bunda está Seduzindo meu Filho

Olá a todos. Eu vou tentar relatar aqui o que está acontecendo comigo e com meu filho aqui em casa já fazem 3 meses. Meu nome é Beth, sou seperada de meu marido há 1 ano e moro com meu filho Ricardo de 24 anos. Tenho 47 anos e matenho meu corpo em cima a base de muita malhação, pois malho pelo menos 3 vezes por semana, costumo ir muito a praia, quase todo final de semana, lugar este onde posso exibir meu corpão e atrair muitos olhares. O que eu não sabia é que este não era o único lugar onde eu poderia usar um biquíni bem pequeno e chamar a atenção. Também poderia fazer isso em minha própria casa, e o homem a me cobiçar seria meu próprio filho. Após a separação de meu marido, uma separação bem traumática pra mim, e ao mesmo tempo muito aliviante pois meu marido era o homem mais ciumento do mundo, passei a me cuidar muito mais, a me produzir, vestir as roupas que sempre quis usar sem ter nenhum homem ciumento em casa. Bom, isso era o que eu pensava. Deixem eu me descrever primeiro. Tenho 1,70m, 60Kg, sou loira natural, olhos azuis, e sou quase a cópia de uma atriz pornô chamada Nina Hartley, com a diferença nos quadris, pois tenho uma bunda muito grande, um verdadeiro bundão,que apesar dos anos continua inteiraço como quando eu tinha 25 anos. Após a separação passei a usar calcinhas bem pequenas, tipo fio-dental, e na praia era só biquíni fio-dental também. Comprei os baby-dolls que eu queria, daqueles bem pequenos, transparentes, e passei a usar calças bem apertadas marcando bem o meu bundão astronômico, 108 cm de quadril e um rego enorme. Mas tudo isso, fiz apenas para me satisfazer como mulher e atrair olhares e comentários de homens na rua, o que faz aumentar a auto-estima de toda mulher. Um homem que nunca passou pela minha cabeça provocar é meu filho, pois sempre tivemos um relacionamento mãe-filho inclusive um pouco distante. Ele sempre foi um rapaz muito na dele, e sempre nos respeitamos. Ok, vamos direto aos ocorridos. Eu trabalho num salão de estética e meu filho faz faculdade durante o dia e só nos encontramos durante a noite e durante os finais de semana. Como trabalho o dia inteiro, a noite eu ia a academia malhar e voltava pra casa muitas vezes tarde da noite. Um dia fui assaltada e fiquei com uma grande neura de sair de casa a noite pra ir à academia. Conversando com meu filho,que inclusive chegou a cursar educação física na faculdade mas abandonou logo no início,resolvemos montar uma pequena academia em casa, em um quarto vazio que temos e assim eu e ele poderíamos malhar a vontade. Compramos o básico de uma academia de ginática como bicicleta, esteira, supino para o meu filho(embora ele não gostasse de malhar) etc. Quando chegava em casa do trabalho, eu tomava um banho rapidamente e ia pra minha pequena academia malhar um poquinho. Colocava um short de lycra e uma camiseta de lycra pra fazer conjunto e ia cuidar de meu corpo. Me olhava no espelho que colocamos no quarto com os aparelhos e via o quanto ainda era gostosa. Meu shortinho entrava todo dentro de meu bundão devido a calcinha fio-dental que eu usava e como o shortinho era branco de um tecido bem fino, tudo ficava as claras. Esse shortinho eu não usava na academia de ginática e só o comprei depois de montarmos nossa própria academia. Meu filho quase sempre estava em seu quarto estudando ou na sala vendo televisão e até então nunca tinha me visto malhar. Uma noite eu estava na bicicleta ergométrica pedalando e ouvi meu filho perguntar onde estava um DVD dele. Como o som estava muito alto, pois eu só malho com música, meu filho não escutou minha resposta. Então ele veio até o quarto para me perguntar e deu de cara com uma bela visão. Eu estava de costas para ele e ao sentar na bicicleta ergométrica minha bunda fica maior do que já é, ou seja, toda pro alto, como se eu estivesse numa moto. Como neste quarto havia espelhos, pude reparar na expressão de meu filho ao ver sua mãe coroa e gostosa com o bundão pro alto. Ele parou e seu olhar foi parar direto no meu traseiro. Realmente era uma bela visão, pois como já disse, o shortinho entrava totalmente no rego e ainda havia a marquinha da pequeníssima calcinha que eu usava. Ricardo chegou junto de mim e com os olhos ainda lá, me perguntou onde estava o DVD. Disse que estava na estante da sala e Ricardo começou a me perguntar coisas sobre a malhação, tipo quantas horas eu malhava, se me sentia cansada depois, se queria ajuda etc. Tinha esquecido o DVD na hora. Eu narro dessa forma pra vocês porque agora me parece muito excitante e realmente é, mas na hora em que ele me viu pedalando, nada disso me passou pela cabeça, pois ele nunca havia demostrado nada em relação a mim e nem eu em relação a ele. Continuei pedalando e após uns cinco minutos Ricardo deixou o quarto e foi pra sala ver o bendito filme. Após malhar nos restantes dos aparelhos já estava bem cansada e fui tomar um banho. Peguei minha toalha e resolvi tomar banho num banheiro perto da sala e necessariamente tive que passar por lá, e ao passar percebi meu filho se ajeitando no sofá e vi algo que me fez entortar a cabeça. Na sala há um grande espelho, e quando estava indo em direção ao banheiro, vi meu filho apertando seu pau por cima da calça olhando minha bunda enquanto eu passava. Ele chegava a morder os lábios numa grande expressão de tesão. Ele achava que eu não veria, mas acabou se enganado. Entrei no banheiro e fiquei pasma com aquilo. Cheguei a colocar a toalha na maçaneta para ele não me ver. Pensava de que maneira um filho podia fazer aquilo com uma mãe. Então me olhei no espelho e vi uma mulher muito atraente, que apesar de seus 47 anos ainda mantinha um corpo de mulher de 30 anos. Seios médios ainda bem erguidos, pele bronzeada de praia e minúsculas marquinhas de biquíni pelo corpo. Atrás o bundão ainda bem erguido ostentava uma marquinha de fio-dental que é enlouquecedora. Lembrei que desde que me separei de meu marido, meu filho quase não parava em casa, pois além de trabalhar ainda estudava, e nunca teve oportunidade de reparar na bela fêmea que tinha em casa. Lembrei que nunca tinha me visto na praia com meus biquínis cavados. Aquela era talvez a priemira vez que ele tinha me visto vestida de maneira bem sexy e provocadora. Terminei meu banho e com uma toalha enrolada passei pela sala e fui pro meu quarto. No quarto, deitei em minha cama e pensei muito sobre tudo isto, muito mesmo e decidi que continuaria a me vestir da mesma forma que passei a me vestir desde a separação e veria qual seria a reação de Ricardo. Continuarei a narrar os acontecimentos em minha casa, mas gostaria que vocês entrassem em contato comigo, principalmente mães que estejam passando por uma situação semelhante a minha. No próximo relato, contarei como meu filho começou a se interessar por sua mãezinha gostosa e como eu aderi a um jogo de sedução muito gostoso...¨(continua)... se alguma mãe que esta vivendo ou ja viveu uma historia como esta entre em contato comigo por gentileza. bethsilva34@outlook.com
Não permitimos pedofilia neste site! Ajude-nos a identificar.