RSS contos eroticos

Conto Erotico Minha filha depois de formada (voltando pra casa)

Depois de longos 4 anos minha linda filha retorna, ela estava fazendo faculdade em uma universidade dos estados unidos, e a muito tempo eu a não via mesmo, ela saiu de casa com 20 anos e quando saiu estava magrinha, nem parecia ter 21 anos ela tem, olhos verdes assim como o pai, cabelos pretos lisos, e eu nunca imaginava que aquela magrelinha iria virar um verdadeiro avião, eu mesmo fiquei espantado quando a encontrei no aeroporto, estava eu e minha adorada esposa, até ela ficou impressionada com aquele mulherão.
bom o papinho foi + ou – assim quando estávamos voltando para casa, nossa filha o que você andou fazendo? estava comendo comida pra animal, e ela brincou comigo dizendo que lá em vez de comida animal ela estava comendo o animal inteiro, hehe continuava como sempre, muito brincalhona, então me concentrei no mais famoso e intenso transito de são paulo, nada mais estressante do que pegar um longo congestionamento na metrópole de concreto e aço, sendo assim, deixei minha esposa colocando as noticias em dias, apesar de termos sempre nos comunicados através de telefones, e-mails, fotos etc, pessoalmente a aparência pessoal qualquer ser humano muda muito, minha filha fazia faculdade de engenharia de computação, um pouco diferente do pai, que me formei em ciência da computação, e hoje sou gerente geral de uma grande empresa, na qual prefiro deixar estas informações em segredo, o meu maior medo em relação a estas histórias que a mídia não aceita a realidade é que, o que nos deixa com uma péssima imagem não é a mídia, e contextos áudio visuais e nem tanto as imagens, é mais por causa das informações não exatamente expressa, se você escuta uma história é preciso passar as informações correta, caso contrario as história como toda a sua imagem real ou ilusória, acaba sendo insignificante, o famoso “telefone sem fio” nunca a história é a mesma da original.
voltando a história, quando chegamos em casa, ela foi direto para o seu quarto, obviamente, descansar e tomar um bom banho, preparamos uma deliciosa comida pra ela, e depois de muito tempo de conversa e histórias que ela contava, fomos para o quarto, para que fique claro aos leitores, a casa não é muito grande, pois somos apenas eu, minha esposa e nossa única filha, havia esquecido de contar o nome dela, chama-se ellen, como o pai, ela se empenhava muito no que gostava de fazer, e por isso logo no primeiro dia ela ficou horas no computador trabalhando em um projeto que diz ela, que poderia melhorar o desempenho de uma placa mãe, algo relacionado ao processador e a memória ddr, pensei que ela fosse descansar e dormir muito, que na verdade estava dormindo mesmo, era sábado 13:24 estava eu e minha esposa na cozinha conversando e estávamos preocupados com o sono excessivo dela, minha esposa então, pediu pra eu ir acorda-la, isso na verdade só eu sabia fazer por que ela nunca gostou de ser acordada por sua mãe, sempre que era acordada por ela, ficava aborrecida, talvez por que minha esposa em vez de acorda-la, balançava ela e isso nem eu gostava de ser acordado deste modo, eu quando ia acordar minha querida e única filha, ficava cantando no ouvido dela, apesar de ser um pai as vezes ausente, sempre mantinha um ótimo carinho por minha esposa e minha filha, estava subindo as escadas em direção ao quarto, e percebi que estava um pouquinho aberta, era verão e fazia um senhor calor, como já era de costume na grande metrópole, ao abrir a porta, me deparei com algo que quase me deixou sego e mudo ao mesmo tempo, minha filha estava deitada de bruços com um baby doll transparente e sem lençol e sem roupas intimas, perdi até a noção de que era pai, fui me aproximando dela, quando percebi que ela estava já acordando, então corri para a porta, e fingi estar do outro lado da porta e perguntei meio que sem voz, pra que ela percebesse que estava chegando perto da porta para acorda-la, no que ela fala, pai já acordei não precisa entrar, pode descer que já vou ir tomar café, tomar café? mas filha já são 13:30, tudo bem pai eu já vou descer pra almoçar, eu nunca imaginei que ela fosse dormir daquele jeito, sempre dormia toda coberta e bem meiga com as roupas de garotinha que ela tinha, acho que os estados unidos deve ter ensinado muitas outras coisas por lá, com