RSS contos eroticos

Conto Erotico Tia stressada


tia stressada!

para livrar um stress nada melhor que uma foda, não o meu stress, mas o da minha tia, uma coroa solteirona e rabugenta, uma coisa que levou a outra. hehe...mas o fato foi o seguinte: costumo ir com uma certa freqüência a casa dela, e ajuda-la em algumas coisas, ela sempre manteve-se a mesma ransinza quando algo dava errado, no dia do fato em questão ela procurava uma agenda telefônica e não achava de jeito nenhum e começou a reclamar da vida por causa desta besteira, foi quando tentei acalma-la brincando:
- ué tia! pra que tanto caso de uma agendinha, tem numero de algum namorado da sr. lá?
-não seu besta, é o numero da farmácia que preciso, e sua tia não tem namorado nenhum não viu!
-por isso a sr. anda tão rabugenta hein...
-que isso menino, olha o respeito pela sua tia...
-desculpa so tava brincando e queria ajuda-la...
-ajudar oq? a arrumar um namorado? (disse meio animada)
-não a agenda, mas posso ver namorado pra sr tb...
-serio? como?
-aguarde q eu vou ver...

achei que ela tinha levado na brincadeira e esqueci do fato, ate que na semana seguinte volto em sua casa e ela me cobra indiretamente:
-é menino! vc é um furão, cadê meu namorado q vc ia arumar?
- ih tia! to mal ate pra arrumar minhas namoradas ultimamente, quanto mais namorado pros outros, o maximo q posso fazer é quebrar seu galho eu mesmo...hehe...(disse brincando, mas toda brincadeira tem seu fundo de verdade.)
-olha o respeito menino!!!
não disse mais nada, parecia ter ficado nervosa de novo, oq eu já tava acostumado, mas ainda no mesmo dia percebi q ela passou a me olhar diferente, e eu não sei pq fui gostando da idéia, foi quando ela me diz que precisava dar uma faxina em parte da casa e pediu para ajuda-la, e eu fui. começamos pelo quarto ela vinha varrendo e eu retirando os moveis da frente, so que toda vez que se aproximava de mim me dava uma bundada fingindo ser acidental, deixei baixo , na cozinha tivemos q dar uma lavada com mangueira e tudo, foi onde ela molhou minha roupa por completo novamente fingindo ser acidental, fico na minha, terminamos e ela disse q eu podia ir tomar banho e botar aquela roupa pra secar, fui, tirei a roupa, me enrrolei numa toalha e coloquei a roupa no varal, mas não entrei no banheiro, que era a suíte de seu quarto, o único da casa, fiquei deitado na cama dela e liguei a tv foi quando ela veio pro banheiro com esfregão e balde pedindo para ajuda-la a lavar o banheiro antes q eu tomasse banho, novamente fui, e foi ai q rolou...hehe...
ela vai esfregando as paredes e eu jogando água, foi quando pensei em sacaneala como ela fez comigo, eu joguei um balde de água nela q ficou ensopada, pensei q ela resmungar mas surpreendeu entrando na brincadeira me jogando sabão, ai virou aquela bagunça, sabão pra la, pra ca , ate q ela escurrega e cai em cima de mim, eu a seguro e percebo q seu vestido caseiro estava molhado deixando marcado os seus seios, ela percebeu q eu olhei e ficou sem graça:
-é melhor parar por aq ( disse ela )
- pq ? pois agora foi a primeira vez q ti vi brincar
-é pq não vou resistir...
-a oq? (me fiz de sonso)
- a vc, q ta sempre aq me estigando, pois vc é um belo homem e eu não tenho nenhum...
-eu não vejo problema nenhum tia
-mas não é certo!
nesta hora me aproximo dela e faço um carinho em seu rosto e digo:
-mas vc merece isto!
abraço-a e a beijo, neste momento ela se entrega ficando mole em meus braços, com isso vou descendo minhas mãos pelo seu corpo de modo a acaricia-la por completo, ao chegar em sua buceta percebo o quanto esta molhada, certamente pelo tempo em que não via uma foda, puxo um pouco seu vestido para cima e vou descendo sua calcinha devagar sem parar de beija-la ate q eu vou descendo beijando seu pescoço, ombro, seios por cima do vestido e deço ate sua buceta e começo a chupar seu clitóris, dando leves lambidas e deliciosas mordidinhas, percebo q ela esta muito ofegante pelo tesão q sentia então aprofundei as lambidas aumentando sua lubrificação. meu pal estava a ponto de guerra, estão me levanto e a beijo novamente na boca e susuro em seu ouvido:
- vc é um tesão, gostaria q vc tb me chupasse
na mesmo hora ela se abaixou rançou minha toalha e caiu de boca no melhor boquete q já me fizeram, tinha tempo q ela não tirava uma , mas ainda fazia bem...e fez por uns 10 minutos, quando a puxei para fora do banheiro e a joguei na cama molhada do jeito q tava, ranquei seu vestido, subi por cima dela e comecei a pincelar a entrada da buceta dela com meu pal, foi quando ela disse:
-ai meu sobrinho, enfia q eu não agüento mais esperar, vai meu tesão !!!
não agüentei, atolei tudo de vez e ela urrou como uma cadela, comecei um vai e vem sensacional em cima dela e fui chupando seus seios, em 5 minutos senti ela gozar da primeira vez, então botei ela por cima de mim pra cavalgar o q ela fez com sede, não demorou muito e gozei a primeira, botei ela de quatro em seguida e continuei a comer sua buceta e comecei a botar o dedo em seu cuzinho pra ir relaxando pois iria come-lo tb, ao perceber q ela ia gozar, tirei e comecei a lamber sua buceta e seu cuzinho deixando-a desesperada em prazer, novamente fui com carinho ate seu ouvido:
-nossa tia, vc é d+! so falta uma coisa pra perfeição.
-oq?
-o seu cuzinho
-meu sobrinho, vc merece tudo por proporcionar isso a sua tia...
maaaraaaaviiilhaaa!! não perdi tempo pra ela não mudar de idéia, dei uma cuspida no cú dela e já fui enfiando devagar pra ir acostumando, depois fui fazendo aquele vai e vem q leva a loucura, ate q gozei, e gozei muito, e ela se desfalece tb em goso. terminamos no banheiro onde ela me chupou de novo ate gozar na sua cara. lindo!!!
desde então nunca mais vi ela zangada ou rabugenta, e sempre que vou la tem foda!!!