RSS contos eroticos

Conto Erotico Sentada no colo

Eu tinha 16 anos. morava no interior de são paulo numa cidade pequena proxima de araraquara onde eu estudava. minha tia, viuva a pouco tempo, ficou sem a empregada doméstica por um tempo porque ela teve um filho. como eu estava de férias, minha tia que tinha que trabalhar pediu pra eu tomar conta da minha sobrinha de 11 anos. era por pouco tempo até a empregada voltar a trabalhar. eu aceitei e toda tarde, quando minha tia saia pra suas vendas eu ia tomar conta da sobrinha. minha sobrinha nunca tinha me despertado nada porque ela não era nenhuma gatinha. era meio gordinha e desengonçada. tinha onze anos mas parecia que tinha menos na idade mas mais no tamanho. parecia bem boboquinha. bem... mas vamos aos fatos.
eu tava vendo tv quando minha sobrinha chegou dizendo que tinha um cisco no olho e pediu pra eu dar uma olhada no olho dela.então ela encavalou no meu colo, uma perna de cada lado das minhas, de frente pra mim, abriu bem o olho e pediu pra eu procurar o cisco. mas eu nem vi o olho dela. ela tava de saia curta e naquela posição apareceu sua calcinha. meu pau ficou duro na ora. gostei do que tava acontecendo e fiquei olhando pro olho dela e pra calcinha. ela percebeu dava umas risadinhas.com a desculpa de que tinha que olhar o olho mais de perto eu puchei ela pela cintura e fiz ela encostar a xaninha no meu pau. eu tava morrendo de medo da reação dela mas ela nem ligou. fez de conta que não tava acontecendo nada. perdi o controle, puchei ela pra mais junto com ela ficando sentada em cima do meu pau. comecei a me esfregar e quando ela tambem me abraçou foi que eu vi que podia ir em frente. afastei ela um pouco e olhando bem pra cara dela eu tirei o pau pra fora. vi que ela tava respirando rapido. afastei a perninha da calcinha dela pro lado e encostei o pau naquela bucetinha gordinha e lisa. ela lavantou um pouco pra ficar com o pau bem por debaixo dela. com o pau bem encaixadinho na portinha da bucetinha dela ela ficou meio que rebolando. fiquei com medo e não deixei entrar mais que a pontinha do pau. não consegui segurar e dei uma esporrada na bucetinha dela. ela levou o maior susto pois nunca tinha visto aquilo. felizmente o sofá era impermeável e deu pra limpar direitinho. tive que colocar uma outra bermuda - eu depois disse pra minha tia que tinha derramado um pouco de leite na minha.
a partir desse dia, logo que minha tia saia minha sobrinha vinha pro meu colo já sem calcinha. acostumei ela a dar a bundinha e sempre gosava dentro do cuzinho dela.
quando a empregada da minha tia voltou ao trabalho a festa acabou de todo dia. passou a acontecer só de vez em quando quando acontecia da gente ficar sosinhos.