RSS contos eroticos

Conto Erotico Papai me comeu gostoso.

Bom, meu nome é Carol e hoje tenho 20 anos, vou contar pra vocês uma história que aconteceu a sete anos atras comigo e com meu querido Pai. Desde pequena fui despertada para o sexo, com mais o menos 8 anos, brincava de "médico" com a minha irmã mas velha, mais o menos aos 10, descubri os contos e filmes eróticos e passei a me masturbar. Bom, meu pai, Marcelo, é jogador profissional de voley, alto e com um peso adequado a sua altura, tem um belo sorriso e cabelos meio grisalhos apesar de ter seus 37 anos, minha mãe é empresaria e trabalha muito, se chama Amanda e também tem 37 anos, foram pais muito cedo mas ainda tem um ótimo relacionamento pelos gemidos que escuto do meu quarto, minha irmã hoje mora no exterior, minha mãe viaja bastante a negocios e por isso é muito raro que passe uma semana inteira em casa, meu pai joga por temporadas, portanto é quem me faz compania quando não estou na escola. Era uma terça feira a tarde e meu pai foi me buscar na escola, logo veio a noticia que a mamãe iria para portugal e só voltaria na segunda, fiquei triste porque sentia falta dela, mas por vez alegre, pois eu e papai faziamos varios programas super legais. Chegamos em casa e logo minha mãe me ligou dizendo que estava no aeroporto e que sentiria minha falta, se despediu com um comporte-se, desligamos e fomos almoçar, fizemos juntos uma macarronada, comemos eu lavei a louça e ele secou. Desde pequena tinha o costume de após o almoço sentar no colo do meu pai e contar como foi meu dia, nessa terça não foi diferente, após o almoço ele foi assistir televisão e eu rapidamente fui para seu colo, começamos a conversar e ele alisava minha perna, senti algo estranho, um calor, mas achei que era bobeira minha, conversamos, conversamos, até que percebi que ele estava ecxitado, tentava esconder com a almofada mas mesmo assim era bem percepitivel, fiquei sem jeito e pedi lisença para ir ao banheiro, ao chegar coloquei minha mão na minha bucetinha e percebi que estava toda molhadinha, me masturbei alí mesmo até gozar, na hora de dormir, não parava de pensar no papai com aquela pica dura, me masturbei mas uma vez e adormeci, de madrugada senti alguem me acariciando, olhei de rabo de olho e percebi que meu pai estava alí, ele massageava minha bunda descaradamente, meu short juntamente com a minha calcinha estavam no meu joelho, estava gostando da caricia e resolvi que não ia esboçar nenhuma reação, fingi que estava dormindo e as caricias continuaram, ele mechia no meu cuzinho e passava o dedo também na minha buceta, pelo baixo barulho percebi que estava batendo punheta, derrepente ele deu um gemido forte e constatei que ele havia gozado, continuei alí imovel, foi quando ele veio ao meu ouvido e disse: safadinha, e saiu do meu quarto fechando a porta, fiquei imovel e com o rosto queimando de vergonha, fiquei até bem tarde acordada pensando nisso que não consegui acordar cedo para ir para escola, meu pai também estava em casa, ao acordar ele estava sentado na mesa tomando café, meu rosto queimava de vergonha, sentei-me e disse um baixo bom dia, ele parecia relaxado e até fez brincadeiras me chamando de preguiçosa por não ir para escola, rimos e eu acabei parando de pensar no ocorrido da noite anteriorm, ele foi assistir televisão e eu também, sentei na poltrona e ele no sofa, assistimos desenhos e jornais, derrepende ele ligou a televisão e falou pra mim sentar em seu colo, amedrontada, fui! sentei em seu colo e logo senti aquele pau duro cutucando minha bunda, ele me perguntou o que eu tinha feito de bom a noite passada antes de dormir, senti que meu rosto queimava novamente, disse qu e tinha lido um pouco e também ficado na internet vendo uns videos músicais, ele descaradamente me perguntou : ee depois, o que você fez? - e eu disse: fui dormir ué!. Estava ecxitada e recordando novamente as caricias do papai na noite passada. Ele passava as mãos na minha coxa alisando-as e na maior cara de pau perguntou: você viu quando o papai foi de dar um beijinho de boa noite? ou sentiu. - nesse momento ele relou seu dedo meu meu grelinho me fazendo soltar um leve gemido, sem mais a minima noção do que estava fazendo.. respondi : Senti sim papai, e posso lhe falar que foi bem agradavel. Ele me olhando no fundo dos olhos disse tateando minha xaninha - e você não quer repidir a dose? respondi com um gemido, Papai me deitou no sofa e tirou minha fina camisolinha, fiquei apenas de calcinha e ele começou mamando nos meus seios que a essa altura estavam durinhos, continuava tateando minha buceta por cima da calcinha, eu gemia loucamente com tesão, ele tirou minha calcinha e perguntou se podia dar beijinhos na minha linda bucetinha, sem hesitar fiz que sim com a cabeça, ele começou com beijinhos na barriga e foi descendo, ao chegar na minha xoxota, começou a chupa-la e enfiar a lingua o mas gostoso possivel, eu gritava de tesão : vaaaaai papai.. enfia essa linguinha na minha bucetinha enfia, seu gostoso, enfia vai. Continua...