o calor que faz lá no verão e morando com mais uma colega de quarto, seria bem provável que ela tivesse um pouco relaxada pra dormir assim, desci para a cozinha como se nada tivesse acontecido, quando ela aparecer estava com um belo shortinho colado e uma blusinha bem colada mesmo, e me parecia que estava sem sutiã, almoçamos e fomos para a sala ver televisão, eu não conseguia tirar aquela cena da minha cabeça, minha filha percebeu a minha inquietude e perguntou o que era, eu disse que era por causa da empresa, e que o meu cargo estava me deixando um pouco louco da cabeça, ela com um tom irônico e brincalhão, disse que eu poderia ficar louco e até chato, ou etc, menos velho, eu meio que estranhando perguntei o por que dela ter dito isso, ela disse que as colegas dela disse que eu era um homem bem bonito e gosto para minha idade, eu não me achava muito bonito e nem parecia estar muito em forma assim, já estava com meus 47 anos e minha esposa quase seus 45 e minha gatinha já estava ficando velha também com 26, perguntei pra minha esposa se estava mesmo um gato e gostoso, como as amigas de ellen diziam, ela olhou para a filha e disse gato eu não sei, isso você pergunta pra sua filha, mas que você continua gosto isso sim continua, eu meio sem graça na frente de ellen, ainda tive a coragem de perguntar se estava um gato ainda, no que minha garotinha, o que ainda era pra mim, disse que eu estava lindo e muito gato com esses poucos cabelos grisalhos, só não sabia se estava gostoso como a mãe dela tinha dito, eu lembrei daquela situação no quarto, e que situação, isso acabou me deixando um pouco tenso, dei a desculpa que ia para o meu computador ver alguma novidade tecnológica na internet, como eu tinha um notebook e minha filha também, fui para o meu quarto, mesmo sendo um pc portátil nós dois tínhamos uma mesa para poder coloca-lo e poder trabalhar com outros equipamentos, fiquei lá no computador olhando algumas matéria e então resolvi ver alguma matéria erótica, fiz a pesquisa de contos eróticos e acabei encontrando vários sites que falavam sobre diversos tipos, e me deparei com o tema incesto, descobri que era algo bem interessante por que li vários títulos que se referiam a pai transando com filhas etc.
deixei a porta aberta por que em casa não tínhamos frescuras com portas, ao menos antes de irmos dormir, estava lendo um conto interessante em que o pai estava navegando e vendo pornografia na internet, quando a filha chega perto do pai, ela estava chegando e uma festinha e já era tarde a noite, ela usava uma saia bem pequena mesmo, e sem calcinha, a garota perguntou pra o pai e podia ver o que ele estava fazendo na internet, o pai com uma cueca samba canção, de seda, e tudo quase livre, fala que não é bom ela ficar perto dele, e a filha então diz que não tem nada demais, e que já ao adultos, a garota então senta no colo do pai, mas não senta de modo normal, ela levanta a perna e vai sentar de costa para o pai, em cima do pau dele, ele estava acostumado em ver ela sentar daquele jeito, mas ele sentiu uma sensação estranha ao ver que ela estava sem calcinha, e com uma minúscula saia branca, uma blusinha bem colado e empinando os seios dela, ele nem pode falar nada, quando pensou em falar algo, ela já estava sentada no colo dele, e ela percebeu que ela estava sem calcinha e que o pai dela estava vendo conteúdo erótico, talvez não tivesse percebido isso rápido demais por que estava meio bêbada, quando o pai sentiu a buceta dela se esfregando no pau do pai que já estava quase furando a cueca de seda, ela passou a se esfregar mais e mais, até que em fim, rolou um sexo muito prazeroso para os dois e como, pelo o que li a história, estava tão atento a história que nem percebi que minha filha estava atrás de mim, quando pude ver, fiquei meio assustado, filha o que você esta fazendo aqui, eu vim dar uma olhada para ver se o seu quarto continuava do mesmo jeito e a mamãe disse que tinha mudado algumas coisas, e pelo que vi mudou mesmo, ficou mais bonito aqui, perguntei a ela se estava lá a muito tempo, ela respondeu que o suficiente para ler metade da história, disse a ela que não podia contar a mãe dela que estava vendo esses contos eróticos, por que se não ela pode pensar que estou procurando outra mulher, e você não esta pai? não minha querida a únicas mulheres da minha vida são vocês