RSS contos eroticos

Conto Erotico Sexo em família

O que vou narrar agora ainda continua acontecendo. não vou usar os nomes, vou usar: eu, esposa, filho e filha.
sou casado pela segunda vez já há 6 anos. tenho um filho de 14 anos do primeiro casamento, e minha atual esposa tem uma filha de 15 anos. vivemos os quatro em harmonia.
minha esposa e minha enteada são bonitas e bem parecidas fisicamente. loiras naturais, olhos verdes, pele bronzeadas, pelos lourinhos, marquinha de biquíni. as duas são baixinhas, 1,60m a mãe e 1,58 a filha, mas os corpos são bem proporcionais.
quando casamos a filha tinha 9 aninhos e era bem curiosa em relação ao sexo, e bem safadinha. meu filho ainda era um meninão com seus 8 anos.
minha esposa incentivava a sexualidade da filha, e a deixava me ver nu, e até com ereção. como crianças eles queriam ver, depois segurar... foram crescendo assim. nós tínhamos liberdade uns com os outros. tomávamos banhos juntos, nos trocávamos na frente uns dos outros...
mas a filha foi ficando mais maliciosa e maldosa. fazia de tudo pra me deixar excitado, pra me ver de pau duro por causa dela já com seus 10 aninhos.
um dia, depois do almoço resolvi ficar em casa pra colocar o sono em dia. quando ela soube fez de tudo pra ficar comigo. de repente ela se deitou ao meu lado e disse que queria brincar comigo. eu disse que queria dormir. ela disse que não iria me incomodar. eu concordei, e acabei dormindo. ela me fez deitar de barriga pra cima e deitou de bruços entre minhas pernas. quando dei por mim ela estava tentando chupar meu pau já duro. eu disse pra ela parar, que não devia fazer aquilo. ela disse que não tinha problema, que já havia pedido a mãe dela, e que ela havia deixado e dito que eu iria ensina-la tudo que ela quisesse aprender. e ela continuou chupando, lambendo.. e tentando colocar o máximo na boca. quando eu não agüentava mais, pedi pra ela parar, mas ela perguntou se eu iria gozar. eu disse que estava quase. aí ela pediu pra ver. fomos pro boxe, ela se ajoelhou na minha frente, e ficou atenta, nem piscava. eu me masturbei e gozei no rosto dela.
quando a mãe chegou ela correu pra contar, toda orgulhosa do que havia feito.
a mãe então pediu que nós lhe mostrassemos tudo que haviamos feito, e me fez ficar na mesma posição, e fizemos tudo novamente.
depois, quando ficamos a sós, minha esposa confidenciou que se sentia mal, em chupar meu filho dês dos oito aninhos, e de estar o ensinando a chupar a bocetinha dela há meses. e queria que eu tivesse os mesmos direitos dela.
depois desse dia nossa vida virou um tesão só. o tempo passou, as brincadeiras foram se aperfeiçoando e as crianças crescendo.
um dia fui pra casa ainda de manha pra pegar uns documentos, entrei pela cozinha e ouvi gemidos e sussurros no quarto. fui bem de fininho e levei um susto. meu filho e a filha estavam transando na minha cama. fiquei olhando um bom tempo, meu pau ficou duro... coloquei pra fora e fiquei na porta pra eles me verem.
ela ficou super feliz ao me ver, meu filho ficou constrangido, mas ficou na dele. ela me chamou pra brincar com eles. e eu fui na hora. ela já com seus 15 aninhos, bem espertinha e safadinha. eu e meu filho fizemos um belo sanduíche dela, e ela foi um recheio espetacular. ensinei os dois a fazer dupla penetração, e ambos amaram. nos chupamos, nos beijamos e nos revezamos na bocetinha e no cuzinho.
a noite convidei meu filho pra repetir a dose, dessa vez eu ele e minha esposa. mas não foi novidade, pois eles já transavam há muito tempo.
quem quiser me escrever algum relato, ou entrar em contato, ou me adiconar, terei o maior prazer:
kasado_40rj@yahoo.com.br
kasado39rj@hotmail.com.