duas, ela disse que ficaria morrendo de ciúmes se soubesse de outras mulher alem delas duas, não se preocupe filha, são só vocês duas mesmo, ela sorriu e disse que eu poderia ficar lendo isso, que seria o nosso segredinho, depois de ter passado alguns dias, o meu pc estava com vários vírus então aproveitei para fazer uma bela limpeza nele, recolhi todo o material que queria fiz um backup, e deixei reinstalando o s.o, era 20:05 e minha filha tinha saído para passear e fazer algumas compras com sua mãe, eu então resolvi dar uma olhada no pc da ellen pra ver quais os projetos dela, dei uma olhada nos materiais que ela tinha, e passei rápido pela pasta meus documentos, no que me deparei com vários e vários contos, se fosse contos eróticos diversificado até levaria numa boa, mas vi que se tratava de todos os contos sobre incesto com pai e filha, li alguns, e realmente muito bons e bem interessantes, não demorou muito para elas chegarem, por já estarem a 3 horas fora de casa, ouvi os passos dela no corredor e fiz um rápido trabalho de deixar no projeto que ela estava trabalhando, ela quando chegou perguntou o que eu estava fazendo no pc dela, eu disse que resolvi dar uma olhada nos projetos dela, para, ela disse para não mostrar pra ninguém o nosso segredo, eu não entendi o que queria dizer mas respondi que sim, mal eu sabia que ela estava falando dos contos eróticos, por que ela deixou eles no menu justo pra eu ler os contos, passou mais algumas semanas e eu com aquele corpo na cabeça, os contos de incesto me dando mais idéias, estava vendo um dvd na sala e minha filha estava no quarto, quando acabou fui para o quarto, para vocês saberem como é na parte de cima, tem um razoável corredor, com um banheiro no final, o meu quarto perto do banheiro a direita e o da minha filha de frente para o meu no lado direito, e por motivos de família, resolvi fazer um outro perto do quaro da minha filha para hospedar familiares em dia de visitas, esse fica próximo a escada, fui em direção ao meu quarto, quando percebo que a luz esta acesa, vejo que a porta esta meio aberta, falo para ellen desligar a luz do quarto e ligar a do abajur, ela responde que sim, e vai desligar, quando olho para a cama dela, vejo que esta debruçada na cama mexendo no pc e de costa para a porta com o mesmo baby doll transparente e sem roupas intimas, fico ali parado olhando, como que hipnotizado por esta com uma cavalona daquelas no quarto ao lado do meu, e não poder saboreá-la, por que ela é minha filha, estava indo para o meu quarto, quando ela fala pra mim, pai fecha a porta pra mim, respondo que sim, parecia que ela estava me vendo, e percebeu que estava olhando pela abertura da porta, talvez tivesse visto pelo reflexo do monitor do notebook, menina esperta, quando fui fechar abri mais um pouco para falar pra ela não esquecer de desligar a luz do quarto e pra aproveitar e dar mais uma olhadinha, ela pareceu não gostar muito ou estava fazendo charme, ela disse pra mim, pai fecha essa porta logo, não esta vendo que estou sem roupa, pedi desculpa pra ela, e disse que não tinha a intenção de abrir a porta, fechei a porta e fui para o meu quarto, não consegui dormir direito por causa da bela visão que tinha visto, as vezes tenho mania de acordar de madrugada pra ir ao banheiro, quando abro a porta, vejo minha filha já saindo do banheiro, o corredor não era largo, mas por causa de algumas cômodas que ela havia tirado do quarto, e colocado perto do banheiro, o espaço até o banheiro havia ficado estreito, algo na largura de 55 cm, eu de cueca samba canção, e com o pau bem leve, vi aquele mulherão saindo do banheiro e se dirigindo pela estreita passagem do corredor, eu estava praticamente no meio da passagem dela, ela meio sem graça, disse que assim não ia dar pra passar, eu disse para ela que dava um jeito, fiquei de costa para uma cômoda então ela passou virada de costa pra mim, como com um espaço desse não sobra nada para passar ela passou aquela belíssima bunda no meu pau, eu quase tive um ataque quando senti aquela bunda empinada e bem dotada, passando no meu pau, o perfume dela, exalando no meu nariz me deixou mais embriagado ainda, o meu garoto deu sinal de vida e começou a subir, e ficou tão duro na hora que ela parecia esta gostando da situação, eu meio sem voz, tentei sair pra o banheiro, ela parecia pressionar mais ainda a sua bunda sobre meu pau, depois de muito esforço contra a tentação consegui entrar no banheiro, mas cadê a vontade de fazer xixi, esqueci completamente, parecia que minha filha estava me atentando, depois que ela começou a ler os contos ficou mais louca do que eu, e estava me deixando louco mesmo, depois disso ela começou a andar com short curto e blusas bem coladas, em uma manha de sábado minha esposa diz que vai na casa de uma irmão no litoral de são paulo, e que voltaria no domingo, eu fiquei feliz mas ao mesmo tempo preocupado, o que será de mim, só eu e minha gostosa, linda, cavalona, rabuda, e inacreditável safada filha, depois que minha esposa foi para o litoral, fui para o meu quarto tentar achar algo útil na internet, mas o desejo foi maior, acabei procurando imagens eróticas de pai e filha, acabei encontrando um monte, a noite minha ellen passou pela porta do meu quarto e disse que ia tomar um longo e gostoso banho e que eu não se preocupasse com nada, e que não ficasse vendo pornografia se não ia ficar louco por outras mulheres e que ela não queria isso, é só eu e a mamãe que devemos servi-lo, nisso eu fiquei com um pulga atrás da orelha, com o que ela disse, mesmo assim procurei relaxar, mas fui interrompido pelo barulho do chuveiro, e a tentação foi muito maior do que eu pensava, inventei uma desculpa para ir ao quarto da minha filha procurar algum cd com arquivos, só pra olhar o que estava rolando no banheiro, no que estou voltando para o meu quarto vejo que a porta esta aberta e quando olhei fique de pau duro e louco de vontade de agarra-la do jeito que estava, mas talvez por receio, me contive, mas não deixei de apreciar aquele monumento, ela passava o sabonete por todo o seu corpo, e ficou ainda melhor quando ela se abaixou para pegar o sabonete que havia caído, nossa que visão impressionante, pude ver aquela buceta linda e carnuda, e depilada, nossa que visão maravilhosa, ela começou a passar o sabonete na bucetinha e cada vez que passava, parecia estar gemendo de prazer, sem querer bati na cômoda que estava no corredor e quando ela se virou para olhar eu já havia ido para o meu quarto como um foguete, quando ela saiu do banheiro olhou para o meu quarto para ver se ainda estava lá, eu fingi que nem percebi quando ela olhou para o quarto, e depois dessa tempestade toda, fui tomar o meu banho e descarregar as energia, nunca pensei em bater uma gostosa punheta, pensando em minha garotinha, mas não deu pra resistir, depois de cair a noite, fomos comer alguma coisa, pedi uma gostosa pizza, e ela ficou feliz, por que disse que nos estados unidos as pizzas não são tão gostosa quanto as do brasil, depois fomos para a sala bater um papo, ela estava com uma blusa colada e um short bem coladinho mesmo, daquele que da pra perceber que esta sem calcinha ou parece estar sem, eu tentava disfarçar mas não dava era muito atrativo, ela parece ter percebido e veio perto de mim e me deu um beijo quase do lado da boca e subiu para o quarto, eu quase gozei pensando que ela fosse beijar a minha boca, mas fiquei na expectativa, depois de ver as noticias na tv, resolvi ir para o meu quarto isso umas 00:28, quando estou passando, olho para o quarto dela e novamente a porta aberta, mas o que me chamou a atenção não foi ela, estar deitada de bruços mexendo no computador, o que me tirou a atenção foi ver que ela estava sem roupa alguma, acho que ela estava fazendo tudo aquilo para me provocar e ver até onde eu ia, resolvi procurar esquecer e fui para o meu quarto, coloquei uma samba canção e sem cueca, para deixar o meu pau livre pois ele fica muito mais duro depois da primeira relação ou depois de uma punheta, estava mexendo no meu computador e ela estava na mesa, não estava com muita vontade de usa-lo na cama, por que poderia dormir e deixar ele ligado e minha filha poderia ver as fotos pornográficas que estava vendo, e que fotos, por volta de 3:00 da madrugada, sinto que ela já estava bem próxima de mim do que eu poderia imaginar, quando me deparo, com minha filha ao meu lado, ela usava uma saia bem curtinha mesmo, que por muito pouco não mostrava mais que tudo por debaixo, eu estava de pau duro por causa das fotos, ela já havia percebido, mas fingiu que não viu, mas na hora que ela apareceu ele murchou, devido ao susto que tomei, ela estava com a saia curtinha e com uma blusinha bem colada mesmo, e com os seios bem empinados, naquela hora pensei comigo mesmo, se não morrer agora, com certeza morrerei de tesão e de pau duro, ela disse que estava com calor e como não conseguiu dormir por causa do calor, resolveu ver o que eu estava fazendo, e disse pai vou ficar com você aqui vendo o que você esta vendo, que por sinal não parece material próprio para os papais, não é, eu sem poder responder nada por causa das fotos no monitor, ela me surpreendeu quando disse que fazia tempo que não sentava no colo do papai, e que estava com uma vontade imensa de sentar, então ela veio por cima do meu colo, pensei que fosse sentar normal como uma criança que fica no colo do pai, mas não! ela sentou do mesmo modo que descrevi a respeito de um conto, parecia que o conto estava para acontecer comigo, parecia mesmo... quando ela levantou a perna para sentar no meu colo, percebi que estava sem calcinha por baixo, e quando ela sentou sentiu o que já esperava e queria sentir, meu pau mais que duro, ela sentou de um modo tão carinhoso que só não gozei na hora por causa da punheta que havia batido no banheiro, isso faz retardar a ejaculação de um homem caso ele sinta muito tesão, ela começou a olhar o material pornográfico, eu quase ficando louco, quando ela perguntar começa a fazer um vai e vem lendo no meu colo, como quem esta se deliciando, e olhando as fotos, já que era pra ser safado em tão, eu ia ser safado mesmo, um pouco acima da mesa havia uma prateleira com livros de informática, eu como não quer nada pedi para ela levantar e pegar algum livro pra mim, ela não saiu do meu colo, apenas ergueu o corpo pra frente para pegar o livro, de modo que puder ver aquela buceta na minha cara, como a cabeça do meu pau já estava muito lubrificada por causa do tesão, e percebi que ela estava bem molhadinha com a situação, fiz um rápido movimento no qual ela não percebeu e coloquei o meu pau para fora, e deixei levantado na direção da buceta dela, quando ela voltou para sentar no meu colo, foi o maior prazer que já senti, ela ao sentir o meu pau, entrando na buceta dela, ficou doida de tesão e deixou cair o livro no chão, e parecia apreciar cada centímetro do meu pau, ela começou a descer devagar, eu sentia um prazer imenso, peguei forte em seus seios e começamos um sobe e desce louco, e devorador, depois de uns 5 minutos naquele sobe e desce gostoso, coloquei ela na cama, e comecei a bombar dentro da buceta dela, depois virei ela de quatro e quando comecei a bombar novamente ela começou a gemer, e gemia como uma égua no cio, eu nem liguei por que só estava eu e ela na casa, nem fiz questão de fechar a porta do quarto, ela pedia para meter mais e mais, dizia que queria sentir o pau gostoso do papai, e que se a mamãe, dizia que era gostoso queria provar dessa gostosura também, ficamos um longo tempo trepando e fazendo varias posições, mas pra mim foi mais gostoso quando ela, ficou por cima de mim, enquanto eu chupava aqueles seios maravilhosos e durinhos, ela subia e descia no meu pau, como uma voracidade incrível parecia que queria engolir, ela sentava, rebolava, e ficar passando os lábios vaginais na cabeça de minha rola, quando ela disse que iria gozar, eu num momento de êxtase, perdi a noção do que estava fazendo e do risco que estava correndo, quando ela pediu para meter mais rápido por que estava gozando, eu acabei enchendo aquela buceta carnuda e gostosa, todinha de porra, foi uma jorrada incrível mesmo, parecia que estava acertando no útero dela, depois de gozarmos e no beijarmos como se fossemos dois namorados que acabara de perder a virgindade, perguntei a ela se estava tomando remédio ou injeção, ela disse que tomava injeção e que não ficasse preocupado, nossa que alivio, e viajem, eu ali transando com a minha filha, e gozando junto com ela, e dentro dela, isso era demais pra mim, ela disse que era pra guardarmos segredo, por que não queria que a mamãe soubesse, eu sorri pra ela, e disse que esse seria o nosso segredinho, ela achou graça e fomos tomar banho, desse dia em diante procuramos manter a naturalidade, só podíamos fazer algo quando a minha mulher estava longe, mas sempre demos um jeito.
depois eu vou contar a vocês como foi a história que eu li no livro de contos eróticos, e que me impressionou por ser incesto, fiquei maravilhado por causa da situação.